Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ameaçado o carnaval de Florianópolis, diz Pacheco

30 de setembro de 2012 18

O carnaval de 2013 em Florianópolis está ameaçado, diz o presidente da Liga das Escolas de Samba de Florianópolis, José Machado Pacheco. Ao contrário dos anos anteriores, a Prefeitura Municipal não efetuou o pagamento das duas primeiras cotas, em julho e agosto.
– O pior é que o prefeito nem nos atende – queixa-se Pacheco.

Comentários

comments

Comentários (18)

  • fernando diz: 30 de setembro de 2012

    Prestes a perder em Florianópolis e em São José devido a má gestão dos últimos anos, o que ele menos esta preocupado é com carnaval.

  • Gualberto Cesar dos Santos – FLN/SC diz: 30 de setembro de 2012

    Sempre dão um jeito de ultima hora.

  • aldo diz: 30 de setembro de 2012

    Moacir, esse papo de “que o carnaval do próximo ano” não vai acontecer é mais antigo do que o próprio carnaval. Isso dá até samba enredo.

  • angela diz: 30 de setembro de 2012

    EU QUERO É NOVIDADE!!!!!!!!!!!!!
    NÃO MUDAM NEM O ROTEIRO.
    PRIMEIRO VÃO GASTAR ATÉ NÃO PODER MAIS( BOTAR FORA COM O GEAN) NA CAMPANHA , DEPOIS VÃO AJUDAR NO RIO DE JANEIRO ,QUE É A MANEIRA DE DESVIAR DINHEIRO ,COMO NO ANO PASSADO.
    ATÉ HOJE O MINISTÉRIO PÚBLICO NÃO COBROU NADA DELES.
    A VERBA É PARA AJUDAR O CARNAVAL DAQUI E NÃO PARA DESVIAR RECURSOS .
    MINISTÉRIO PÚBLICO NELES, SE É QUE DÁ PARA ACREDITAR AINDA!!!!!!!!!!!

  • João Schorne de Amorim diz: 30 de setembro de 2012

    Que bom que a Prefeitura não vai dar dinheiro para as Escolas de Samba. Assim poderemos ter esses valores destinados às escolas, aos hospitais e à Guarda Municipal. Chega de jogar dinheiro fora para agradar uns poucos que lucrarão com minutos de mulheres nuas, homens pintados e adesivados com plumas e paetês, um som repetitivo com uma letra cantada aos berros. Chega de jogar nosso dinheiro fora!!! Exijo respeito com os meus impostos que pago. Quero educação, saúde e segurança. Pão e circo que cada um pague o seu.

  • Giffoni diz: 30 de setembro de 2012

    Seria ótimo que o carnaval fosse fruto unica e exclusivamente das forças empreendoras privadas e particulares de Florianópolis. E que assim fosse em todos os lugares. Chega de jogar dinheiro público fora.

  • Marcelo diz: 30 de setembro de 2012

    Como se isso tivesse alguma importância no sentido de rotação do planeta terra. Vão trabalhar cambada…

  • LUIZ CALDAS diz: 30 de setembro de 2012

    Prezado Moacir;
    Com inteira razão os comentários acima de João Amorim e Giffoni. Não existe novidade nenhuma que o carnaval no Brasil afora consome milhares de reais em recursos públicos que um País como o Brasil não poderia desperdiçar. Entretanto, aprendi desde cedo que sempre é bom relativizar os argumentos para que se alcance a denominada paz social. No caso do carnaval da Capital, há muito que o poder público municipal deveria estar em harmonia com a iniciativa privada para que a organização da festa fosse menos onerosa.
    A verdade Prezado Moacir é que a população não aguenta mais. É necessário utilizar de forma mais profícua os recursos públicos que afinal são oriundos dos impostos pagos.
    PS: Não sou contra a festa de carnaval.

    Cordial abraço;

    LUIZ CALDAS – HAJA AMOR POR FLORIPA.

  • angela diz: 30 de setembro de 2012

    EU TAMBÉM NÃO GOSTARIA QUE O NOSSO IMPOSTO FOSSE PARA FAZER CARNAVAL ,PARA ELES DESVIAREM MAIS DINHEIRO COM OS LUCROS.
    MAS INFELIZMENTE NÃO É ASSIM . A “TURMA” FAZ O ORÇAMENTO ,PREDESTINANDO A VERBA PARA CADA FIM. A DO CARNAVAL SE NÃO FIZEREM, NÃO VAI PARA COISAS MAIS IMPORTANTES, ELA SOME!!!!!!!!!!!!!
    ISSO QUE QUANDO DESTINAM PARA TAL COISA JÁ É EXAGERADA ,DÃO UMA PARTE E O RESTANTE SOME.
    IMAGINEM QUANDO DESVIAM PARA OUTRO ESTADO!!!!!!!!!!!

  • Sérgio diz: 30 de setembro de 2012

    Dinheiro publico em carnaval? Dinheiro publico é para aplicar em Educação,Saúde e Segurança.E o turismo? A inciativa privada que invista.
    Escolas de samba e foliões que tirem “dinheiro do bolso” e divirtam-se.Afinal,nem todos cidadãos gostam de carnaval.

  • Cláudio diz: 1 de outubro de 2012

    Dinheiro público em escola de samba e time de futebol? ” le Brésil, ce n’est pas un pays serieux” (Charles de Gaulle)

  • Walmor diz: 1 de outubro de 2012

    Por que um evento como o carnaval que tem a ver com turismo só deve ser bancado com dinheiro público, quer dizer dinheiro dos contribuintes que pagam muitos impostos diariamente neste país. Por que não fazer parcerias com os setores interessados no evento e que repercute diretamente no turisto da cidade. Está na hora desses setores que lucram com o carnaval (horteis, bares, restaurantes, emissoras de Tv e lojistas), terem uma maior participação no financiamento do evento. Chega dessas ameaças que ocorrem todos os anos, de que se o poder público não colocar mais dinheiro, o carnaval não acontecerá, isso beira a chatagem, se valem do fato de que o carnaval tem forte apelo popular.

  • Dr. Lemos diz: 1 de outubro de 2012

    Varias empresas que trabalharam no último carnaval ainda não receberam os valores acordados. A empresa ZZ3 do empresário Zacarias Xavier que venceu não sei porquê a licitação da Prefeitura, já recebeu mais de R$ 4.000.000,00 e diz que não pagou porquê teve prejuizos.
    A dívida chega aos valores de R$ 1.100.000,00.
    Dário! Fica difícil votar no seu candidato

  • carla carolina diz: 1 de outubro de 2012

    Carnaval feito com o dinheiro do governo?Isso pode estar errado mais que tem muita gente esperando esses meses que antecedem o carnaval para arrumar um bico para ajudar na renda familiar isso tem

  • Renato Caramuru diz: 1 de outubro de 2012

    Pois é, a verdadeira historia o Zeca não conta, que o principal culpado pelo atraso das negociações foi ele e seus associados, por causa da intrangigência deles. Pois tudo ficou trancado quando a Protegidos, Coloninha, União da Ilha e Copa Lord falaram que não desfilam se o Caramuru subir para o grupo especial conforme o decreto do prefeito. Por isso tudo atrasou, agora esta cobrando da prefeitura o que? Agora eles vão desfilar? Se tivessem aceitado as regras da prefeitura com certeza tudo já estaria resolvido. Agora quer pagar de santo e botar a culpa nos outros, quer desfilar assume que errou, dai fica mais fácil. Também não diz que esta tentando receber um pouco mais do governo para não depender da prefeitura e não aceitar o Caramuru no especial. Moacyr deves se inteirar e saber dos fatos verdadeiros antes de publicar questões que interferem terceirtos.

  • Dr. Lemos diz: 1 de outubro de 2012

    Sr. Renato.
    Onde fica a sede do Caramuru!
    Vocês desfilaram com que bateria no último carnaval!
    Duas escolas de samba em uma única comunidade é um tiro de canhão no pé em se tratando de Florianópolis.
    Se no Rio de Janeiro, não deu certo com a Tradição em Madureira, onde já exitem duas escolas, Portela e Império Serrano, imagine aqui.
    Tem vários blocos querendo virar escolas de samba, mas não possuem estruturas, nem mesmo uma sede assim como o Caramuru.

  • Maurício Schwab diz: 1 de outubro de 2012

    que comentário mais tosco Renato Caramuru, sempre tentando virar o jogo e trazer pro seu lado. Ao invés de se fazer de coitadinho eternamente lute por suas coisas… agora, começar da forma como começou e seguir com esse discursinho fraco é ruim hein! E meu caro, a palavra certa é INTRANSIGÊNCIA e não “intrangigência” como você escreveu. abraço

  • Cabungo diz: 1 de outubro de 2012

    O Governo do Estado, juntamente com o próximo prefeito, deveriam construir um termo de conduta para que estas escolas de samba, podessem cumprissem com exigências, tais como:
    Que tenham uma sede!
    Exigir que todos os profissionais contratados, sejam moradores de Santa Catarina.
    É imperdoável, trazer pessoas de outros Estados, tais como: intérpretes, mestre sala e porta bandeira, carnavalescos e ainda a escolas que mandam confeccionar suas fantasias no Rio de Janeiro.