Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A digna saída de Clésio Salvaro

29 de dezembro de 2012 10

O prefeito Clésio Búrigo(PSDB) disputou a eleição com a negativa do registro pela Justiça Eleitoral, em decisões nos três níveis.  Venceu com esmagadora margem de votos.   Fato inusitado:  em nenhum momento desanimou ou reduziu a agenda. Ao contrário, intensificou obras e serviços, multiplicou as visitas e desdobrou-se como se fosse permanecer mais quatro anos.  A serenidade revelada ontem na saída da prefeitura, com a esposa, e o vice Márcio Búrigo,  confirmou outra vez a inédita postura.

Foto: Lucas Sabino, Divulgação

Comentários

comments

Comentários (10)

  • Giffoni diz: 29 de dezembro de 2012

    Digna, caro Colunista? Como pode ser digno alguém que foi impugnado em todas as instâncias por improbidade administrativa? Por que teve mais votos – aí também enganando os eleitores? Ou seja, a visão de que o voto “lava” o crime? Quer dizer que podemos dispensar a justiça e as leis que a regem? Não consigo entender a razão para menosprezar o povo cidadão ao elogiar posturas criminosas. Menos, por favor, muito menos.

  • antonio diz: 29 de dezembro de 2012

    Concordo plenamente ,se foi cassado pela justiça eleitoral não podemos tapar o sol com a peneira.Aqui não é Brazilia .

  • antonio diz: 29 de dezembro de 2012

    Ainda bem que Brazilia fica longe

  • antonio diz: 29 de dezembro de 2012

    As leis são para todos

  • Sérgio diz: 29 de dezembro de 2012

    Valha-me Deus!Saída Digna? Por essa ótica anda tudo certo no Brasil!Mas essa pode ser uma maneira no mínimo incompleta de enxergar a realidade que se encontra a “pulitica” no Brasil.A realidade neste caso tem uma referência:a legalidade.Caso contrário,teremos sempre o voto para legalizar ilegalidades desses “raposas” da “pulitica catarinense”.

  • Patrícia Carla da Silva diz: 30 de dezembro de 2012

    Caro jornalista. Dois pesos e duas medidas usadas na coluna? Li um artigo que postaste aqui e recomendaste aos leitores. Falou lá no fundo da minha alma. Tratava de uma questão de ordem ética que o país assiste, anestesiado: a popularidade do Lula e eleição de seu principal candidato (Haddad) não têm o poder de conceder indulto ao mal-feito e ao mal-feitor. Felizmente! Pois se dependesse do eleitor e até de alguns jornalistas que “endeusam” os mal-feitores, certamente o populismo significaria indulto!
    Caríssimo, o dito “digno” Salvaro foi condenado aí na capital por desviar dinheiro público (meu e teu) ainda enquanto deputado, dinheiro pequeno, mas público. Leia a sentença! E responde a mais 4 processos por mais desvio de dinheiro, criando ONGs laranjas para desviar dinheiro público de subvenção social. No seu governo, houve formação de quadrilha, fraude em licitações e desvio de dinheiro público denunciada pelo GAECO (chegaste a noticiar na tua coluna como fizeste com Blumenau?). E agora, no apagar das luzes, vai responder a processo por apropriação indébita do dinheiro dos servidores relativo à previdência. Não passou a mão apenas na parte patronal, mas também do trabalhador, que já havia sido descontado em folha. Ouviremos muito sobre Criciúma, que será entregue ao Márcio quebrada, no cartório e enrolada em questões legais. Informações-se melhor… Abraços, feliz 2013!

  • Valdemir Nicoletti diz: 30 de dezembro de 2012

    Cada vez entendo menos a postura de vc Moacir diante de certos acontecimentos. Logo de vc, que como jornalista político, sabe muito bem que alguns políticos fazem jogo de cena.

  • Patrícia C. Da Silva diz: 30 de dezembro de 2012

    Pela resposta do jornalista ao Sérgio, fica evidente que és da filosofia “rouba mas faz”. Quer dizer que basta colocar no twitter para virar verdade? Que tal, ao invés de tomar por verdade apenas o twitter do próprio condenado e impropbo, colocar o seu nome no sistema do tribunal de justiça e puxar as condenações e processos? Que tal colocar no Google “Gaeco, prefeitura de Criciúma, governo Salvaro, formação de quadrilha, desvio de dinheiro público, apropriação indébita, etc…” És tão rigoroso em alguns casos, Moacir, que simplesmente não consigo entender a leniência com o Salvaro e seu governo. Defendes tanto a educação… Criciúma está na justiça por pagar R$ 628,00 ás professoras da educação infantil, inclusive com formação superior. A espôsa do Salvaro, que comandava a AFASC, responsável pela educação infantil, foi condenada a pagar multa de R$ 700 mil por esses desmandos na educação infantil do município. As escolas municipais não recebem nem o custeio mensal por mês para comprar papel higiênico, material de expediente, etc. Pergunte a algum professor da rede municipal… E com tudo isso ele tem alta popularidade.. Não é de espantar. Hittler também tinha, Chavez também tem. Afinal, uma mentira contada e propagada mil vezes (até pelos meios de imprensa) vira verdade. Bem dizia o marqueteiro de Hittler. Esse Gobbels sabia das coisas.

  • Bianor Sganzerlla diz: 31 de dezembro de 2012

    O Sr.Giffoni deve ser um petista obstindo. Se dependesse dele o Lula, a Ideli e mais outros répteis seriam canonizados e os de outros partidos excomungados. Votos que para o ano novo perca a viseira.