Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fabricio Oliveira assume presidencia da Jucesc

30 de janeiro de 2013 7

O ex-vereador Fabricio Oliveira, candidato a vice derrotado na disputa para a Prefeitura de Balneário Camboriu, assumiu hoje a presidencia da Junta Comercial do Estado. A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável registrou o ato:

“A cerimônia de posse do novo presidente da Junta Comercial do Estado de Santa Catarina (Jucesc), Fabrício Oliveira, foi realizada nesta quarta-feira, 30. O evento foi no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em Florianópolis. Representando o governador Raimundo Colombo, o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Paulo Bornhausen, falou sobre o papel da instituição na economia catarinense. “A Junta Comercial é a alma da economia de Santa Catarina e precisa se fortalecer”, definiu.

Criada em maio de 1893, a Jucesc é uma autarquia estadual com autonomia financeira desde 1987, responsável pelo registro de empresas, leiloeiros e atividades mercantis no Estado. “A Junta possui o extrato do desenvolvimento produtivo e econômico de Santa Catarina”, declarou Fabrício, enaltecendo o papel fundamental na parceria do desenvolvimento. Ele afirmou que pretende instalar uma gestão inovadora, apoiada na tecnologia.

Paulo Bornhausen reforçou a necessidade de modernização do órgão. “Queremos que a Junta faça seu trabalho em parceria com a SDS, em consonância com o plano SC@2022, no qual desejamos que a economia cresça ainda mais e que o Estado seja mais competitivo”, disse. Bornhausen lembrou, ainda, que no ranking que mede o desenvolvimento dos Estados brasileiros, da Economist Intelligence Unit, divulgado em novembro de 2012, Santa Catarina aparece na 6ª posição, uma à frente em relação ao ano anterior. “Com a Junta Comercial ágil e eficaz, rapidamente Santa Catarina alcançará os primeiros do ranking”, ressaltou.”

Comentários

comments

Comentários (7)

  • Luiz Antonio diz: 30 de janeiro de 2013

    Será que vai ter lugar para tanto candidato derrotado?

  • Sergio Luiz diz: 30 de janeiro de 2013

    “Paulo Bornhausen reforçou a necessidade de modernização do órgão.”

    Percebe-se!

  • luiz carlos diz: 31 de janeiro de 2013

    Governador Colombo, você tem uma saída fácil para tudo isto. Lembra quando você não era da triplice, afirmava que as SEDRs eram desnecessárias e não tinha razão de existir. Você consegui ser governador e mudou o discursos. Alias outro dia li que viria uma reforma e as SDRs perderiam o status de secretárias e teriam menos poder do que tem. Então cara fecha este cabidário político que sobra dinheiro para os que verdadeiramente trabalham pelo bem de Santa Catarina. Deixa de ficar ouvindo os plotiquieros, afinal você e o Governador , não fica saciando os desejos da trupe que logo eles te daram uma rasteira cara. Bom dia

  • Luciano diz: 31 de janeiro de 2013

    Olha Moacir,
    o governador Colombo e seu “assessor politico” Paulo Bornhausen podem dizer o que quiserem para justificar a acomodação de mais um derrotado. Mas será cada vez mais dificil convencer o eleitor de que estas nomeações refletirão em melhoria do serviço publico prestado pelos orgãos que estes derrotados foram encaixados. Belo incentivo aos profissionais de carreira que se dedicam a prestar serviço público de qualidade. O pessoal de carreira agora pode ficar mais espertos e ao invés de fazerem cursos de aperfeiçoamento que exigem tempo de estudo podem fazer algo muitissimo mais simples e eficaz, basta filiar-se a um dos partidos politicos ou melhor dizendo a colcha de retalhos politica que compõe o governo do estado e pressionar para arrumar uma boquinha, alguma gratificação de chefia e coisas do tipo, já que a competencia é a última coisa a ser levada em conta numa nomeação, se é que é levada em conta. E se alguém tem medo de filiar-se a um partido politico ‘errado’, não tem problema, pois como este governo abraça a todos indistintamente, pressionando haverá um encaixe nem que para isto se crie um cargo comissionado inexistente.
    Politicamente não existe oposição hoje.

  • Alex diz: 31 de janeiro de 2013

    Nada contra o recém indicado para a JUCESC, mas é mais um sem “mandato” que é acolhido no cabidão do PSD.

    “As pessoas em primeiro lugar….”

  • rudinei diz: 31 de janeiro de 2013

    Esta aberta as escrições para o cabide de empregos do estado.

  • Sonia diz: 3 de fevereiro de 2013

    Nunca antes na história de Santa catarina um governador utilizou tanto do famoso “cabide de emprego”. Toda semana novos “derrotados” assumem cargos no governo. VERGONHA!!! 2014 vai ser o ano do voto da revolta. Vamos votar contra essas BARBARIDADES. O fala mansa bateu todos os demais governadores.