Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sintespe entra com ação na Justiça pela reposição salarial

30 de janeiro de 2013 28

O Sindicato dos Servidores Públicos de Santa Catarina-Sintespe – confirmou há pouco durante entrevista do diretor Sebastião Amorim ao repórter Renato Igor, no Notícia da Tarde da CBN-Diário, ter impetrado mandado de segurança preventivo na Justiça Estadual. Quer a aplicação imediata da data base prevista em lei estadual que fixou a nova politica salarial do funcionalismo.
Pela lei estadual, o reajuste deveria ocorrer em janeiro.
O governo alega que a folha está no limite e que a receita não vem correspondendo às previsões.

Comentários

comments

Comentários (28)

  • Servidor diz: 30 de janeiro de 2013

    Vamos à resposta:

    1º Reunião urgente entre todos os sindicatos e associações de servidores;
    2º Greve geral na saúde, educação, agentes prisionais e IGP;
    3º Operação padrão e tolerância zero das polícias;

    6% parece pouco, mas é para o resto da vida. Se o Governo não dar este ano, nunca mais receberemos a inflação de 2012.

  • marcus diz: 30 de janeiro de 2013

    MANDADO DE SEGURANÇA TURMA!!!!!!! Reposição anual prevista na CF e na legislação estatual. Sacanagem, a mesma Lei de Responsabilidade Fiscal que o governo diz que está no limite prudencial também sugere a redução de cargos comissionados, mas isso o governo não faz!

  • eliane rita schroeder diz: 30 de janeiro de 2013

    está na hora de acionar esse governo.Que vergonha a forma como tratam os professores,principalmente quem tem mais especialização e mais tempo de serviço.Professores em inicio de carreira são beneficidos.É o mesmo que o governo federal faz com os aposentados,os maiores salarios em pouco tempo vão se transformar em mínimo e a vida dessas pessoas cada vez pior.

  • Camile diz: 30 de janeiro de 2013

    Justiça Estadual??? é piada, dúvido que alguma coisa boa esteja reservada para os servidores (Saúde, Educação e Segurança Pública).

    Agora é CAMPANHA FERRENHA CONTRA REELEIÇÃO DE COLOMBO!

  • aderbal diz: 30 de janeiro de 2013

    olha, não adianta ficar apenas em redes sociais, o jeito é se organizar e se dividir em grupos, pelas maiores órgãos do estado, fazer uma visita e concientizar os servidores publicos sobre isso. se espalhar como vírus. fazer as coisas acontecerem.
    lembram do filme do lula? como era forte o sindicato dele? se um entrava em greve, todos iam junto, não tinha essa bobeira de corte de salario e voltar da greve com rabinho entre as pernas.
    juntem-se os 3 órgãos públicos, saúde, educação e segurança, parem e deixem que tudo se torne um caos, só assim o governo estadual e quem sabe federal de valor ao nosso trabalho, revolução !!!

  • Joseph K diz: 30 de janeiro de 2013

    Nada vão conseguir com o judiciário catarinense, aqui é Santa Catarinistão ou Santa Catarizuela para lembrar o caudilho da Venezuela…

  • Maicon Leite diz: 30 de janeiro de 2013

    Tem muita gente que só vive fazendo greve,,, são os mesmos dos comentários…

  • paulo diz: 30 de janeiro de 2013

    Tem é que se pedir intervenção federal,isso sim,bando de sem palavra.Greve geral!!

  • Guto diz: 30 de janeiro de 2013

    Esse Governador é “O CARA NÃO CUMPRE NEN A PRÓPRIA LEI QUE ELE MESMO SANCIONOU”…. me arrependo amargamente de ter apertado o numero dele na urna… NOS AGUARDE DAQUI A 2 ANOS GOVERNADOR COLOMBO! ASS: FUNCIONÁRIO PUBLICO DO ESTADO DE SC

  • José Pedro diz: 30 de janeiro de 2013

    Caro amigo Moacir vamos cobrar jornalísticamente de uma nota publicada no seu site quando o governo anunciou que o reajuste ficaria em seis por cento. Obrigado ceroto pela atenção.

  • manezinho diz: 30 de janeiro de 2013

    Caro moacir,

    É sabido que a decadas os governos manipulam os dados de receita e despesa dando enfase as despesas. Contudo cada vez mais contrata empresas terceirizadas para prestação de serviços ao estado, empresas estas que cobram 3 vezes mais sobre o serviço prestado. Além disso, quer diminuir gastos, diminua os comissionados, fechem esses currais eleitoreiros chamados SDRs, deixem de comprar viaturas oficiais de R$ 60.000,00, R$ 70.000,00, os chamos carros de empresa onde gerentes, secretarios, diretores, supervisores, juizes, deputados que usam carro e gasolina do estado para ir para casa e casa pro trabalho. Se é para cuidar do estado mexa tambem com o legislativo e Judiciario, afinal esses tambem são estado não só o executivo. Realmente quanto mais passa o tempo mais eu me convenço que Luiz Henrique da Silveira e Raimundo Colombo são adversários, pois se um é ruim o outro esta conseguindo supera-lo.

  • Elias diz: 30 de janeiro de 2013

    A História se repete…o funcionalismo deve reagir, assim não dá. A solução o governo tem…ou algo está errado no governo, uma vez que o governo federal se colocou à disposição para completar o aumento do piso salarial dos professores. E aí? É só recorrer e provar que o Estado não pode…

  • José diz: 30 de janeiro de 2013

    Vamos ser justos então, pelo menos, cancelar o auxílio moradia de 4500 reais, devolver auxílio alimentação que foram pagos retroativos!

  • Leitor diz: 30 de janeiro de 2013

    Só depois do auxilio moradia aos deputados e alguns mais, e que faltou dinheiro. O que falta e vergonha na cara deste DESGOVERNO. Que os Sindicatos (Educação, Saúde e Segurança) tomem uma ATITUDE.

  • CURIÓ (sem capacete/com capacete *) diz: 30 de janeiro de 2013

    Sem delongas… Colombo agora foi longe demais e passou dos limites!!! Rebelai-vos! Não há outra solução para a mentira de um governador.

  • Ana diz: 30 de janeiro de 2013

    Deveriam cortar vários terceirizados e comissionados da casa civil, que só servem p encher linguiça… inclusive tem histórias de amantes trabalhando lá….

  • marcos diz: 30 de janeiro de 2013

    é só acabar com essas secretarias de empregos regionais (os cabides de emprego) que o Colombo tanto combatia. Só servem pra dar emprego pra muito chegado. Vergonha desse governo.

  • Valter diz: 30 de janeiro de 2013

    SINTESPE? Piada né? O que faz o SINTESPE hoje em dia????
    Ah, claro… Pagar muito bem os seus dirigentes….

  • jocerlei donizete moreira diz: 30 de janeiro de 2013

    o governor deria acabar com tantas secretarias que tem espalhadas pelo estado, verdadeiros cabides de emprego. deixa só 10 secretarias que estava bom, e assim sobraria dinheiro para investir em segurança, saúde e educação.

  • Carlos Henrique diz: 31 de janeiro de 2013

    Nessa conta da “Folha” estão indevidamente incluídos os aposentados, que deveriam ser pagos pelo IPREVI.

  • Elias Joaquim Almeida diz: 31 de janeiro de 2013

    Claro que se o governo acabasse com a metade das secretárias regionais e demitisse os cargos comissionados, ou seja, seus afilhados da politica já teria dinheiro o suficiente para pagar esta reposição salarial, pois não se trata de aumento, mais este governo como outro anterior não cumpre as leis por ele mesmo criada.

  • Funcionário Irritado diz: 31 de janeiro de 2013

    Sugiro que o Sintesp, se alie ao Coronel da Pm e ao Soldado da APRASC, e façam contatos com os líderes sindicais dos professores, policiais civis, da saúde e todos os outros órgãos do funcionalismo público catarinense e já marquem um dia de paralisação geral, no estado para fazerem uma reunião e decidirem ou não por uma greve geral. Parece brincadeira o que eu estou escrevendo, é como querer ensinar o Papa a distribuir a Santa Hóstia, mas no meu esse é o primeiro passo. Nessa paralisação irá ser dado um prazo de uns dez dias no máximo para o Governador, rever essa sua atitude e conceder o aumento que ele mesmo criou quando fixou a data base de todo o funcionalismo público para o mês de janeiro, caso essa data e as reinvindicações não sejam atendidas pelo Governo, aí sim reúne-se de novo e faz Greve Geral, para o estado, e o Governador que vá explicar para a mídia catarinense e nacional e para a população em geral sobre o motivo das paralisações, e quem sabe ele e os comissionados das SDRs irão atender a população e sentir na pele o que passa um servidor público.
    Sintesp, só mais uma dica, entrar com ação judicial contra o estado em Santa Catarina, essa já foi faz tempo né, me diga qual foi a ação que os desembargadores votaram contra o governo??? Não existe, o negócio é ação, chega de enrolação, ou o Governo cumpre a palavra ou o estado para.
    Se o Governo descumpre as leis que ele mesmo cria, como é que algum juiz do estadou irá condená-lo, por descumprimento ou qual crime seja?????
    Vamos nos reunir, nos agilizar, nos movimentar e mostrar para a sociedade catarinense qual é o governo que eles elegeram.
    Fico no aguardo do dia e horário para participar dessa assembléia geral.

  • Klayton Robert diz: 31 de janeiro de 2013

    Bom dia!

    Caro Valter, o SINTESPE ainda fez alguma coisa, pior é o SINTE que NUNCA faz nada, a não ser quando muuuiiito cobrado.
    UNIÃO DA CATEGORIAS.
    ABAIXO ASSINADO PEDINDO A EXTINÇÃO DAS SDR’s.
    Um abraço
    Prof Klayton Robert

  • Rafael diz: 31 de janeiro de 2013

    Cortando os cabides de empregos que são as SDR’s espalhadas pelo estado teríamos dinheiro de sobra. Sem contar os gastos excessivos com a ALESC… Isso se chama incompetência administrativa. Um governo que governa para meia dúzia, coloca o funcionalismo em último plano. Desde que assumiu vem tratando o funcionalismo com indiferença e imposição…

  • Paulo Ricardo da Rosa Lopes diz: 31 de janeiro de 2013

    Só tenho a dizer que isso era previsto desde quando da eleição passada Onde o Ex governador foi recordista de votos para o senado inclusive teve votação expressiva na capital Floripa onde o funcionalismo e em massa. Reclamaremos do que? E o auxilio moradia a todos os marajás do poder público não afetou a folha? Ano que vem tem eleições! Já estão se unindo na teta para continuarem no poder pois as eleições municipais já e passado. Dependemos da justiça? Onde estão os hospitais prometidos? O dinheiro pras cadeias já está garantido! Enquanto se empilham pessoas nos corredores dos hospitais. que beleza!

  • marcelocardosodasilva diz: 1 de fevereiro de 2013

    …Caro Carlos Henrique; “BOA LEMBRANÇA”!!!……………………………ALÔÔ Tribunal “faz”de Contas; ALÔÔ Ministério Público “FEDERAL”!!!…….”IMPEDIMENTO” deste DESgoverno columbiforme!!!…Qual à função do IPREV;(ex. IPESC)??? É “pagar” super aposentadorias???; como à dos; “Da Assembleia Aposentádoria S.A.”, no maior “DEScalabro” com “À MAIORIA”; que vive como “bóia fria”!!!…”Servidor Público” da Saúde , Segurança e Educação; em Sta. Catarina;;; “UNIÃO” é à Solução!!! “Prá acabar com esta “ESCULHAMBAÇÃO”!!!

  • Osmar Nicolodelli diz: 17 de março de 2013

    Não adianta se lamentar ou esperar algum apoio dos nossos políticos. Precisamos tomar medidas efetivas em defesa de nossos direitos. Por exemplo: sugiro a união dos representantes do funcionalismo público de todo o pais em defesa da reposição do salarial dos funcionários, um direito consagrado na CF e que os governadores e muitos prefeitos não estão cumprindo. A proposta é alterar a Lei da Responsabilidade Fiscal mediante projeto de lei de iniciativa popular, semelhante a Lei da Ficha Limpa, limitando para baixo a contratação de funcionários em cargo de comissão ou de confiança e, acima de tudo, proibir a contratação desses funcionários e de terceirizar serviços, estando o estado ou o município em dívida com a reposição salarial aos seus funcionários efetivos.