Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

TRE-SC julga recurso de Celso Zuchi

31 de janeiro de 2013 1

Recurso impetrado pelo prefeito de Gaspar, Celso Zuchi, do PT, está sendo julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Ele teve o diploma cassado pela Justiça Eleitoral. O relator, Marcelo Ferreira, votou pelo recebimento do recurso. O desembargador Eládio Rocha pediu vista. Celso Zuchi é o presidente da Fecam.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Investigador de Polícia diz: 31 de janeiro de 2013

    Moacir,

    Por favor publique esse comentário como um novo tópico, isso PRECISA ser divulgado:

    No DC de hoje, há uma reportagem do ônibus incendiado em Baln. Camboriu. A reportagem entrevistou o Diretor de Polícia da Grande Florianópolis, Delegado Ilson Silva. Segue trecho fidedigno da matéria:

    “Minutos depois, o alerta chegou ao comando da Polícia Civil da Grande Florianópolis. O diretor da Delegacia de Polícia Metropolitana, Ilson Silva, confirmou à reportagem o alerta na corporação.

    — Estamos todos na rua — falou Silva, por volta da 1h da madrugada, por telefone.

    Segundo ele, todos os policiais que podiam ter sido convocados foram chamados.

    — Estamos fazendo rondas intensivas, em vários pontos da Ilha e também na área continental da Capital.”

    Vejamos:

    1) Esse alerta não existiu para a POLÍCIA CIVIL. Entrei em contato com amigos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC, que é uma diretoria muito importante na Polícia Civil), e lá eles foram avisados, o que seria necessário tendo em vista que as investigações sobre o PGC estão na DEIC, e não mais como antes, espalhadas pelas delegacias convencionais. Os colegas da DEIC que alertaram, por vontade própria, coleguismo e profissionalismo, a maior quantidade de policiais civis possíveis.

    2) O diretor disse: “Estamos TODOS na rua”. Até onde eu sei, ele não estava, é claro.

    3) Ele disse que a Polícia Civil estava fazendo rondas intensivas na cidade. Agora, diretor da Polícia Civil que convoca investigadores pra fazer RONDA, deve estar de brincadeira. E com certeza está na polícia errada.

    Moacir, é por essas e MUITAS OUTRAS que a segurança não funciona. Os salários são esdrúxulos, e os investigadores da Polícia Civil vivendo em jornada dupla oficialmente (pois todo mês cumprem 40 horas semanais e MAIS DE 40 horas extras por mês, e muitas horas noturnas – MAS RECEBENDO SOMENTE 40 horas, e isso é TODO MÊS), e ainda uma jornada extra (BICO) pra tentar melhorar a renda.

    Então você investiga, prova que existe facção criminosa muito bem armada e muito perigosa no estado, e o governo diz que não.

    Não dá pra reclamar da Polícia Civil. Os investigadores e escrivães estão exaustos e cansados de tanta ingerência e politicagem.

    E o pior, esse Delegado está cotado para assumir a Delegacia Geral em fevereiro.

    Que Deus nos proteja.