Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resistências internas (04/02/2013)

04 de fevereiro de 2013 25

Múltiplas são as implicações envolvendo esta nova onda de terror em Santa Catarina. Na área política há um bombardeio contra a deputada estadual Ada de Luca (PMDB), titular da Secretaria de Justiça e Cidadania. Fogo amigo do próprio governo pela fragilidade da secretária na comunicação. No auge dos atentados, participou de coletiva no QG da Polícia Militar. As perguntas feitas a Ada de Luca foram transferidas ao diretor do Departamento de Administração Prisional, Leandro Lima.

– Ela tossiu mais do que falou – resumiram os presentes.

Explicação: Ada retornava dos Estados Unidos, onde contraiu pesada gripe.

Antigas são as divergências entre o sistema prisional e o policial. As origens são conhecidas. Os presídios e as penitenciárias integraram no governo anterior a estrutura da Segurança Pública, comandada pelo deputado Ronaldo Benedet (PMDB). Foi toda ela partidarizada pelo PMDB. Ada e Leandro teriam adotado critérios técnicos no sistema, tornado autônomo com a criação da nova Secretaria de Justiça no atual governo. Agentes, gerentes e diretores acusados de corrupção e esquema com presos, foram demitidos. Só no ano passado, cinco agentes foram exonerados e presos. Em Chapecó, toda a força do PMDB, incluindo, a energia política dos deputados, foi empregada para impedir uma mudança no presídio. Sem sucesso.

Ada de Luca tem produzido desgaste político no governo. Mas a secretária está mantida, porque o governador Raimundo Colombo (PSD) continua apostando na política desenvolvida por ela de ressocialização com trabalho, que hoje envolve 6 mil presos.

Há, finalmente, um conflito aberto em Joinville. Ada representou no Conselho Nacional de Justiça por abuso de poder o juiz João Marcos Buch, o mesmo que autorizou a liberação das cenas que denunciaram violências no presídio.

DOIS HOMENS E UM DESTINO

O prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes (PSDB), convidou o secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Beto Martins (PSDB), para conhecer a Sommerfest, no Parque Vila Germânica. No estande de tiro instalado no local, as duas principais promessas de renovação entre os tucanos catarinenses mostraram que estão com a mira em dia e munição para gastar.

12 mil soltos
Presidente da Associação dos Magistrados Catarinenses, Sérgio Junkes, revela que 12 mil mandados de prisão estão em aberto em Santa Catarina. Todos deveriam estar recolhidos em presídios e continuam soltos por falta de vagas. Também por impossibilidade das polícias darem cumprimento às decisões judiciais.

Lei frouxa
Juízes liberam presos várias vezes porque é o que determina a legislação penal, esclarece Sérgio Junkes. E afirma que o governo afrouxou a lei criminal por não conseguir disponibilizar vagas no sistema prisional.

Inversão
Do juiz Luiz Felipe Schuch, de Florianópolis, escrito dentro do carro na noite dos atentados:

De agrado em agrado,
De concessão em concessão,
Viramos reféns em nossas casas
Dos bandidos na prisão.

O mundo vive uma inversão.
Assistimos com desilusão.
Policial que prende virou bandido
E bandidos comandam a nação.

Postergado
Os cerca de 200 delegados presentes na assembleia do fim de semana estavam com clara disposição de iniciar uma paralisação. Iriam pressionar o governo pelo subsídio. Em função dos atentados, suspenderam a greve e deram prazo até 30 de junho.

Auxílio
Novo presidente da Assembleia, Joares Ponticelli (PP), vai conversar hoje com o secretário de Segurança, Cesar Grubba, e com o comandante da PM, coronel Nazareno Marcineiro. Quer dados sobre os atentados para identificar as contribuições que os deputados possam dar no aprimoramento da legislação, visando garantir mais segurança à população.

Para aprender
O deputado federal Edinho Bez (PMDB) embarca hoje para um roteiro que inicia em Londres e inclui três cidades da África do Sul que foram sedes da Copa do Mundo de 2010. Membro da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara, o peemedebista vai encontrar representantes dos comitês que organizaram as Olimpíadas de 2012, na capital inglesa, e o Mundial. O giro no exterior acaba no dia 15 de fevereiro.

O governador Raimundo Colombo fará amanhã, às 14h, a leitura da Mensagem Anual, durante instalação dos trabalhos da Assembleia.

Líderes do PSDB e mais de 600 convidados participaram no fim de semana de encontro político e social em Itapema, na festa de aniversário do deputado federal Marco Tebaldi (PSDB).

Comentários

comments

Comentários (25)

  • NOTAS DE UMA VIA CRUCIS diz: 4 de fevereiro de 2013

    Anotações paralelas ao diário da Gerra do Contestado II : possibilidade de 12.000 mortos independente do lado, in totum. Soltos poderão agir nas mais diversas frentes. Antecipar a reza, ficar mais em casa, sair só o estritamente necessário. Estado de sítio a oficializar-se a qualquer momento. Trancado na gaveta, politicamente. Ada pode tornar-se a próxima cabra expiatória. Mas prognósticos seguros indicam que a situação não muda nem depois de certo discurso. Talvez piore. Triste. Levar sabonetes para frei Sarapião. Levar bolachas para frei Adeodato.

  • Walmor diz: 4 de fevereiro de 2013

    Prezado Moacir, a Constituição Federal é bem clara sobre de quem é a responsabilidade pela segurança do cidadão, conforme transcrevo abaixo:

    Constituição Federal – CF – 1988

    Título V

    Da Defesa do Estado e das Instituições Democráticas

    Capítulo III

    Da Segurança Pública

    Art. 144 – A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:

    I – polícia federal;

    II – polícia rodoviária federal;

    obs.dji.grau.3: Competência da Polícia Rodoviária Federal – D-001.655-1995

    III – polícia ferroviária federal;

    IV – polícias civis;

    obs.dji.grau.3: Conselho Nacional de Segurança Pública – CONASP – D-002.169-1997

    V – polícias militares e corpos de bombeiros militares.

  • Luciano diz: 4 de fevereiro de 2013

    Moacir, se este tipo de barbaridade voltar a acontecer no ano que vem no periodo eleitoral, e se o governo demosntrar tanta “eficiência” para resolver a questão, a população tira do poder os criadores e mantenedores do caos institucionalizado na saúde, segurança pública e educação.
    Quando é que as autoridades vão tratar bandido como bandido e atirar antes e perguntar depois como modus operande para tratar com estes marginais? Antes que alguém reclame, gostaria muito que os defensores de direitos de bandidos e seus clientes fossem para a China para ver como é que as coisas funcionam, as autoridades poderiam viajar para lá também para conhecer e implanar sistema semelhante. Assim, poderiam fazer o sistema carcerário pagar parcialmente seus custos, fazendo o apenado produzir para custear parte do seu sustento atualmene 100% pago com dinheiro público dos nossos impostos ao invés de irem para educação e saúde.

  • Professora diz: 4 de fevereiro de 2013

    Santa Catarina está afundando… Um Desgoverno total…A Segurança, Saúde e Educação agonizando…Chega de tanto bla…bla…bla…Devemos exigir JUNTOS ações coletivas do Sr Colombo. Vamos unir os Sindicatos e parar geral o Estado. Quem sabe este senhor pede para sair ou troca estes secretários figurantes…

  • SABRINA diz: 4 de fevereiro de 2013

    Nem tão técnico caro Colunista. Quem está dentro do sistema sabe que a secretária já está montando sua campanha com base em carinhos aos seus, e “promessas” de mudanças para quem não seguir a cartilha…!
    O Diário Oficial sempre tem uma novidade.
    Hoje temos até servidor da CASAN trabalhando dentro de unidade prisional, trabalhou com ele, agora trabalha com ela.

  • Fabrício Schweitzer diz: 4 de fevereiro de 2013

    Nunca é demais!!!
    Será que não chegou tardiamente a hora de pensarmos o seguinte: por que tantos criminosos, por que a super lotação nas cadeias, por que tantos mandados de prisão expedidos? Estamos diante de um caos social medieval. Do ponto de vista sociológico, antropológico, psicológico, educacional, não nos restam dúvidas de que a exclusão social estabelecida é primordialmente a base de tudo isso que vivemos ! Leio, escuto, mil “explicações”, ou melhor, empurra-empurra e não saímos do lugar. As leis são só para os marginalizados socialmente há séculos?

  • gilmar bnu diz: 4 de fevereiro de 2013

    As perguntas feitas a Ada de Luca foram transferidas ao diretor do Departamento de Administração Prisional, Leandro Lima.

    – Ela tossiu mais do que falou – resumiram os presentes.

    Explicação: Ada retornava dos Estados Unidos, onde contraiu pesada gripe.

    >>>>>>>>>>>>>>>

    Essa senhora não deveria ficar em quarentena, ao expor uma doença contagiosa de outro continente, não coloca em risco todos aqueles que tem contato com ela… é querem discutir segurança… estamos bem de cupula !!!

  • Vanio diz: 4 de fevereiro de 2013

    Prezados: Pelo andar da carruagem, tal qual as mudanças climaticas. Depois de tudo o que vimos, será gradual e permanente, durante um longo ciclo.
    Vamos aos fatos:
    1 – Os meliantes, presos, sob a guarda do estado: Decidem que querem alguma coisa, seja lá o que for, desde uma visita intima a mais ou que um determinado agente prisional seja substituido.
    2 – Atraves dos meios de comunicação disponiveis (mas não permitidos: CELULAR, intenet, advogados…) passam as ordem na cadeia de comando, que por sinal, funcionam muito bem.
    3 – Meliantes externos, ainda soltos, ou seja, sem a proteção do estado. Iniciam fielmente o cumprimento das ordens.
    4 – O estado, atende as solicitações dos meliantes que estão sob a guarda do estado.
    5 – Inicia-se novo ciclo de comandos no sentido de finalizar os ataques, até que a cúpula pensante, que está sob a guarda do estado decida que seja necessárias novas ações para menter e promover o conforto dos presidiarios.

    Resumo da ópera: Uma vez que os presidiarios perceberam que podem mandar e desmandar, o comando passou para as mão deles, portanto NÓS QUE NOS JULGAMOS LIVRES, NA VERDADE SOMOS REFÉNS.

  • Jairo Pessoa Guimarães diz: 4 de fevereiro de 2013

    Caro Moacir!

    Se eventualmente pudéssemos analisar toda a evolução que alcançamos nos últimos temos poderíamos verificar que praticamente todas as áreas de conhecimento evoluiram e muito: A medicina, a engenharia, a física, a química e a tecnologia em geral. No entanto, a área política e a área do direito, além de não apresentarem nenhuma evolução, parece que andaram como caranguejos bem apressados para trás. Estamos regredindo em proporção assustadora.

  • Manoel da Costa e Silva diz: 4 de fevereiro de 2013

    Esse é um dos preços que pagamos por não acreditar/gostar de política. Se fizermos uma pesquisa de quem sabe dizer em qual vereador votou em 2012 a metade da população não sabe responder. Isso é a corrupção, é o jeitinho brasileiro.

  • Rodrigo Figueiredo diz: 4 de fevereiro de 2013

    Vai aí uma pergunta.
    Qual outro estado neste país passa por uma situação igual a de Santa Catarina nos atuais tempos, caos na Saúde, Educação e Segurança Pública?
    Resposta: NENHUM
    Este é um Estado rico, porém governado por CORRUPTOS E INCOPETENTES JAMAIS VISTO. INTERVENÇÃO FEDERAL JÁ. SOCORRO DILMAAAAAAAAAA.

  • Roberto diz: 4 de fevereiro de 2013

    Essa mulher é uma aberração, não tem o menor traquejo, sequer postura. Está mantida no cargo por questões políticas, que é o que convém ao governo. Se fosse por competência, coitada…

  • Virgulino Lampião diz: 4 de fevereiro de 2013

    Gostaria muito de ver esses dois, o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes (PSDB) e o secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Beto Martins (PSDB), não aqueles brinquedinhos, mas, com dois fuzis Kalashnikov 47 apontados para a bandidagem que assola este Estado.

  • Pedro Paulo Weiss diz: 4 de fevereiro de 2013

    Em qualquer governo sério, esta mulher já havia caido faz tempo. Grossa, mal educada, despreparada, só pensa em como garantir sua eleição para deputado. Primeiro usou a estrutura da Casan, onde seu marido era presidente, agora vai usar a estrutura da secrearia de Justiça para tentar garantir sua vaga em 2014. Pobre Santa Catarina, refem de bandidos que já estão presos e o governo com cara de paisagem, como se nada estivesse acontecendo. O pior de tudo é que os ataques são parar quando os bandidos desejarem, como ocorreu no ano passado e de lá para cá nada foi feito. A prova esta aí, insegurança total em Santa Catarina.

  • da ilha diz: 4 de fevereiro de 2013

    Mais um(a) do PMDB fazendo besteira, essa secretaria já não é novidade e agora o secretário da administração também já começou fazendo besteiras não cumprindo a lei do aumento aos servidores, nem 6% é sacanagem, mais o maior culpado é o seru colombo boca aberta que não manda nada e deixa o LHS deitar e rolar.

  • leda diz: 4 de fevereiro de 2013

    Com todos estes problemas que a população está enfrentando, esta senhora deveria estar resolvendo os problemas que ajudou a criar e não viajando ao exterior. Quem dera o salário do professor proporcionasse um pulinho até o Paraguai!

  • Sérgio Luís Custódio diz: 4 de fevereiro de 2013

    Estes atentados contra ônibus, é uma vergonha para o nosso estado de Santa Catarina, um dos estados brasileiros mais considerados em termos de desenvolvimento humano, econômico, cultural, social, entre outros fatores. Tomara que as forças de segurança de SC consigam resolver o mais breve possível esta situação, que achem uma solução, para que Santa Catarina volte a ser uma referência nacional.

  • Alcides Stecanella diz: 4 de fevereiro de 2013

    Este é um problema político que tem que se resolver rapidamente, o secretário de segurança do estado pessoa de confiança do governador não apita nada na polícia civil. NA polícia civil de SC ninguem manda, policia civil não tem chefe e trabalha qdo quer . É uma instituição falida, já faz muito tempo. Por isso estamos vivendo em pleno caos . O correto é extiguir polícia civil e incorporar seus excasso policiais a polícia militar. Aqui no Timbé tem só um sub comissário da polícia civil para despachar documentos de carros..

  • Ines diz: 4 de fevereiro de 2013

    Nao entendo nada de politica e de partidos,mas lembrei-me do que foi feito com a governadora Yeda.Até parece que querem que todos os estados brasileiros tenham apenas membros do PT?

  • Anonimo diz: 4 de fevereiro de 2013

    Acredito que o problema brasileiro é bem mais grave.Convidaria todos a fazerem pesquisas na rede(internet),do tipo:lula e a iurd e todos os outros politicos.Surpresa!!!! Acredito que se a Lady Dilma Rouseff nao se livrar da iurd,em breve surgira um mega escandalo internacional,pois quem comanda o Brasil sao eles.Acorda Brasil!!!!

  • Curió diz: 4 de fevereiro de 2013

    Os corruptos de Santa Catarina, a máfia gorda da política catarinense de todos os partidos, em unanimidade, menos um policial apenas + uns três ou quatro não deputados, querem se aproveitar da situação para extorquir a Dilma. Tudo é culpa do governo federal mas não querem intervenção no Estado… Querem é mais dinheiro para a gastança, já extorquiram os servidores. São insaciáveis. E isso agora concretamente, e não simbolicamente, ao preço do sangue Catarinense. É preciso dar um basta nisso! Marcha unificada, greve unificada, FORA COLOMBO & LHS !!! Vão querer negociar mais dinheiro federal para arrumar SC, que mentira… arrumar todos das SDR para a campanha deles. Ladrões da sociedade!

  • Adércio José Velter diz: 4 de fevereiro de 2013

    Caríssimo Moacir Pereira,

    Quero aqui denunciar o uso de meu nome em comentário postado na sua matéria: Resistências internas (04/02/2013), como também, solicito que seja identificado à origem de quem enviou. Venho esclarecer que, solicitei minha saída do Comando do Sistema à Secretária de Justiça e Cidadania, Senhora Ada de Luca, em razão de problemas de ordem pessoal. Ressalto ainda, que foi me oportunizado contribuir com indicação do agente penitenciário Leandro Lima como meu substituto. Sou agente penitenciário efetivo e tenho muito orgulho da classe que pertenço. Jamais faria um comentário tão insano e leviano, como foi colocado por algum marginal, que não é homem o suficiente para assinar e responder por aquilo que escreve. Agradeço a quem me confiou à honra de trabalhar como Diretor do DEAP – Departamento de Administração Prisional e a todos os servidores por sua lealdade, bem como, desejo sucesso A secretária Ada, ao Leandro e toda sua equipe. Se o Sistema Prisional ainda continua sendo conduzido a bom termo, é porque os AGENTES PENITENCIÁRIOS não se curvam às dificuldades e mazelas de tão desgastante função! Fraternal abraço a todos! Adércio José Velter – Agente Penitenciário.

  • o molusco diz: 4 de fevereiro de 2013

    Gavazoni já que todos sabem que é voce que manda no Governo de Santa catarina, exonere logo a Secretaria da Segurança Ada de Luca e o Secretario da Saude Dalmo de Oliveira para o bem do seu governo.

  • Jonas diz: 4 de fevereiro de 2013

    Moacir, não acredito no que li acima. Então foi o juiz de direito de Joinville quem autorizou a divulgação do vídeo sobre a ocorrência na cadeia pública em Joinville? Só esta “autoização” representa mais que todos os incêndios realizados. Ou seja, esse juiz é um incendiário, irresponsável…

  • Sérgio diz: 5 de fevereiro de 2013

    Caramba! Esse Beto Martins é mesmo polivalente!Já cantou músicas do também enjoado Fábio Júnior – “Caça e Caçador”(Blog-Moacir Pereira-05/10/2012).Ou seja,cantor,lutador de karatê e surfista nas sempre horas vagas.Agora,num estande de tiro.Está treinando para as olimpíadas? Em muito se assemelha ao ex-Presidente Collor.Aquele que passava a imagem de presidente desportista. Até no cabelo! Este é mais um “raposa da cabeça branca” da política de SC.Qual será o “tucano”da vez que deve estar mirando?Cuidado “tucanada”!Saíam da alça de mira dele(dar uma rasteira em companheiros do PSDB).Só espero que ele,não faça o que o Collor fez:voltou-se para a “magia negra”, ou comece a treinar “cuspe a distância”,para agradar o eleitorado.O turismo de SC precisa de seriedade!