Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Missão impossível 2 (abertura da coluna de 8 de maio - Upiara Boschi interino)

08 de maio de 2013 5

Em 2010, após um rodízio de tucanos na presidência do PSDB catarinense, o então governador Leonel Pavan convocou Beto Martins, na época prefeito de Imbituba, para comandar interinamente o partido nas articulações para a sucessão estadual. Missão: manter o partido razoavelmente unido, qualquer que fosse o caminho escolhido. Não era pouco, já que Marco Tebaldi e Gervásio Silva haviam falhado.

O partido teve que abdicar da candidatura de Pavan ao governo e ceder aos apelos da cúpula nacional e apoiar Raimundo Colombo (PSD) para manter intacta, ou quase, a aliança com DEM e PMDB. Mas saiu inteiro, com Beto Martins ganhando a projeção estadual e a fama de conciliador que lhe garantiram, este ano, o cargo de secretário de Turismo, Cultura e Esporte.

Em meio à nova crise, com intervenção branca do diretório nacional para evitar a derrota do senador Paulo Bauer para o deputado estadual Marcos Vieira na disputa pela presidência do partido, Pavan chamou novamente por Beto Martins. A maneira não poderia ser mais informal: uma mensagem de celular:

– Estou me licenciando por 30 dias da presidência para que o amigo seja presidente e nosso representante na convenção nacional.

Ontem, no início da noite, chegou o documento da direção nacional que tirou a última dúvida que restava sobre a prorrogação da eleição tucana: se o mandato de Pavan na presidência estava sendo prorrogado ou se seria escolhido um diretório provisório. O documento confirma a prorrogação até o dia 7 de julho.

Com a decisão do ex-governador de ceder o comando, caberá a Beto Martins repetir a fórmula de 2010: muita conversa e paciência. A expectativa é de que após a convenção de 18 de maio, quando Aécio Neves deve ser eleito presidente nacional da sigla, bombeiros da cúpula do partido venham a Santa Catarina auxiliá-lo.

Mas existe uma diferença entre o Beto Martins de 2010 e o de 2013. O assédio cada vez mais forte do PP, que lhe oferece melhores condições para concorrer a deputado estadual que o complicado ninho tucano.

Responsável pela articulação da aliança em 2010, Beto Martins volta a presidir PSDB.

Comentários

comments

Comentários (5)

  • Valmir diz: 8 de maio de 2013

    Caro jornalista, vc substima a inteligência mediana dos catarinenses quandos diz que: “O PSDB teve de abdicar da candidatura de Pavan”
    Abdiciar?? se esquece o nobre jornalista que Pavan foi acusado de corrupção passiva e ativa e formação de quadrilha, recebeu propina, fez advocacia administrativa em prol de empresas, etc, etc, e vc senhoria diz que o partido teve que abdicar da candidatura, faça-me o favor, não lerei mais o blog e a coluna até que o titular volte.

  • Thiago Martins diz: 8 de maio de 2013

    O Pavan pretende com esse gesto é colocar o Beto em maus lençóis, pois sabe que ele tende a deixar o partido rumo ao PP.
    Está certo o Pavan emendar essa responsabilidade ao Beto, porque ele, o Beto, sempre foi e continua sendo prestigiado pelo seu partido e chegou onde chegou pelo apoio incondicional do PSDB. E agora, mesmo ocupando um cargo de tamanha desenvoltura, dado a ele pelo PSDB em detrimento de muitos outros pretendentes, está de malas prontas para ir para o PP.
    Porque? Pelo simples motivo de se mais fácil se eleger deputado. Ou seja, chegou onde chegou, a ponto de ser candidato a deputado, por causa do apoiomdomPSDB e agora quer TRAIR a todos e deixar o partido.
    Mas quem conhece o Beto Martins mão se surpreende com sua atitude. Sempre foi assim em toda sua vida. Sempre cresceu pelas mãos de alguém e depois nãos faz cerimonias pra TRAIR quem o ajudou.

  • Rafael Mattos diz: 8 de maio de 2013

    Esse é o estilo Beto Martins: USAR, SUGAR O QUE PODE DO “ALIADO” E ABANDONAR.

  • marcelocardosodasilva diz: 9 de maio de 2013

    …que papo “brabo” é este de fechar ÔÔ PSDB catarinense;;; e à tropa em peso se mudar de mala e cuia para ÔÔ colo do “Coroné KKKaise”; nesta nova velha tática da “cortina de fumaça”!!!…………Vão tudo virá “socialista”, sob ÔÔ manto do PSB do ALtttóff stroggonóff???