Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A Epagri e a agricultura familiar

31 de julho de 2013 3

A produção da agricultura familiar de Santa Catarina continua avançando e com crescente qualidade.  Isto ficou evidenciado na Expo Concórdia, realizada recentemente com apoio da Epagri, a Empresa de Pesquisa Agropecuaria e Extensão Rural de Santa Catarina, sucessora da histórica Acaresc, que continua prestando serviços extraordinários aos produtores catarinenses.

O presidente da estatal, Luiz Carlos Hessmann, que realizou um trabalho histórico no setor agrícola, quando coordenou os trabalhos do Programa Microbacias, do Banco Mundial, registra esta nova fase da agricultura familiar que, segundo avalia, tem registrado mais vendas e mais lucros para os agricultores catarinenses.

A ilustração mostra geleias ecológicas produzidas na região de Concórdia pela Coppropi(Cooperativa dos Produtores de Piritiba) , Cpami (Cooperativa dos Produtores Agroindustriais do Município de Ipira), Copafac (Cooperativa de Produção Agroindustrial de Concórdia) , incluindo vidros embalagens criativas e modernas, geleias de manga com gengibre e de figo com nozes.

Mel de abelha, também, em novas embalagens, levam o selo da Cecaf-Central de Cooperativa da Agricultura Familiar e produção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Concórdia.


Produtos da agricultura familiar: valorizando os agricultores e as familias de SC



Comentários

comments

Comentários (3)

  • Cláudio diz: 31 de julho de 2013

    A agricultura familiar em Santa Catarina além de tradicional, é o lastro que mantém muitas famílias unidas no interior. Devemos rezar para que jamais o governo do estado tente intervir nessa tradição. Apenas subsidiando as despesas deles durante as intempéries já está bom.

  • gualberto cesar dos santos – fln.sc - diz: 31 de julho de 2013

    Maior carteira em numero de mutuários em crédito rural no Brasil – Banco do Brasil e Besc e quiça na A Latina. Alto Vale do Itajaí. Se deve bastante aos técnicos da Acaresc que muito fez e mais poderia ter feito não fosse a corporação. Sempre dependente do Governo e dos secretários da Agricultura e Abastecimento – vinculados a correntes políticas dominantes dos grupos econômicos influentes desde o PSD e UDN.

  • marcelocardosodasilva diz: 1 de agosto de 2013

    …Merenda Escolar em Sta. Catarina deve ser “exclusiva/INclusiva”;;; abastecida com à produção “Da Agricultura Familiar”!!!………….Quanto “TEMPO” levará esta “ABERRAÇÃO” denominada “TERCEIRIZAÇÃO DA MERENDA”, criando “caixa prá eleição”