Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Governo estadual chega a acordo com delegados

15 de agosto de 2013 55

Em conversa agora à tarde com os secretários Antonio Gavazzoni (Fazenda), Derly Anunciação (Administração) e o procurador geral do Estado, Leandro Zanini, foi finalmente encaminhado o acordo salarial com a Comissão de Mobilização da Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol), liderados pelo delegado Renato Hendges. Só falta passar pela assembleia da categoria.
Os termos serão divulgados após a assembleia.

Foto: Aline Cabral Vaz, Divulgação

Comments

comments

Comentários (55)

  • Paulo Cezar diz: 15 de agosto de 2013

    Interessante!!!Com os delegados foi rapidinho, por que será? E para o restante dos policiais? Migalhas? Vergonha!!!!!

  • Flávio Fantini diz: 15 de agosto de 2013

    É o Governo dividindo a categoria.
    Aos Delegados, parabéns! Conseguiram.
    Mas parabéns aos que apoiam as reivindicações da base, aos outros, que ferram os policiais da base, quero ver investigarem sozinhos, escutarem interceptações, fazer campana, estourar casa de vagabundo, etc.
    Sem uma proposta decente, por parte do Governo, para os agentes e escrivães a Polícia Civil de Santa Catarina não vai mais trabalhar ( greve branca ).
    Agora para a base (agentes e escrivães ) principalmente os Investigadores, que viram as broncas ( elucidam os casos ) oferecem os míseros 60%, em cima do salário base de R$1.287,17, divididos em 3 vezes.
    O que da um aumento R$772,302, divididos em 3 vezes = R$257,434 de aumento por ano.
    Ou seja, em janeiro de 2016, quando cair no contracheque a última parcela do aumento, vamos continuar recebendo o pior salário do país.
    Cargo de nível superior com remuneração de nível médio

  • marcus mazzucco diz: 15 de agosto de 2013

    é os delegados de policia civil que pelo jeito não são policiais civis já conseguiram, agora só falta o governo negociar com a gente, os verdadeiros policiais civis. OPERAÇÃO PADRÃO JÁ!

  • MARCIO diz: 15 de agosto de 2013

    FARINHA POUCA MEU PIRÃO PRIMEIRO…O QUE OS FUNCIONARIOS PUBLICOS CONCURSADOS ESTÃO ESPERANDO PARA PARAR O ESTADO COM UMA GREVE GERAL?????? CHEGA DESSE NEGOCIO DE TER DINHEIRO APENAS PARA “ALGUNS” ENQUANTO A MAIORIA DOS FUNCIONARIOS PUBLICOS PASSA FOME….GREVE GERAL JÁ!!!!! ACORDA SINTE/SC AGORA É A HORA

  • Rodrigo diz: 15 de agosto de 2013

    Só um aviso: VAI DAR MERDA SR. RENATO HENDGES, DEMAIS MEMBROS DA ADEPOL E DELEGADOS QUE CONCORDAM COM ESSE TIPO DE TRAIRAGEM. Esperem pra ver…

  • policial civil diz: 15 de agosto de 2013

    Eu sou mais um que vou embora da polícia civil. Estou estudando para ingressar no Poder Judiciário. Vou trabalhar das 13h as 19h, carimbar papel, carregar processos e ganhar o triplo do que eu recebo como policial. Parabéns para quem fica. Lembrando que os casos de exonerações a pedido na PC são altíssimos. Motivo? Baixo salário. Desse jeito só vai ficar na Polícia quem é delegado.Parabéns ao fraco “governador” Colombo. Nunca na história de SC tivemos um governador tão fraco, tão influenciado, mal assessorado, inimigo dos servidores públicos que realmente trabalham e prestam o serviço para o cidadão catarinense. Uma vergonha, uma lástima e isso vai ter que acabar em 2014, junto com esses cabides de empregos que chamam de secretarias regionais, que sugam os recursos da saúde, educação e segurança.

  • Salete diz: 15 de agosto de 2013

    Farinha pouca, meu pirão primeiro! Parabéns senhores delegados pela conquista na negociação.
    Na operação veraneio quem sabe o governador convoque os delegados com a diária de r$100,00 para trabalhar. Hummmm, será que os senhores irão aceitar?

  • faminto e desvalorizado diz: 15 de agosto de 2013

    Mais uma vez a rasteira foi dada, e nós do baixo clero continuamos com as migalhas,,,,, ate mais, tenho que ir pro bico ganhar um extra. A proposito senhor Moacir, talvez o senhor não tem um servicinho pra mim, pode ser limpar seu quintal, eu aceito, não tenho vergonha de trabalhar ainda mais sendo um trabalho HONESTOOOO

  • Sérgio diz: 15 de agosto de 2013

    E o pessoal do IPREV,SEA e PGE “acreditando” no que querem ouvir .Vão a luta,pessoal!Caso contrário,vão ficar esperando!Bem.Muito bem.Vão continuar vivendo de esperança.

  • Samuel diz: 15 de agosto de 2013

    Todos rindo à toa com salários que vão pra casa dos 25 mil, enquanto isso a base recebendo 2,5 mil. E não vai ser diferente da PM.

  • PC desvalorizado diz: 15 de agosto de 2013

    Olhem o sorriso de deboche nos rostos destes senhores, enganamos todo munda,kkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Professor de História diz: 15 de agosto de 2013

    A maior injustiça que pode ser feita numa classe , dividir para somar. O governador realmente não valoriza os que mais se sacrificam no trabalho , e menos ganham.

  • Professor de História diz: 15 de agosto de 2013

    A maior injustiça que pode ser feita em uma classe , dividir para somar . O governador realmente não valoriza os que mais se sacrificam no trabalho e que menos ganham.

  • Anderson diz: 15 de agosto de 2013

    Vergonha! E os outros policiais civis?

  • celso francisco peres diz: 15 de agosto de 2013

    Que vergonha. Que exemplo de caráter. Até imagino o que alguns desses senhores estavam pensando (dane-se o resto, o meu primeiro).

  • ROberto.br diz: 15 de agosto de 2013

    É… Todo mundo com o sorriso no rosto, como sempre, os maiores comendo os pequenos… A desigualdade que corrói o Brasil!!!

  • Mácio diz: 15 de agosto de 2013

    Polícia é feita só com delegados mesmo, falta de respeito com o resto do funcionalismo da segurança. Exige nível superior mas trata como se fossemos analfabetos. Sou policial militar, mas já vi esta história antes em meus 17 anos de corporação, a alguns o bônus, para os demais o ônus. Colegas, é bom nós, nossos familiares e colegas se lembrarem bem disso nas próximas eleições, fora isso precisamos buscar meios legais e justos de exigir melhores condições a todos, fica aqui meu desabafo…………… tenho pós graduação, mas sou tratado como um imbecil, no estado propriamente dito do termo, segundo a Doutrina do Direito penal, acho que todos nós estamos com o nosso desenvolvimento mental incompleto!

  • fabio diz: 15 de agosto de 2013

    Uma vergonha. Como aconteceu antes. Os Delegados e Oficiais da PM tiverão R$ 2.000,00 em uma única parcela. Por outro lado os agentes de Policia cívil, Agentes Prisionais e Policiais Militares Praças uma miséria parcelada em várias vezes. Tem que colocar os delegados e Oficiais da Polícia Militar na Rua para ver como é a pressão.

  • Policial Civil Morando na Favela diz: 15 de agosto de 2013

    Contracheque de um Agente da Polícia Civil de Santa Catarina em início de carreira
    VENCIMENTO______________________________ R$1287,17
    HORA EXTRA( 40 HORAS )___________________ R$ 463,38
    HORA ADICIONAL NOTURNO ( 90 HORAS )______ R$ 173,76
    ABONO 1_________________________________ R$ 108,00
    AUXILIO ALIMENTAÇAO ( 20 DIAS )___________ R$ 240,00
    ADICIONAL DE ATIVIDADE POLICIAL __________ R$ 257,43
    ABONO 1 A1 LC451/09 _____________________ R$ 194,40
    GRATIFICAÇÃO REPRESENTAÇÃO POLICIA _____ R$ 270,00

    TOTAL DE PROVENTOS: R$2.994,14 – AGENTE NÍVEL I – NÍVEL SUPERIOR

    AUMENTO PROPOSTO PELO GOVERNO:
    60% em cima do Vencimento, em 3 vezes, última parcela em DEZEMBRO de 2015.

    Vencimento = R$1.287,17

    60% em cima de R$1.287,17 = R$772,30

    Dividido em 3 vezes = R$257,43 por ano!

    É uma ofensa essa proposta! Vamos cair do penúltimo para o último lugar no ranking dos salários das Polícias Civis do Brasil.

    Vergonha para Santa Catarina.

  • Praças Novamente Passados para trás diz: 15 de agosto de 2013

    Sr. Moacir, e todos os cidadãos catarinenses, principalmente os eleitores de 2014, existe algum pingo de credibilidade do que fala esse Governador e seus secretarios??? A questão de uns quinze dias atrás o Governo divulgou uma nota informando que os gastos com a folha de pagamento está no limite da responsabilidade fiscal e que não poderia dar aumentos aos funcionários públicos e agora o Governo e os Delegados emitem essa nota informando que já acertaram com os Delegados e de quebra o mesmo que será acertado com os Delegados será acertado com os Oficiais da Polícia Militar. Sabe por que os termos do acerto não forma divulgados né, mas vamos fazer de conta que a população catarinense não sabe e eu vou explicar. Os Oficiais e Delegados passaram a ganhar R$ 18.000,00 mensais, serão equiparados aos salários de promotores de justiça, e esse governo não fica nem com vergonha de fazer um acordo desses e dizer que não pode dar aumento para os praças e os Agentes, Escrivães e Psicólogos da Polícia Civil??? Como tem dinheiro para os oficiais e Delegados e não tem para o restante dos policiais civis e militares???
    Vocês já imaginaram População Catarinense, se os praças e os agentes e escrivães de polícia pararem de trabalhar, quem irá atender vocês e irá atrás de prender bandidos. Me digam quem aqui nesse estado é atendido por um Delegado ou um Oficial da Polícia Militar, ficam sempre escondidos e só servem para aparecer para as cameras de televisão, depois que os policiais de verdade já fizeram todo o serviço pesado.
    Nada contra ao aumento conquistado pelos Delegados e pelos Oficiais da Polícia Militar, que como já disse, irão ganhar os mesmos aumentos e mesmas vantagens dadas aos Delegados, só espero que a imprensa que seja imparcial e cobre explicações junto ao governo sobre o por que de dar um aumento expressivo de salário somente para uma categoria e deixar os demais vivendo com salários de miséria e condições de trabalho sub-humanas.
    Outro Detalhe o Governo sempre divulgou que irá dar aumento iguais para todos os funcionários da Segurança Pública, será que agora ele irá cumprir com a palavra dele, ou novamente irá desonrar sua palavra e não irá dar o mesmo aumento de salário para todos os integrantes da Segurança Pública???
    Mas o SINPOL, já está programando a operação CUMPRA-SE A LEI, onde os Delegados realmente terão de fazer seu serviço de Delegado e terão de estar presentes em todas as ações dos Políciais Civis, espero que a APRASC, seja inteligente e também elabore uma forma de protesto, caso os praças novamente sejam passados para trás pelo Governo que diz não ter dinheiro para dar aumento ao funcionalismo público.

  • Santana diz: 15 de agosto de 2013

    Passe a frente. O Sr Raimundo Colombo está agindo igual ao Ex Gov. Paulo Afonso. Só não se esqueça que o voto do funcionario público fez falta p/ o ex Governador. Você Sr Raimundo Colombo está sendo esculachado nos Quatro cantos do Estado como o pior Governador de todos os tempos.
    Pior até que o ex Gov Luiz Henrique.

  • fernando diz: 15 de agosto de 2013

    Quando não se investe em educação, tem que investir em delegacias mesmos, a começar pelos delegados, inversão de valores do caramba, na minha opinião todos tem que ganhar bem a começar os professores, que ganham uma miséria … esse governo vai se ferrar, tamanha ineficiência … isso porque o lema era ” as pessoas em primeiro lugar” mais percebesse que é a corja em primeiro lugar … parabéns governador a saúde esta parecendo um açougue , o senhor não tem pena do povo? E qdo só se pensa no poder provavelmente não se pensa não …

  • Joca diz: 15 de agosto de 2013

    Todos rindo a toa, se regozijando, sempre foi e sempre será assim, a peãozada que se exploda, por que eu odeio POBRE… Vivemos num mundo de faz de conta, chegada a hora de voltar a estudar e dar um pé nesta instituição onde se trabalha a bel prazer de três ou quatro, levando chibatada no lombo para derrubar grandes broncas para por em evidencia o sr delegado, esse sim tem que correr atrás, afinal faz parte do clero e ganha muito bem pra isso, agora não esperem muito de mim, vou estar cuidando dos meus bicos e estudando pra ir pra um lugar decente. Aconselho que façam o mesmo, ascendam para chegar ao topo, do contrário morrerão à mingua.

  • almanaque do roberto diz: 15 de agosto de 2013

    A empresa Orsegolpes que faz a segurança na entrada da RBS TV, lá no Morro da Cruz,deve ser a mesma que faz a segurança no IEE.

    Veja a diferença: na RBS TV os seguranças são bem vestidos e educados.
    No Instituto Estadual de Educação,os seguranças são mal encarados,mal vestidos,usam capuz sobre o uniforme,fumam no portão de entrada da instituição,fazem malabarismo com o cassetete de madeira,etc…Sendo que a empresa de segurança da RBS TV e do IEE,são do mesmo grupo.

  • A PC vai Acabar!!! diz: 15 de agosto de 2013

    Parabéns aos Delegados, é uma importante conquista para a categoria.
    Mas e seus agentes, escrivães e psicologos??? Vão continuar ganhando miséria e trabalhando 60 Horas por semana, sendo que o Estado só paga 40???
    Então, senhores Delegados, se não houver união com a base, peça relatório de investigação ao Governador! Quando estiver em um tiroteio, peça cobertura para o Governador! Quando não tiver escrivão de carreira na delegacia, peça pro Governador ser escrivão ad hoc! Quanto quiser interceptar ligação telefonica de bandido, peça pro Governador ficar 24hrs fazendo escuta e depois a transcrição!

    O que a merda de um Delegado faz sem o trabalho de seus agente? NADA! O que Delegado faz é apenas relatar o que lhe foi fornecido pelos seus agentes, relata o que o agente fez pra desvendar o crime. É a base que resolve a bronca, o delegado só relata.

    Já que o tratamento será esse, então TE VIRA!

    A Polícia Civil vai acabar!!!

  • Zóio diz: 15 de agosto de 2013

    Cada um ganha o quanto merece.

  • Enio Colini Gonçalves Filho diz: 15 de agosto de 2013

    Um Instituição Pública, não é só integrada por uma categoria, dando aumento diferenciado, o governo cria clima negativo na Instituição, refletindo em péssimo atendimento ao público, em suma que paga é o contribuinte, lembro um escritor americano, ” se cada qual pensar em si, toda a sociedade acaba se dissolvendo” mais o governador pode ficar tranquilo que outubro de 2014, está chegando.

  • Carlos Eduardo Silva Jr diz: 15 de agosto de 2013

    Na verdade o governo estava negociando e o SIMPOL pisou na bola e deflagrou manifestos e estado de greve. Daí ficaram de fora das conversas e vão ganhar aquilo que os outros definirem. Reclamem pro seu sindicato, pois eles que fizeram a estratégia errada.

  • Rodrigo diz: 15 de agosto de 2013

    Ah, esqueci de uma coisa, delegado é função, não profissão. A profissão dos delegados é POLICIAL CIVIL, a adepol é uma associação, não sindicato, não sei como consegue negociar com o DESgoverno. Se os delegados querem representação sindical, que se associem ao Sinpol. Cambada de…

  • professor diz: 15 de agosto de 2013

    O piso da PC vai p/ 6,6k e o teto dos agentes p/ 11k e mesmo assim estão reclamando. Enquanto isso o professor que merecia ser a categoria mais valorizada está com o piso em 1,5k.

  • Augusto diz: 15 de agosto de 2013

    Mais uma vez praças da PM e agentes da PC ficando a ver navios, entretanto os tempos são outros. Soldados e agentes tem 3º grau, sabem de seus direitos. O governo acha que dividindo a corporação conseguirá fazer passar essa merreca que está oferecendo para a base. Quero ver os delegados trabalharem no cumpra-se a lei que está chegando. Espero que a APRASC também lute como o Simpol está lutando. É uma vergonha o que o governo está fazendo com a base e ainda tentando jogar a PM contra a Civil. Nada contra os Delegados e Oficiais ganharem bem, mas os verdadeiros policiais, aqueles que correm o risco de morte todos os dias tem que ser valorizados.

  • Observer diz: 16 de agosto de 2013

    Eu fico imaginando qual foi a CHANTAGEM, ops, quer dizer, argumento, usado pelos delegados para que o acerto se desse tãoooo rápido. Será o caso escandaloso do HPM que até hoje não deu em nada e deveria ter sido investigado por eles? Bom, “informações para barganhar” os delegados tem de sobra.

    Concordo com alguém que disse que eles deveriam ser obrigados a cumprir suas funções, É uma vergonha esse funcionalismo público que só aumenta o salário e cada vez trabalha menos, ainda tem a cara de pau de reclamarem. E não se esqueçam: delegado é NADA sem um apoio operacional. Não adianta contar apenas com os puxa sacos para operações que na maioria das vezes servem só puxar saco mesmo.

  • marcio diz: 16 de agosto de 2013

    ENTRARAM EM UM ACORDO????´QUEM NÃO ACEITARIA A PROPOSTA FEITA PELO GOVERNO AOS DELEGADOS…SÓ UM DELEGADO IDIOTA NEGARIA RECEBER 18.000 MIL REAIS INICIAIS E 26.000 NO FIM DE CARREIRA…POR QUE O GOVERNADOR ACEITOU A PROPOSTO APRESENTADA PELOS DELEGADOS E NÃO ACEITOU A DA BASE QUE REALMENTE TRABALHA E SE DEDICA? POR 18.000 MIL REAIS EU ESPERARIA ATÉ 2016 SEM PROBLEMAS…ACORDA RAIMUNDO O GAVAZZONI ESTA TE ENTERRANDO, QUE INJUSTIÇA UM POLICIAL CIVIL (AGENTE E ESCRIVÃO) GANHAREM MENOS DE 30% DO QUE GANHA UM DELEGADO….

  • Policial diz: 16 de agosto de 2013

    Sempre foi assim e sempre será!!! Em 2002, quando fazia academia de policia, aconteceu um fato no qual um delegado acabou agredindo fisicamente uma escrivã de policia durante um plantão policial. Tal fato causou muita indignação por parte dos alunos escrivães e investigadores. Durante uma palestra um aluno escrivão teve a infelicidade de comentar o assunto diante de algumas autoridades, gerando um desconforto visível a todos. No outro dia, o mesmo aluno que comentou foi “OBRIGADO” a se retratar publicamente, sob pena de ser expulso, pois até então não éramos policiais, apenas alunos. No mesmo dia, o aluno DELEGADO (….) ao discursar a todos disse: “não estamos aqui para fazer amigos, se for para fazermos amizades, teríamos que estar em uma colônia de férias”. E foi pela primeira vez que escutei a frase “a Policia Civil de SC é para Delegados, o restante é lixo”. Fazer policia judiciário somente com Delegado???Não dá!!! E eles que eram contra a PEC 37!!! Ta ai a resposta.

  • PROFESSOR diz: 16 de agosto de 2013

    Moacir,você viu a cara de pau do secretário da educação no jornal do almoço de hontem.Onde está a revitalização da tabela do plano de carreira do magistério?Por que ele não falou no maior achatamento de salário da história.E a imprensa?esqueceu de cobrar o governo pelas promessas para com a categoria?

  • Jenny diz: 16 de agosto de 2013

    Qual o teor deste acordo??

  • Varão de Plutarco diz: 16 de agosto de 2013

    Parabéns, Delegados… finalmente saiu um acordo que já vinha sendo desenhado há anos. Aos comentaristas acima: Polícia Judiciária não se faz sem agentes, nem sem Delegados. A proposta foi igual para as duas categorias – 60% em três vezes. Os Delegados aceitaram, o Sinpol não. Sentem à mesa e façam um acordo. Agora, srs Delegados e Agentes, lembrem-se: acordo não é Lei. A 254 ainda não foi cumprida, então, cuidado na comemoração.
    Outra coisa: o que os Oficiais tinham que vir à reboque???

  • tira diz: 16 de agosto de 2013

    É um baita salário para quem só assina e olha la….
    E os substitutos, bando de vadio. Ganham 8 mil e sequer trabalham…

  • Cidadão Realista diz: 16 de agosto de 2013

    Pessoal, vamos combinar uma coisa? Quer ganhar igual Delegado, faz concurso p/ Delegado. Quer ganhar igual Juiz, faz concurso p/ Juiz. Quer ganhar igual professor, faz concurso p/ professor. Se não está contente com seu salário faz outro concurso, pois eu aposto que tem muita gente por aí querendo ganhar 6 mil iniciais. Tem engenheiros, professores, gerentes de empresa que não ganham isso nem em final de carreira. Será que se o governador oferecesse 6 mil iniciais p/ a saúde e a educação eles estariam reclamando tanto como vocês?

  • Leitor diz: 16 de agosto de 2013

    Fizeram a estratégia errada… agora toma! E parem de apelar à APRASC. No início estavam tocando o cacete em oficiais e praças da PM e BM e defendendo os delegados. Agora viraram amiguinhos dos praças. Vai lá negociar com essa arrogância, “carreira técnico-jurídica”.
    Vai ser igual os 250 reais de abono: se não fosse a PM, vocês estavam sem nada.
    Mas a história é cíclica: vão no vácuo da PM (que era bem o contrário do que estavam argumentando) e nos próximos anos voltarão a atacar os militares…
    Toma. Tomara que fiquem sem nada!

  • Roberto diz: 16 de agosto de 2013

    A tríade do Poder Executivo atual são os Procuradores do Estado, Delegados de Polícia e Defensores Públicos. Felizmente, o governador acertou ao valorizar os Delegados de Polícia, embora nunca tenha deixado de valorizar os procuradores (se é que isto é verdadeiro: ouvi dizer que, até agosto de 2014, é tudo válido: após só promessas de que irão cumprir). E os Defensores Públicos ficarão de fora?
    Outro detalhe: a base deve ser valorizada também na devida proporção de suas atribuições: 1/4 do que se ganha à autoridade máxima é justo até 75% como teto: isto é adotado na Justiça Federal, Justiça Estadual, PGE, MP, Receita Federal, enfim, em todos órgãos públicos. Ou alguém acha que um assistente da Defensoria deveria ganhar o mesmo que ganha um defensor? Para isto, existe concurso público: estude muito, faça-o e seja aprovado que você ganhará o mesmo valor.
    Um abraço.

  • RUBENS AGUIAR diz: 16 de agosto de 2013

    Moacir,
    Será que o enterro da CPI das Águas proposta pelo delegado deputado Maurício Skudlak foi a moeda de troca para acerto com os delegados.

  • Alexandre diz: 16 de agosto de 2013

    Me deu vontade do vomitar ao olhar essa foto.

  • jose geraldo novelatto diz: 16 de agosto de 2013

    e tem mais dia 29 de agosto o estadinho vai parar e acabar de vez com essa poca vergonha GREVE GERAL GREVE GERALDO.

  • Indignado diz: 16 de agosto de 2013

    Gostaria de parabenizar a todos os delegados que participaram das negociações e aos que não tiveram a iniciativa de serem contra a este descaso e traição, parabéns pela importante conquista para da categoria.

    Desta forma demonstram que verdadeiramente que não são Policiais Civis, somente delegados… Que pena… Na academia chamam a Policia Civil de “Família”, mas na realidade não é isso que vemos no dia a dia… (O INIMIGO ESTÁ DENTRO DE CASA).

    Muitos colegas se manifestaram, mas sabemos que nada disto vai adiantar o que está feito, está feito, eles irão receber o que lhes foi prometido, enquanto que nós POLICIAIS CIVIS, vamos continuar lutando por um salário digno, a altura de nossas responsabilidades.

    Mas que fique muito bem claro, que apartir de hoje nós POLICIAIS CIVIS, façamos valer os nossos direitos e deveres, PARA TODOS, INCLUSIVE PARA A NOVA CATEGORIA EM SEGURANÇA PÚBLICA “OS DELEGADOS”.

    OPERAÇÃO CUMPRA-SE A LEI!

    OPERAÇÃO PADRÃO JÁ!

    ACORDA RAIMUNDO O GAVAZZONI ESTA TE ENTERRANDO…

  • Fui Embora! diz: 16 de agosto de 2013

    Graças a Deus, não estou mais nesse sofrimento! Só lamento algo em relação ao cargo de comissário e depois agente pelo qual trabalhei durante 14 anos: EU FUI EMBORA TARDE! Quanto pedi exoneração, não olhei pra trás, levantei a cabeça e segui em frente. Hoje sou 10 vezes mais realizado, porém, o sangue de tira ainda corre nas veias e quando vejo um fato desses ocorrendo, fico triste e indignado. O PRINCIPAL MOTIVO DE TER IDO EMBORA, FOI ESSE GOVERNO DE MER.. QUE SEMPRE SOU SER UMA BOSTA. Vai um conselho: NÃO ACREDITEM EM CONTO DE FADAS, POIS ISSO NÃO EXISTE. SER TIRA É BRILHANTE, MAIS TER FAMÍLIA É MUITO MAIS GRATIFICANTE.

  • gelson algemiro machado diz: 16 de agosto de 2013

    EU ACHAVA QUE SABIA DE TUDO….mas hoje, num site de notícias, eu soube que o CONGRESSO NACIONAL(SENADO E CÂMARA), BEM COMO O PALÁCIO DO PLANALTO, possuem atendimento médico no HOSPITAL ALBERT HEINSTEIN PAGOS PELOS COFRES PÚBLICO.??????????!!!!!!!!!!Eu, idiota, acreditava que eram os próprios políticos que pagavam algum plano particular……burro……me refiro a mim mesmo…..o melhor hospital do país, o melhor equipado, as melhores equipes, os melhores dos melhores..NÓS, POVO, PAGAMOS A CONTA PRA ESSE BANDO DE LADRÕES QUE….NÓS….ELEGEMOS…NÓS…NÓS…..e aqui, em nosso Estado, nosso Governador RAIMUNDO COLOMBO, eleito pelo meu, pelo seu voto….dá aumento aos delegados de polícia, não que não mereçam….mas, e nós, servidores da segurança pública, da saúde, da educação..????1!!!!!somos o quê????Sou Policial Civil, e cada dia mais desacredito em NOSSO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO!!!!!

  • Sandro Souza diz: 16 de agosto de 2013

    Os agentes não precisam de greve para que tudo páre nas delegacias, precisam apenas cumprir o Código Processual e não mandar ouvir mais ninguém sem a presença do delegado de polícia, como manda a LEI…é claro que algum DESEMBARGADOR poderá emitir liminar obrigando-nos, afinal de contas o Tribunal de Justiça tem tradição de confirmar ilegalidades do governo, afinal, ganham bem para isto…Mas devemos manter o pé firme, e entrar com pedido de avaliação de possível INTERPRETAÇÃO POLÍTICA que poderá vir do TJSC. Ahhh, detalhe, policial estão aguardando a anos decisão para correção das horas trabalhadas e não pagas, a fila só cresce, e o TJSC só põe na gaveta….ninguém é idiota que não tem certeza de decisão política….

  • Kelson Talibã diz: 16 de agosto de 2013

    Nesta fase onde fomos mais uma vez “esquecidos”, não há como comparar velhas frases, escritas por ai: Sem Jesus, sem nada – Sem Estrada, Sem Voto – Sem Caminhão, Sem Progresso – Sem AGENTE, Sem POLÍCIA.

  • Tromba de Ganescha Columbiforme diz: 17 de agosto de 2013

    Muito sensato o comentário acima de um tal Roberto, embora discorde em partes da importância e da composição de tal tríade para o Poder Executivo, já que a Policia Militar na qualidade de instrumento repressor, mantenedor da ordem Publica e de demonstração e ostentação de força por parte do estado com certeza é o alicerce de toda esta tríade citada pelo comentarista Roberto. Muito feliz em seu comentário também no que diz respeito à valorização da base, pois existe lei que regulamenta que o maior salário não poderá ser quatro vezes maior que o menor vencimento. Pronto era só aplicar a lei agora que estava tudo resolvido com um piso de aproximadamente R$ 6.500,00 para a base, o que seria muito bom. Porém não e esta a proposta real que esta sendo feita para a Base da Policia Civil e da PM neste instante, o que novamente esta sendo feito é criar um abismo salarial enorme entre as classes, por que o que o governo esta propondo é um achatamento de classes para a Policia Civil não criando vagas nas classes mais elevadas, e um aumento de 60 % escalonado em três anos sobre o salário base, que calculando a grosso modo ficaria em torno de R$ 700,00 reais, pagos em três anos á terminar no inicio do ano de 2016 quando este Colombo nem será mais governador. Pois então com certeza com esta proposta não se faz justiça salarial como um todo sequer respeitasse a proporcionalidade entre os salários, e tal proposta de maneira alguma é boa para a base (PM e PC) e sim tão somente para os Delegados e Oficiais da PM, então o que se tem até o momento é o Governo de Santa Catarina brincando com os números fazendo cálculos miraculosos e querendo enfiar na cabeça da população que os agentes e praças não querem aceitar R$ 6.500,00 reais de salário base inicial quando isto de maneira nenhuma condiz com a realidade da proposta ate o momento apresentada pelo governo.

  • SANDRO SOUZA PC diz: 17 de agosto de 2013

    Calma gente, antes de qualquer coisa temos que considerar o seguinte:
    1) a informação partiu do governo, que mente muito….e tem interesse em distorcer os fatos
    2) os sindicatos estão negociando separadamente, e os delegados podem ou não fechar um acordo antes que agente; alguém tem que ser o primeiro, extra-oficialmente.
    3) não há negociação fechada coisa nenhuma, tem aquele leva e trás de idéias discutidas, e por enquanto nada no papel; normalmente usado pelo governo para confundir.
    4) Tudo que os delegados conseguirem, será melhor para nós, pois usaremos como base de negociação…
    5) Os delegados tem pontos da negociação (data da efetivação do pagamento) mais rígidos que nós, por exemplo.
    6) Temos que está prontos para rebater na Assembléia Legislativa, qualquer atentado contra a paridade de 1/4 da LEI 245.
    7) Apesar de não podermos acreditar nos julgamento POLÍTICOS do TJSC, temos o código processual que limita e especifica as atribuições dos delegados, então CUMPRA-SE A LEI.
    8) Os delegados são nossos parceiros, mesmo que fechem seu acordo antes que nós, pois poderão nos ajudar na prática quando partimos para o radicalismo, infelismente próvável.

  • Observer diz: 18 de agosto de 2013

    Cara, não sou policial mas fiquei me perguntando em que planeta vive o sr. Sandro Souza: ele diz que “os delegados são parceiros e que eles poderão ajudar na prática a conseguirem uma negociação”. kkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    E você acha que alguém que já não se preocupava com uma categoria que não é a sua irá se preocupar em conseguir algo para os que estão “abaixo” deles, depois de conseguir o que queria?!?!?! Cara, tu só pode ser puxa-saco profissional de delegado, oficial da PM e de políticos, pra pensar em algo assim.

    Como cidadão, eu vejo o que é óbvio. Não há sintonia, não há atendimento por delegados quando deveria ter, e não há comprometimento dos delegados e oficiais PM de nosso estado. Há um comprometimento sim em atender aos seus interesses particulares, muito dinheiro, vaidade, poder, status e mais dinheiro envolvido ainda.

    Uma sociedade que almeja tentar ser minimamente justa, não deixaria essa diferença absurda acontecer dentro das polícias. Para exercer suas funções adequadamente, um oficial PM e um delegado, que ganhe na casa dos 20 mil reais, por ex, precisa de outros tantos abaixo de sua hierarquia para que a coisa funcione. E rebaixar, humilhar e menosprezar quem trabalha com isso, é uma ideia estúpida, mas que ainda é vigente em nossa sociedade. Enquanto forem tratados como peões de obra (que tb merecem ser respeitados), os conflitos vão continuar.

    O que acontece nas polícias e tem estado em vigor a décadas é o seguinte: > o topo ganha muito, mas muito além do que está abaixo;
    > o que está abaixo é mal remunerado e menos equipado, são os que mais precisam de equipamento e materiais, mas são os que recebem os piores e usados, pois os novos vão para os do topo, que não usam ou não precisam tanto quanto os de baixo;
    > os trabalhos não são bem feitos pelo topo, que cobra do que está abaixo; > o que está abaixo reclama, reclama, pois nem sempre consegue atender ao topo;
    > o topo finge que não ve, enquanto não o incomodarem nem cobrarem dele maior esforço e comprometimento, desde que seu pomposo salário continue na conta;
    > o topo escala um puxa-saco profissional pra elevar eu ego e sua moral perante ele mesmo;
    > os de baixo se acostumaram a reclamar, mas é um circulo vicioso que vem de cima, então não dão bola;
    > os de baixo usam as forças policiais como um trampolim para outros cargos públicos, muitos nem se comprometem com o trabalho, só querem o dinheiro para poder se manter e estudar para outro cargo melhor, fazendo com que a vocação e comprometimentos fiquem em segundo plano;
    > as forças policiais continuam com problemas de efetivos, pois o desanimo generalizado e o entra e sai de gente continua deixando o contigente menor do que o necessário;
    > quem ta a muito tempo nesses cargos acaba segurando mais que outros, para os que estão no topo e pros que estão apenas “de passagem” pelas polícias. A malandragem se cria e a ineficiência dos serviços impera. Ninguém do topo quer se comprometer e fazer mudanças e dar exemplo;
    E a história continua…

  • sc diz: 18 de agosto de 2013

    parabens aos delegados pela conquista. parabens também a todos os agentes que trabalham no sistema de vassalagem. nossa desvalorização vem de nossas atitudes.

    Vassalagem é um nome comum e econômico que foi usado principalmente na Idade Média onde um indivíduo, denominado vassalo, oferece ao senhor ou suserano, fidelidade e trabalho em troca de proteção e um lugar no sistema de produção. As redes de vassalagem estendiam-se por várias regiões, sendo o rei o suserano mais poderoso.

    Dessa maneira, firmava-se as relações de dependência pessoal, de vassalagem, garantindo aos senhores aumentar continuamente sua força militar, através do apoio armado que recebiam de seus vassalos (guerreiros). Estes, em troca de fidelidade e lealdade a seu senhor, recebiam benefícios

  • Aroeira diz: 19 de agosto de 2013

    kakakakakaka
    Agora o que vai ter de delegado jogando capoeira quando descobrirem que as manobras do governo não passam de bolhinhas de sabão não está em nenhum gibi de patente de delegacia alguma!
    O Sinte que se antene! A hora é de comprar Qboa. Limpar o piso até o 2013. Não cogitar, falar, aceitar, discutir nada e frise-se muito bem, nadica de nada, que faça referência a ano que ainda não existe. 2014 não existe. 2015 não existe. 2016 não existe. Isso é lógica elementar meus caros. É hora de greve pelo atrasado sim senhor. Em fevereiro de 2014 é para parar pela data base no estado, pelo novo piso, e por cositas mas.Pé em baixo. Pé em cima. Auera auera auera… auera auera auera…
    Ah mas o Colombo consegue da manhã para a tarde a ilegalidade da greve…
    Sim, imitem então os policiais, voltem imediatamente para as escolas para trabalhar os pais e os alunos… convocações diárias para usarem a Qboa… peçam Omo para eles… não sabem como isso faz bem nas APPs! E semanalmente nas SDRs levem junto bastante vassouras, abaixo assinados, cartazes etc.

  • Marcos diz: 21 de agosto de 2013

    A proposta do governo é a resposta para tantos sorrisos:

    Delegado Especial: 26.589,68
    Delegado Final: 22.601,22
    Delegado Inicial: 20.341,09
    Delegado Substituto: 18.080,97