Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de agosto 2013

Auto Pista Litoral: "obras do Contorno da BR-101 dependem apenas da licença ambiental"

31 de agosto de 2013 Comentários desativados

A Assessoria de Imprensa da Fiesc distribuiu a seguinte nota sobre a reunião desta manhã para tratar do Contorno da BR-101 em Florianópolis:

“Com o anúncio de que Palhoça e Governador Celso Ramos aceitam o traçado definido para o contorno da Grande Florianópolis, agora uma das etapas mais importantes para tirar a obra do papel serão as audiências públicas que fazem parte do processo de licenciamento ambiental. Esta foi uma das conclusões da reunião realizada na Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) neste sábado (31), com a presença da ministra Ideli Salvatti, do diretor geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres, Jorge Bastos, de prefeitos da Grande Florianópolis, de parlamentares e de entidades empresariais e da sociedade.

Bastos chamou atenção para o fato de que se não houver consenso nas audiências, os prazos não serão cumpridos. Os prefeitos de Palhoça, Camilo Martins; de Biguaçu, José Castelo Deschamps; e de Florianópolis, Cesar Souza Júnior, destacaram a importância do trabalho de comunicação que precisa ser feito para esclarecer a questão para a população antes da realização das audiências, previstas para ocorrerem a partir de outubro. “Temos que nos mobilizar e levar a posição da sociedade catarinense, do setor produtivo e do setor público e creio que conseguiremos superar esta etapa”, disse o presidente da FIESC, Glauco José Côrte. “A reunião marca uma nova fase para as obras do anel viário, que é uma obra importante não só para a Grande Florianópolis, mas para todo o Estado. Estamos animados porque parece que desta vez as obras serão iniciadas e terão ritmo intenso”, afirmou Côrte.

A ministra Ideli resumiu: “Mudança de traçado é uma coisa que está enterrada. Jogamos uma pá de cal”, disse. Tanto ela quanto Bastos ressaltaram que apesar do prazo oficial máximo para as obras ser março, em função dos trâmites do licenciamento ambiental, haverá esforço para começar os trabalhos antes.

Respondendo a questionamento do deputado Esperidião Amin, Bastos informou que a primeira reunião mensal prevista no termo de ajuste de conduta com a concessionária para acompanhamento do cronograma dos trabalhos será realizada em outubro.

O diretor-superintendente da Autopista Litoral Sul, Paulo Mendes Castro, reafirmou que, do ponto de vista da concessionária, o início da obra depende apenas da licença ambiental. “Os projetos estarão concluídos em no máximo 30 dias. As empresas construtoras estão contactadas e praticamente fechamos os contratos”, disse. “Estimamos investimento de R$ 500 milhões, mas esse valor pode ser alterado, em função dos seis túneis que estão tendo os projetos executivos finalizados”, finalizou.

As decisões sobre o Contorno da BR-101

31 de agosto de 2013 Comentários desativados

Da Assessoria do Ministério das Relações Institucionais sobre a reunião desta manhã na sede da Fiesc para tratar do Contorno da BR-101 em Florianópolis:
“A ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, coordenou uma reunião com os prefeitos da Grande Florianópolis, o diretor geral da ANTT, Jorge Bastos, deputados federais e estaduais, presidente da Fiesc, Glauco Cortê e outras lideranças de Santa Catarina para monitorar os prazos e o andamento do processo de início da obra do contorno viário da Grande Florianópolis, na manhã desse sábado (31), na sede da Fiesc, em Florianópolis.

“Até a máquina começa a roncar, vamos fazer reuniões pente fino para garantir o cumprimento e depois continuar monitorando ”, disse a ministra.

Na avaliação da ministra Ideli foi uma reunião emergencial, diante das manifestações pela mudança do traçado da obra realizada pelos prefeitos de Palhoça, Camilo Martins e de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte, durante a semana.

A ministra afirmou aos prefeitos Cesar Souza de Florianópolis, Castelo Dechamps de Biguaçu e Camilo Martins de Palhoça, presentes na reunião, que não haverá mudança de traçado na obra, o que implicaria em atraso no início da obra do contorno.

A decisão da ministra foi ratificada pelo diretor geral da ANTT, Jorge Bastos. Os prefeitos entenderem a necessidade de agilizar o andamento da obra e pactuaram que não haverá mais alterações no traçado.

“ Palhoça é favorável ao contorno. Mas fazemos os pedidos para melhor o impacto de mobilidade urbana”, disse o prefeito de Palhoça, Camilo Martins.

Na reunião ficou acertada que a partir de outubro haverá reuniões mensais e trimestrais com a Auto Pista Litoral Sul para acompanhar os prazos e a execução do contrato. Nesses encontros haverá a participação da ministra, prefeitos, Fórum Parlamentar Catarinense, Fiesc e demais entidades impactadas pela obra.

Reunião no Ibama

Na próxima semana, a ministra Ideli agendará uma reunião no IBAMA com a participação desse grupo, onde será solicitada agilidade na conclusão do licenciamento ambiental.

Audiência públicas

O próximo passo para o início da obra é a realização de audiências públicas nos municípios impactados pela obra, a partir deo mês de setembro. Na reunião, foi levantado a preocupação com a audiência em Palhoça, que na avaliação dos presentes demandará mais tempo, devido ao impacto da obra em áreas urbanas. Por isso, ficou acertado que esse grupo fará reuniões preparatórias com a comunidade para esclarecer o andamento da obra. O prefeito Camilo fará uma reunião com os empresários, que tem terrenos, por onde passará a obra.

Início da obra

O diretor geral da ANTT, Jorge Bastos, explicou que a ampliação do prazo para o começo das obras para o mês de março é a data limite para o início da obra. A partir dessa data, se a concessionária não iniciar a obra passa a sofre penalidades (perda de arrecadação na cobrança do pedágio), conforme determina o termo de ajuste de conduta (TAC). Mas a ministra Ideli disse que trabalhará para dar agilizar ao início da obra, antes desse prazo.

“Há prazos legais que devem ser cumpridos pelo Ibama e que permitem que a obra inicie em março. Estamos fazendo um trabalho para que possamos adiantar essa data”, disse o diretor geral , Jorge Bastos.

Além dos prefeitos, participaram da reunião os deputados federais Espiridião Amin (PP), Luci Choinacki (PT), Carmen Zanotto (PPS) e Jorginho Melo (PR); o deputado estadual, Renato Hinnig; presidente da Fiesc, Glauco Cortê e outras lideranças de Santa Catarina.”

Nova taxa para ônibus solidário, propõe Afrânio

31 de agosto de 2013 13

Durante uma hora a deputada Luiza Erundina(PSB) conversou com o prefeito Cesar Souza Júnior(PSD) sobre o projeto do vereador Afrânio Boprée, que trata da “mobilidade urbana solidária”, idéia que Erundina lançou em São Paulo. Institui uma taxa adicional no carnê do IPTU a todos os contribuintes. O prefeito prometeu estudar o assunto.

Jornalismo da Ufsc: 5 estrelas

31 de agosto de 2013 1

O Curso de Jornalismo da Ufsc foi incluído outra vez no Guia Abril de classificação educacional, como um dos melhores do Brasil, recebendo cinco estrelas. O curso foi fundado em 1979 e já formou 1.085 alunos. Nos últimos anos o jornalismo da Ufsc destaca-se na graduação e no pioneirismo da pós-graduação.

Reunião decide aprovar traçado do Contorno da BR-101

31 de agosto de 2013 2

ANTT,Auto Pista Litoral, prefeitos municipais e autoridades federais e estaduais bateram o martelo sobre o traçado definitivo do Contorno da BR-101 em Florianópolis. Permanece o que foi definido nos últimos encontros, mas com o apelo do prefeito da Palhoça, Camilo Martins, de construção de elevados e viadutos para permitir comunicação entre vários bairros, evitando que fiquem ilhados.
O Eia-Rima já foi protocolado. Se tudo correr bem, segundo relato de Camilo, as obras começam no inicio do próximo ano.
Serão realizadas agora as audiências públicas em todos os municípios da área metropolitana.
Se as comunidades não aprovarem o novo traçado, volta tudo a estaca zero. E a obra vai para as calendas.
Os prefeitos queixaram-se da ANTT e da Auto Pista. Está faltando comunicação sobre o traçado para evitar reações das comunidades atingidas.

Ministro vai priorizar Ufsc e Sapiens

31 de agosto de 2013 Comentários desativados

Ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, prometeu ontem, em Florianópolis, priorizar nas nos estudos sobre vigilância e prevenção de desastres naturais, parcerias com a Universidade Federal de Santa Catarina e do Sapiens Park. Atendeu proposta do deputado Esperidiã Amin e do senador Casildo Maldaner.

Eduardo Campos: "Reforma agora é golpe"

31 de agosto de 2013 1

O cenário desenhado pelo governador Eduardo Campos para as eleições presidenciais de 2014 está claro. Devem ser candidatos, além dele pelo PSB com uma nova aliança, a presidente Dilma Rousseff(PT), o senador Aécio Neves(PSDB) e a ex-senadora Marina Silva (Rede). Descarta a hipótese da candidatura Lula, sob alegação de que Dilma não abrirá mão da reeleição.
O presidente nacional do PSB não tem dúvidas de que a eleição será decidida no segundo turno. Por isso, vem conversando com todos os candidatos. Chegou em Florianópolis as 3,30 da madrugada de sexta-feira, depois de longa reunião com Aécio Neves em Recife. Selaram “o pacto do bom senso”, isto é, vão trabalhar pela responsabilidade fiscal, por uma campanha madura e elevada que não comprometa a Democracia, a estabilidade econômica e os avanços sociais. “Pensando no futuro do Brasil”.
Falou sobre os dois projetos que tramitam no Congresso, sob inspiração do PT e aliados, de reforma das regras eleitorais para 2014. Foi incisivo: “Mudança agora é golpe”. Um dos projetos prevê redução da campanha para apenas dois meses, além de restrições da propaganda no rádio e na TV.
O líder socialista não vê problemas em que quatro secretários de Raimundo Colombo estejam no comando do novo PSB catarinense. Ou que o presidente Paulinho Bornhausen feche com seu projeto presidencial e com a reeleição do governador. Tem pesquisas indicando que parcela expressiva do eleitorado que elegeu Raimundo Colombo não votará em Dilma.
Na palestra, nos contatos, nas entrevistas, Eduardo Campos tem falado muito em gestão eficaz no serviço público, diálogo com a população e administração mais moderna e eficiente.

Campos e o PSB: A incoerência e o ponto degolado

30 de agosto de 2013 7

“Olá Moacir,

Bom dia!
Desculpe-me, mas sou obrigado a fazer algumas cobranças ao senhor, democraticamente!

Não percebi em suas notas a respeito da filiação de um Bornhausen a um partido “socialista” nem uma pontinha de critica. Oras, será que eles não precisam obedecer à coerência? Será que eles são seres superiores, que jamais terão de ser cobrados por suas contradições?

Se fosse alguém como o Lula se filiando a um partido Liberal, como seria a sua coluna? Se fosse um petista graúdo defendendo a privatização, o senhor não faria uma análise da contradição? E agora, essa análise não precisa ser feita? Socialistas, os Bornhausen???

Em segundo lugar, gostaria de perguntar uma outra coisa, embora eu já tenha percebido que vocês jornalistas não costumam se preocupar com isso… Se um médico bate o ponto e não trabalha, vocês criticam, certo? Se um professor falta ao trabalho, vocês criticam… Agora, se um secretário de governo marca um evento partidário para um dia útil, durante o horário de expediente, ninguém acha estranho, reparou?

O Eduardo Campos não é governador??? Será que ele não deveria fazer eventos políticos apenas aos finais de semana??? Hoje além de não trabalhar naquilo que deveria (será que o salário dele será descontado?) ele ainda vai atrapalhar o trabalho de metade do governo catarinense! O governador e não sei quantos secretários não vão trabalhar hoje, pelo menos algumas horas, para fazer política partidária… Pode isso?

Que tal se eu (que sou professor) resolver sair por aí, durante os meus horários de trabalho, para fazer filiações novas ao meu partido??? Será que o Colombo vai compreender e vai deixar numa boa???

Por último, aproveitando a oportunidade, quero perguntar ao senhor se não valeria uma notinha a seguinte declaração do sr Marco Tebaldi (aquele que já ajudou a destruir a carreira dos professores no passado): “Acho que foi uma armação do governo para ter motivação para não cassar José Genoíno e João Paulo Cunha”. Essa declaração está no DC de hoje, sobre a não cassação do mandato do deputado Donadon.

Agora o detalhe: o deputado do PSDB acusa o governo de fazer uma “armação” mas esquece de comentar que ELE MESMO ESTAVA em Brasília e NÃO VOTOU!!! É ou não é um deboche aos catarinenses que o elegeram? Não merece o “digníssimo” deputado uma cobrança dos jornalistas catarinenses?

Ou só o PT e os partidos de esquerda precisam ter coerência? Eu estou ficando louco, ou esses senhores todos podem mesmo fazer o que bem entendem e não precisam nunca dar explicações, justificar suas ações???

Grande abraço,
André de Mattos.”

O almoço de Campos na Agronômica

30 de agosto de 2013 7

Foto: James Tavares, Secom

O governador pernambucano Eduardo Campos (PSB) estava visivelmente bem humorado no almoço oferecido pelo catarinense Raimundo Colombo (PSD), na Casa d’Agronômica. Completa a foto o ex-senador Jorge Bornhausen, entusiasta da candidatura presidencial de Campos. Também estavam na mesa o secretário Paulo Bornhausen, novo presidente do PSB-SC, o ex-deputado Odacir Zonta (PSB), o deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS) e o presidente da Assembleia Legislativa, Joares Ponticelli (PP).

Palestra: "Governador não empolgou"

30 de agosto de 2013 2

Governador Eduardo Campos falou sobre responsabilidade fiscal, modernização da gestão pública em todos os niveis e serviços, valorização do mérito e avanços nos progrmas sociais com a consolidação da Democracia.
Colocou-se a disposição e respondeu a cinco perguntas dos lideres rurais.
A palestra não chegou a aprofundar temas palpitantes. Por isso, não empolgou.