Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Com Dilma e Cartes, LHS defende volta do Paraguai ao Mercosul

30 de setembro de 2013 6

O senador Luiz Henrique (PMDB-SC), junto da presidente Dilma Rousseff, disse no encontro com o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, que “ele fará muita diferença no processo de integração entre os dois países”.
O senador defendeu a urgência no reatamento diplomático do Brasil com o Paraguai, considerando a medida “fundamental e inadiável para reverter o quadro de isolamento político do país do Cone-Sul”.
- Com base em dados do Itamaraty, Luiz Henrique ressaltou que apesar da suspensão do Paraguai da União de Nações Sul-Americanas e do Mercado Comum do Sul com o impeachment do presidente Fernando Lugo, em 2012, as relações comerciais e econômicas com o Brasil não foram afetadas – disse o senador. Opinião compartilhada pela presidente Dilma Rousseff.
- Acredito que o presidente Cartes fará muita diferença nesse processo, porque tem a firme convicção de que são muito importantes as relações entre nós e sempre me diz uma coisa, desde o primeiro encontro: que os papéis dos nossos chanceleres não conseguirão registrar tudo aquilo que faremos -, ressaltou Dilma. Ela destacou que os dois governos têm o maior interesse no retorno do Paraguai ao Mercosul.
O senador Luiz Henrique participou da cerimônia de posse de Cartes, em agosto, e essa é sua primeira visita de Estado ao Brasil. Além do almoço no Itamaraty, o presidente Cartes foi recebido no salão nobre do Senado Federal nesta segunda-feira (30).
O Paraguai ficou suspenso do bloco do Mercosul de 29 de junho do ano passado a 12 de julho deste ano, porque os líderes políticos da Argentina, do Brasil e Uruguai discordaram da forma como o então presidente Fernando Lugo foi destituído do poder, por impeachment. Com o processo eleitoral e a vitória de Cartes, que tomou posse em 15 de agosto, a suspensão foi extinta.

Crédito: Letícia Schlindwein, Divulgação

Crédito: Letícia Schlindwein, Divulgação

 

Comentários

comments

Comentários (6)

  • João diz: 1 de outubro de 2013

    Acho que o LHS tá pensando em transformar o Paraguay na 37 SDR.

  • Artesão diz: 1 de outubro de 2013

    Que senador atuante!!!

  • Compra para os pobres diz: 1 de outubro de 2013

    Luiz Henrique defende a integração do Brasil Paraguai , para a compra mais barata para os pobres de eletrodomésticos e remédios…

  • gualberto cesar dos santos – fln/sc diz: 1 de outubro de 2013

    Parece que pelo jeito o LHS está meio que, disputando a cena com a Presidenta. Perceba-se a fisionomia dela, na foto?

  • Walmor diz: 1 de outubro de 2013

    Quando o Paraguai foi banido do Mercosul, poucas vozes se levantaram para se manifestar contra essa decisão tomadas pelos Presidentes dos países que fazem parte do Mercosul, que não concordaram com impeachment do Presidente Fernando Lugo, que é bom frisar seguiu o que manda a Constituição daquele país, e deveria ter sido respeitado.

  • Antônio diz: 2 de outubro de 2013

    Sabemos que a classe política está em descrédito com a população, afinal existe muita corrupção, está por sua vez não está somente na política, mas no seio da sociedade, pois os seres humanos se adaptaram e viver assim nestes moldes.
    Em uma empresa, temos pessoas honestas e desonestas, nada diferente das política, porém esta categoria sempre está em evidência, pois ocupam cargos públicos e, são observados pela imprensa, que por sua vez faz seu papel de informar a população.
    As pessoas na minha opinião tem uma posição hipócrita, porque condenam o político quando ele faz algo errado, e claro que deve ser cobrado e punido, afinal ele por sua vez deve ser exemplo para sociedade, e a sociedade, as pessoas, não comentem erros? Existem seres humanos imunes de qualquer ato falho?
    Quanto ao Senador Luiz Henrique, que aparece nesta foto, ao qual notícia o articulista, bem como lhe são proferidos os mais diversos comentários, e como estamos em uma democracia, temos a liberdade de nos manifestar, podemos apresentar nosso ponto de vista.
    Agora uma coisa é fato, o Senador Luiz Henrique é um vencedor, pois se elegeu-se, após reelegeu-se, elegeu seu sucessor, elegeu-se Senador, foi responsável pela vitória de Paulo Bauer, e saiu do Governo Estadual com a maior aprovação popular de um gestor público em nosso Estado.
    Será mera coincidência, ou o cara é bom mesmo? Nosso Estado, juntamente com os demais Estados Federados, está entre os que tem o melhor nível cultural, educacional e a população é muito politizada, assim chego a seguintes conclusão: Se LHS foi o único Governador reeleito da história, sempre com votações expressivas, tendo ampla aprovação popular, inclusive reelegendo seu sucessor e com vitória esmagadora; fica evidente sua credibilidade e respeito, perante a população que o elegeu, curiosamente a maioria dos eleitores de Santa Catarina.