Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

A festa é só para Beto Martins, diz Pizzolatti

10 de outubro de 2013 2

O deputado federal João Pizzolatti, presidente interino no PP, enviou email sobre a festa de filiação do ex-prefeito Beto Martins, em Imbituba, na sexta-feira. Nega que o evento também lance o deputado estadual e presidente licenciado do partido Joares Ponticelli a uma vaga majoritária.

Servindo-me da presente, informo que na próxima sexta, haverá apenas a confraternização de
Filiação do Sr. Beto Martins, no Partido Progressista.
Retificamos em nome do Partido Progressista de que nenhum outro lançamento de candidatura, principalmente ao cargo de majoritária, será lançado no ATO de filiação.

Att.
João Alberto Pizzolatti Junior
Deputado Federal
Presidente Estadual do PP

Comentários

comments

Comentários (2)

  • NEY ARAUJO SANTOS diz: 11 de outubro de 2013

    Imbituba precisa é de empregos não de candidatos a deputado, Beto Martins fiel escudeiro da privatização não se moveu no sentido da aplicação de R$ 52 milhões para saneamento básico atraves da Casan, já assinados pelo Governador Colombo quando era secretário de Cultura Esporte e Turismo dizendo que “eu não sou mais prefeito de Imbituba”, a quem serve então, pois esteve no conselho gestor do porto de Imbituba, e o porto só regrediu, politicos goela a baixo a sociedade não aceita mais.

  • Antônio diz: 12 de outubro de 2013

    O Deputado Pizzolatti sonha em ser candidato ao cargo de Governador, Vice ou Senador, mas se esqueceu de combinar com a sigla, até porque ninguém fala em seu nome para tal composição. Um fator que pesa é as demais contra o Deputado é a decisão do TRE, com base na ficha limpa, que graças uma decisão do STF ele assumiu, pois a lei não se aplicava para as eleições daquele ano, e fez o parlamentar voltar a sentar na cadeira que estava sendo ocupada por Odacir Zonta. Deputado o senhor faz um bom trabalho na câmara federal, agora não tem corrida para disputar uma eleição ao Governo Estadual, nem para cargos de maior relevância no momento. Mantenha-se no seu posto, que manterá seus mandatos, porque em outra instância em que disputar, vai ficar sem mandato, pois não ganha. O PP hoje não conta com nenhum nome de expressão para uma disputa estadual. Poderia Esperidião ou Ângela, mas já estão fragilizados e com as sucessivas derrotas, mostraram que o povo já não tem tanto apreço á família, sem falar que já tem o filho na política, o pai Deputado, e colocar a mãe em uma disputa é provocar nova derrota, não acredito que terão uma ideia de testar a capacidade do povo. Outro fator que se fala no estado inteiro, foi o recente problema envolvendo o Deputado com aluguel de veículos de funcionários, e coisas do tipo, que botaram o mandato do parlamentar na UTI e hoje respira por aparelhos, podendo ter uma nova derrota na próxima eleição em SC. O PP assim como o PT não tem saída, porque não tem nomes e musculatura para levar as siglas ao comando do estado. Vão ter que estar agregado em algum projeto maior para se manter ou entrar no cenário, para em futuras eleições ter condições com a formação de novas lideranças, sonhar novamente com o executivo catarinense.