Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vandalismo

31 de outubro de 2013 10

“Li o seu comentario hoje no DC. sobre vandalismo, tam bém sou contra a todo tipo de vandalismo…Porém o vandalismo da população é consequencia de um vandalismo maior que foi feito em suas mentes pelo nosso governo, que há muito tempo vandalizou a educação, criando essa geração de hoje, suas escolas teriam professores maus pagos, roubavam suas merendas, e os passavam não por mérito: escolas sucateadas e caindo aos pedaços, O governo começou o vandalismo, não só na educação, como também na saúde, remédios roubados e vencidos em depósitos, hospitais sem infra-estruturas, sem macas e desaparelhados, etc. Tem o vandalismo dos buracos nas rodovias onde arrebentam nosso pneus e o roubo do dinheiro do IPVA, sem falar de outros saques da nação “o mensalão é fichinha” . Senhor moacir fale também desse vandalismo do estado e legalizado por lei muitas vezes, vai ter muito o que falar, porque apenas sitei alguns casos. (Tem carros abandonados que são criadouros de mosquitos da dengue nos pátios da receita federal e policia federal, não leiloam e não fazem nada…etc.) Abraço, Edison  Calin dos Santos.”

-

 

Comentários

comments

Comentários (10)

  • BAR diz: 31 de outubro de 2013

    Senhor Edison Calin dos Santos agradeço seu pronunciamento, agora aguardemos o do colunista. Por certo é uma pessoa muitíssimo informada mas …

  • Costa diz: 31 de outubro de 2013

    Não podemos justificar crimes com outros, ou um erro não justifica o outro; político costuma achar que os fins justificam os meios; tudo isso é errado. Temos é que investir na alternância do poder e não deixar administradores e políticos criarem raízes; houve promeças não cumpridas, na próxima não se elege, mas isso depende de nós eleitores, do contrário não adianta ficar lamentando a vida toda. Lógico que devemos precionar, mas de forma ordeira, constante, organizada e em locais apropriados, principalmente no legislativos municipal, estadual e federal. É a minha singela opinião.

  • Sandra diz: 31 de outubro de 2013

    Muito bem, seu desabafo vai bem ao encontro do que penso e comentei no post do jornalista sobre os atos de vandalismo. Pena que ainda não foi publicado.

  • Ingo diz: 31 de outubro de 2013

    Sábias palavras Edison, completas e verdadeira. Nada a acrescentar, pena que suas palavras não surtiram efeito nos meios políticos , pois para eles isso nada importa, o que importa é a cultura do poder e a manutenção de suas regalias, custe o que custar…….pois quem paga por isso é o povo, o mesmo povo que chamam de vândalos, mas na época da eleições recebem até tapinha nas costas e belos sorrisos nas fotos….

  • marcos diz: 1 de novembro de 2013

    Excelente Edison, lembrando ainda a criação de muitos partidos políticos que servem apenas para roubar dinheiro dos impostos pagos por nós cidadãos assalariados que mantemos esta corja instalada nos governos municipais estaduais e federais….

  • Carlos Henrique diz: 1 de novembro de 2013

    A educação não foi vandalizada, foi sim DESTRUÍDA.

    Vá perguntar a qualquer jovem com pretensão de cursar o ensino superior se ele optará pelo magistério. Não vai encontrar nenhum. A carreira acabou, foi vilipendiada e destruída, sobraram apenas alguns abnegados que aos poucos vão se aposentando ou sendo afastados por doenças laborais.

  • Juliana Desterro diz: 1 de novembro de 2013

    PROMESSAS , PRESSIONAR , CITEI .Todos os comentários acima são válidos,agora destruir patrimônio público ou particular . . . é outra história.Ano que vem tem eleições,saibamos votar.Alias querem tirar aquelas famílias que estão embaixo da ponte Hercílio Luz , mas e aqueles “restos”de passarelas das pontes ” novas “,que acredito eu,também servem de criadouros de mosquitos e outros bichos,vão continuar lá ? Por que não estão fazendo parte das pontes,
    se esse era o projeto original ? Enfeiam e muito nosso cartão postal,
    que está custando bem caro para o bolso dos contribuintes catarinenses.

  • Fernando Silveira diz: 1 de novembro de 2013

    O vandalismo contra o patrimônio (público ou privado) vai resolver alguma coisa? Seria o vandalismo a forma mais adequada das pessoas demonstrarem sua insatisfação? Tenho certeza que NÃO! Existem inúmeras formas de expor a indignação e isso gerar resultados positivos, mas o vandalismo certamente não é uma dessas formas! CADEIA para os vândalos e que os danos sejam por eles reparados!

  • Fredy diz: 1 de novembro de 2013

    É sempre o mesmo papo. Ano que vem têm eleições e todo mundo vai lá e elege os mesmos políticos. As pessoas vivem reclamando pela internete , mas ninguém sai de casa e vai no TICEN, SETUF para fazer uma reclamação oficial sobre o caos que anda o transporte público. todo reclama da saúde mas ninguém sai de sua casa e vai até a Secretaria da Saúde protocolar uma denúncia contra o caos em que se encontra a saúde. Todo mundo reclama mas ninguém vai a uma Escola Pública para ver os problemas que esta escola possui, até mesmo aquela escola em que seu filho estuda ou aquela que fica ao lado da sua casa. Todo mundo culpa o poder público, mas esquecem que fomos nós que elegemos esses caras para nos representar. Gostaria de saber se alguém cobra do seu vereador, prefeito, deputado, governador as promessas de campanha que fizeram.? Já fui a vários lugares cobrar das autoridades sobre os problemas da cidade, da saúde, da educação e o que constatei é que poucas pessoas fazem isso. O brasileiro tem o dom de reclamar, mas fica por isso mesmo e acabou. O País parece mais um muro de lamentações. Se todos que estão reclamando agissem mais ao invés de simplesmente cobrar o que lhes é de direito, com certeza, muitos políticos pensariam duas vezes antes de nos enganar. então pessoal, mais ação e menos reclamação.

  • Gilmar bnu diz: 1 de novembro de 2013

    Só acrescentando a tantas verdades, é o vandalismo dos partidos políticos, que usam o estado descaradamente para empregar os seus perdedores políticos, que povo mandou embora do serviço público!!!
    Vandalismo é o politico faz em usar o estado para se promover, se utilizando da máquina pública e colocar os aliados em cargos de confiança e comissionados para trabalhar para si, e não para o povo, isso tem que acabar…

    O estado tem que parar de trabalhar para o politico, e sim o politico trabalhar para o estado, tem que acabar com os cargos comissionados e o de confiança, tem que ser tudo concursado, e os deputados receberem somente os seus vencimentos, como qualquer servidor.

    Despesas, articulações politicas e demais demandas, já tem as secretarias do regionais do estado, que servem para esse fim, temos que economizar o dinheiro para a saúde, educação e segurança… que esta ruim!!!

    Acabe com essa festa, ” não reeleja ninguém” .