Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tribunal de Justiça não conhece recurso da Assembleia para restabelecer mandato presidencial de Titon

28 de fevereiro de 2014 3

Recurso impetrado pela Procuradoria Geral da Assembleia Legislativa no Tribunal de Justiça para tentar revogar a medida cautelar que resultou no afastamento do deputado Romildo Titon da presidência do legislativo não foi conhecido (termo jurídico que significa que o pedido não foi concedido). O 1º. Vice-presidente, desembargador Torres Marques, ao negar provimento sustentou que a liminar foi concedida pelo Órgão Especial, instância máxima do Judiciário, e que o pedido deveria ser submetido ao Superior Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal Federal.
Com a decisão, o deputado Titon continua afastado da presidência da Assembleia.
Nova decisão agora na sessão de quarta feira de cinzas do Órgão Especial do Tribunal de Justiça.

Comentários

comments

Comentários (3)

  • Emir Agostini diz: 28 de fevereiro de 2014

    Parabéns pela decisão.Ficha suja tem que ser afastado,até provar o contrário.Tal função ocupado apenas por políticos idôneos.Não confundir independência com conivência.

  • SERGIO MURILO diz: 28 de fevereiro de 2014

    ESPERO QUE O TJ CONTINUE FIRME EM SUA DESCISÃO, PORQUE O STF NÃO TEVE A CAPACIDADE DE JULGAR OS MENSALEIROS PELO CRIME DE FORMAÇÃO DE QUADRILHA, POR ISSO EU ACREDITO QUE TUDO VAI VIRAR PIZZA, NINGUÉM VAI SER PRESO E NEM NÃO DEVOLVER O DINHEIRO, ENQUANTO ISSO O POVO, …..

  • Antemão antenado diz: 4 de março de 2014

    Foi mais uma sacanagem da turma do PSD.