Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

OAB de Blumenau contra greve dos servidores

30 de maio de 2014 7

O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Blumenau emitiu nota com críticas a decisão dos servidores municipais em greve, que pela terceira vez consecutiva estão desrespeitando decisões do Tribunal de Justiça, determinando manutenção de 100% dos serviços nas creches e nas unidades de saúde. Leia a nota:
A OAB Blumenau por seu conselho e tendo em vista as negociações havidas entre os agentes públicos e o município de Blumenau vem a público manifestar no sentido de que o dever de respeito às leis e às decisões judiciais é fruto de em longo embate dialético pelo qual passou a civilização. Há muito esta obrigação está consolidada nas constituições de países desenvolvidos de regime democrático. Sua inobservância é própria em nações em que o poder não deriva do povo, em autocracias e outros estados de características não democráticas. Neste sentido, confiamos e esperamos que guiados pelo respeito as leis e a constituição, as partes encontrem pela via da negociação uma solução amistosa que lhes atenda assim como as necessidades da população.

Comentários

comments

Comentários (7)

  • AS MOSCAS DO COCÔ DO CAVALO DO BANDIDO diz: 30 de maio de 2014

    Nada a ver ! E quando são os seus clientes que não cumprem as leis ? Como é que fica a nota ? Não tem ? Não né ? Pois é… o que tem é muito macaco nos galhos dos outros grupos de primatas. Não cabe. Não procede. Não é o próprio de. Fica até feio para a classe!

  • marcos matysiak diz: 30 de maio de 2014

    O GOVERNADOR DE SANTA CATARINA TAMBÉM NÃO CUMPRE AS LEIS, POR QUE A “OAB” NÃO POSICIONA-SE OU FALA ALGUMA COISA ?

  • Daniel – Laguna diz: 31 de maio de 2014

    O discursinho demagogo. Esta OAB, órgão corporativo gosta de surfar na opinião pública. Podemos começar pelas próprias ações do tj deste estado,
    sempre tendenciosas. Como fazer uma greve onde deve ser observado o atendimento de 100%? E quando o gestor não presta este atendimento?
    Sobre a constituição em países desenvolvidos, estes a cumprem, na sua classe totalidade, enquanto aqui o gestor não obedece claúsulas pétreas.
    Onde está a OAB quando das barbáries do desgoverno estadual que a três anos burla a cf?
    Portanto, OAB S/A menos, bem menos, observe o princípio básico do direito, equidade. A menos claro me surpreendam com uma nota de repúdio ao governo estadual pelas ressalvas do simpático tce. Coisa dfícil de acontecer, isto talves esteja ligado ao pagamento dos advogados dativos, afinal não pode esta instituição matar a galinha dos ovos de ouro.

  • Daniel – Laguna diz: 31 de maio de 2014

    Impressão minha ou as greves estão se proliferando? Seríamos todos caolhos?
    E somente alguns apresentam a suprema verdade?
    A justiça catarinense a tempos se mostra atrela ao executivo e aos gestores, decisões desvaforáveis e realicionadas ao trabalhador são rápidas. Este país tem por tradição a falta de equidade nas sentenças e vc como advogado sabe muito bem. Mas afinal sou eu um caolho de mente distorcida.
    Fugindo um pouco de Blumenau e aportando em sua cidade o que me diz das ressalvas do tce no que diz respeito a desobediência da cf na aplicação dos recursos obrigatórios em educação e saúde? Não seria caso de desaprovação das contas? Não seria caso de perda de mandato? Afinal é o terceiro ano sofrendo as mesmas reprimendas. Onde está sua justiça, usando vendas para aplicar a equidade? Tudo bem eu sou caolho e tenho mente distorcida.

  • Daniel – Laguna diz: 31 de maio de 2014

    Devo pressupor que o jornalista acha normal e defende por omissão de opinião, a violação aos direitos constitucionais imposto pelo desgoverno do estado, quando este não aplica os índices na educação e saúde? Lembro ainda que em Blumenau a cf não foi desobedecida e sim uma decisão tjsc que beira a aberração. Novamente para alguns o rigor da lei para outros a frescor das facilidades.

  • cleidia diz: 1 de junho de 2014

    Concordo com tudo que Daniel Falou… alguns sempre se achando o ‘olho direito’ da opiniáo.