Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Andrino: "Estruturas partidárias apodreceram"

24 de julho de 2014 15

Depois de quase 50 anos na vida pública e 37 de permanente exercício do mandato, o deputado Edison Andrino de Oliveira(PMDB) não vai mais concorrer às eleições. Indagado pelo repórter Renato Igo, na CBN-Diário, respondeu: “As eleições viraram um grande negócio. E as estruturas partidária estão literalmente podres”.

Comentários

comments

Comentários (15)

  • Cesar diz: 24 de julho de 2014

    Que pena que o nobre candidato desistiu do pleito deste ano. Em relação aos acordos e disputas partidárias, fazem parte da política humana, e na política partidária, vence aquele que leva mais voto; seja em convenção, seja na eleição.

    Desejo sucesso ao candidato!

  • Everaldo diz: 24 de julho de 2014

    Não sei que estrutura é essa que o nosso deputado fala, mas com certeza a politica partidaria é o câncer da sociedade da maneira que se encontra, ouço muito dizerem que na política pode até se candidatar sendo uma pessoa de boas intenções mas os proprios eleitores é que faz os politicos serem desonestos, quando os coordenadores de campanha vão buscar votos nas ruas tem que ir com o bolso cheio de dinheiro, pois o eleitores não estão interessados nos projetos dos candidatos para seu bairro ou Estado, querem caminhão de barro , brita etc..isso acontece não porque o eleitor que é corrupto , é porque o povo cansou de tanta promessa em epoca de campanha e não acontecer nada, dinheiro tem só não fazem, então o povo pega devolta o dinheiro que o povo gastou com os imposto (não estou dizendo que é certo), simplismente dizer que temos que fazer a reforma politica. Já.

  • Emir diz: 24 de julho de 2014

    Só o povo,o eleitor não enxerga a podridão e continua votando na turma que não quer largar a teta.Reeleição e coligação,o antro da corrupção,negociata.

  • ml madruga diz: 24 de julho de 2014

    Parabéns ao Edison Andrino, teve, comparado com outros políticos, uma trajetória exemplar, parabéns, acredito que agora liberado das amarás políticas, possa escrever suas memórias e críticas, com o objetivo de melhorar o sistema político do estado, com certeza teremos situações bombásticas.

  • Romualdo Ferreira da Luz diz: 24 de julho de 2014

    UÉ, ELE RECLAMANDO DO QUE ???
    QUAIS OS BENEFÍCIOS EXECUTADOS PELO REFERIDO EM 37 ANOS DE GESTÃO PÚBLICA ???
    PELOS CORREDORES DA FELIPE SCHMIDT A CONVERSA È OUTRA.
    SÓ QUER VIAJAR PARA A ARGENTINA, URUGUAÍ, ETC…………..
    QUINTA FEIRA, VAÍ COM TODA MORDOMIA PAGA COM O IMPOSTO DOS CATARINENSE, PASSAR O FINAL DE SEMANA NA SERRA CATARINENSE, DIZEM QUE É UM SÍTIO.

  • Aloisio Antoni diz: 24 de julho de 2014

    Sou solidário com sua atitude, O País hoje é dividido em duas classes : A classe do cidadão correto que trabalha para sustentar sua família e pagar impostos e a classe dos canalhas que vive nababescamente destes impostos. Infelizmente vários partidos durante a última década foram os fomentadores deste caos. Realmente nossa política está pobre e podre,

  • Léo Mauro Xavier Filho diz: 24 de julho de 2014

    Políticos com Edison Andrino, infelizmente estão em extinção. Quisera eu que sua voz e atitude pudessem reverberar no meio político, como forma de poder termos estruturas partidárias realmente comprometidas com os interesses e necessidades da sociedade e não com interesses escusos de grupos de “políticos” que querem unicamente se perpetuar no poder. Está mais do que na hora de nós, cidadãos e eleitores, reagirmos à esta prática político partidária danosa ao desenvolvimento e a construção de uma sociedade mais justa e igual.

  • Luciano diz: 24 de julho de 2014

    O Andrino está certo em afirmar que as estruturas partidárias estão podres, mas eu complemento este raciocínio dizendo que se estão podres tais estruturas é porque a própria legislação eleitoral também privilegia esta situação, pois ao invés da lei fazer a política melhorar a vida da população, ela nada mais faz do que colocar as estruturas partidárias a serviço dos próprios políticos e dos caciques dos partidos e não da população. Lei que obriga o eleitor a votar e não obriga político a cumprir promessa de campanha e boa para os políticos ou é boa para a população? Fichas suja se candidatando, não tendo candidaturas impugnadas e tomando posse devido a letargia judicial e a arrastada caminhada processual das contas públicas nos tribunais de conta favorece os políticos ou a população que é obrigada a sustentar esta cacalhada com impostos? E depois tem que me chame de reacionário.
    Agora, voltando a decisão do Andrino de não concorrer, ultimamente ele não vêm se dando bem nas urnas e só ocupa mandatos devido aos arranjos políticos que o tiram da suplência, e desta vez se candidato fosse creio que não seria diferente. Melhor sair assim, mas ele não sai mal não. Tendo ocupado tanto cargo político, ele terá sua rechonchuda aposentadoria, fora as propriedades e bens na lagoa da Conceição e em outros lugares que lhe garantirão muito dinheiro para gastar e desfrutar a vida de aposentado.

  • JUCA diz: 24 de julho de 2014

    Mas queria uma boquinha na coligação! Ou o Andrino não disputou a convenção pela vaga ao senado?

  • Osvaldo Peixoto diz: 24 de julho de 2014

    Caro amigo Edson, faz tempo que a política virou esporte prá rico, ou prá quem lida com muito cascalho

  • Giffoni diz: 24 de julho de 2014

    Não lembro de nenhum discurso do sr. Andrino em relação ao assunto. Alguém que lembre bem que poderia postar, não é, caro Colunista?

  • artesão diz: 24 de julho de 2014

    Teria credibilidade se saísse do PMDB, o partido mais fisiológico do mundo, o que mais contribui para apodrecer a política. É igual ao Pedro Simon, critica mas não larga o osso.

  • Denise Siqueira Brandao diz: 25 de julho de 2014

    Parabenizo a atitude e as sabias palavras do Deputado Andrino, tambem sempre gostei muito de politica, mas isso que se tornou, nem sei se politicagem e a palavra correta. Mas com certeza seria maravilhoso se o povo refletisse sobre isso nas proximas eleicoes. Brilhante. Me desculpe a falta de ortografia, pois estou na China e aqui os computadores nao possui acentos.
    Grata,
    Denise

  • Cesar diz: 25 de julho de 2014

    A política se transformou em uma podridão, não por conta dos políticos, mas do sistema social como um todo. Pergunto: Aonde não existe corrupção? A sociedade se vende, e se tem quem venda, tem quem compre, isso é a prática na eleição, tendo em vista que as pessoas não votam por convicção e sim pelo dinheiro que lhe fora dado.

    Isso ocorre em qualquer segmento, seja profissional, e no convívio social. No Brasil especialmente, esta é uma cultura enraizada nas pessoas, de querem furar a fila, levar vantagens, ganhar mais, dar o jeitinho, tirar a multa de trânsito, e assim por diante, quem não faz isso aqui nesta terra.

    A sociedade precisa mudar seu modo de pensar e de agir, afinal jogar pedras e apontar o dedo é fácil, ou seja: Pregar moral de cueca.

    Só teremos uma política justa, quando acabarmos com a venda do voto, e consequentemente com quem compra.

  • nelson diz: 25 de julho de 2014

    Militando a 50 anos no PMDB e somente agora descobre que é um partido PODRE? Um partido que da sustentação para o PT se manter no poder em troca de cargos para seus cupinchas? Valorizou demais o passe e se deu mal, mas duvido que não aceite um carguinho no governo depois.