Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Sem força no Congresso

30 de julho de 2014 5

00a322ae

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

O relatório oficial do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), que avalia a liderança e o desempenho dos senadores e deputados federais, não traz nenhum representante de Santa Catarina. Ali são destacados os 100 parlamentares mais influentes.

O documento será publicado na segunda quinzena de agosto e trará todos os dados sobre a pesquisa, incluindo a metodologia e a classificação na Câmara e no Senado.

A bancada catarinense aparece apenas na relação dos parlamentares “em ascensão”. São eles o senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e o deputado federal Décio Lima (PT).

Os vizinhos da região Sul, ao contrário, contam com uma presença expressiva na lista dos 100 melhores. O Paraná entra com os três senadores e mais quatro deputados federais. Já o Rio Grande do Sul consta no relatório com os três senadores e oito deputados federais, totalizando 11 parlamentares e ocupando a segunda posição. Só perde para São Paulo, com 17, que lidera a lista.

De acordo com o relatório, os “cabeças” do Congresso são definidos entre os senadores e deputados que se diferenciam dos demais por vários atributos. Entre eles, “a capacidade de conduzir debates, votações, articulações, constituir posições, elaboração de propostas e aprovação de projetos de lei”. O estudo incluiu o período de janeiro a junho de 2014.

Os partidos que tiveram maior número de “cabeças” foram o PT da presidente Dilma e o PMDB do vice Michel Temer. Também, por isso, as oposições costumam fazer restrições e críticas ao relatório, alegando que o Diap considera questões ideológicas e partidárias.

O fato é que a representação de Santa Catarina fica fragilizada no documento.

Comentários

comments

Comentários (5)

  • Beto diz: 30 de julho de 2014

    Viu como é… e tem deputado federal da nossa região Joacaba que se acha o tal… a última bolacha do pacote… mentir para a população é muito feio e nada educativo, este deputado federal de nossa região Joaçaba, faz um auê que parece ser o melhor deputado até out door tem dizendo isso… que faz isso e que faz aquilo, bom já colocaram o nome dele em diminutivo e aí resume tudo…

  • fernando damasio diz: 30 de julho de 2014

    È de se estranhar esta noticias. quem passa diariamente pela prainha, em Florianópolis, vê estampada em uma placa, enfrente ao comitê do PR, que o Deputado Jorginho Melo é o segundo melhor Deputado do Pais, e ai Moacir.

  • observador diz: 30 de julho de 2014

    Nosso políticos são fracos.
    Hoje recebemos empréstimos do governo federal e nosso governador acha que é uma grande atenção com o estado.
    Duplicação BR 101 e BR 470 são exemplos da força dos parlamentares.

  • Charles diz: 30 de julho de 2014

    Moa, desculpa, mas fragilizado? O que tem haver um relatorio do DIAP, com a atuação de nossos deputados? Achei essa Pauta boba amigo.

  • Osvaldo Peixoto diz: 30 de julho de 2014

    Enquanto isso, nem mesmo o réu, o ex-petista e ex-vice presidente da Câmara, deputado André Vargas, teve coragem de comparecer perante a Comissão de Ética para se defender das acusações de se relacionar com o doleiro Alberto Youssef. Deveria renunciar ao cargo, se tivesse ainda um pouco de dignidade, mas não o fará, porque sabe que não será cassado e irá cumprir o mandato até 31 de dezembro. Até lá, não haverá quorum na Câmara.