Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

TRE-SC rejeita pedido de inelegibilidade de Paulo Bauer

31 de julho de 2014 3

Tribunal Regional Eleitoral julgou improcedente arguição de inelegibilidade impetrada contra o senador Paulo Bauer, candidato do PSDB ao governo estadual. Acolheu, por unanimidade, tese do advogado Péricles Prade de que no âmbito da ação popular, sem dolo ou improbidade, não cabe aplicar a lei das inelegibilidades.

Comentários

comments

Comentários (3)

  • Carine diz: 31 de julho de 2014

    O edital de concorrência de 2008 que terceirizou a merenda escolar em Santa Catarina foi anulado pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região. O contrato de R$ 120 milhões foi feito quando o senador Paulo Bauer (foto) era secretário de Estado da Educação. Para o relator, o juiz federal João Pedro Gebran Neto, a Secretaria Estadual de Educação violou os “princípios da moralidade e da probidade administrativa”. A decisão foi unânime. A ação popular foi proposta pelo deputado federal Pedro Uczai (PT). Para ele a terceirização gerava prejuízo aos cofres públicos. O senador Paulo Bauer foi procurado para falar sobre o assunto e não foi encontrado. O senador Paulo Bauer continua ficha suja, ontem não teve julgamento do TRE. Graças ao nosso PT, que não tolera falcatrua, ele está inelegivel.

  • Reimar diz: 1 de agosto de 2014

    “..PT, que não tolera falcatrua, …”, kkkkkkkkk……gostei dessa…..kkkkkkk…..conta mais uma Carine……kkkkkk.. ai que dor de barriga…kkkkkk

  • Geni Mantovani diz: 4 de agosto de 2014

    Sinal que Paulo Bauer causa preocupações ao PT. Ponto para Paulo Bauer!