Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Georgino homenageia Zury

22 de agosto de 2014 Comentários desativados

Do advogado e Procurador Federal Georgino Melo e Silva, em nova contribuição talentosa ao blog, desta vez para prestar sua homenagem póstuma ao colunista Zury Machado, ontem falecido:

“Querido Moacir,
Caso fosse possível definir um homem, eu diria que Zury Machado foi, durante sua longa e feliz existência, um verdadeiro CAVALHEIRO AMOROSO.
Toda cidade, na sua dimensão humana e amorosa, possui os seus enamorados, mas a nossa Ilha Mágica de Santa Catarina, por ser “um pedacinho de terra perdido no mar”, tem algo mais, pois tem enamorados e noivos. Zuri Machado foi um noivo de Florianópolis, pois sempre estava de mãos dadas com aquilo que Florianópolis tem de melhor: o seu povo e a sua gente iluminada por este sol com gosto de mar. O sol e o mar de Florianópolis são mais belos, pois são o sol e o mar de Florianópolis.
Hoje, 21 de agosto, numa manhã de sol divino eu vi o rosto de Zuri refletindo nesse mar aconchegante que tem as cores e o cheiro do amor e da eternidade, pois Zury foi chamado à Casa do Pai.
A cidade perde um pouco de sua alma e fica menor. Quando morre um irmão, também morre um pouco de nós. ” Não perguntem por quem dobram os sinos, eles dobram por ti.” (John Donne).
Zury Machado está imortalizado nas páginas de um belo livro de autoria do ilustre e culto Jornalista Luiz Henrique Tancredo, sob o título de “Zury Machado – Em Sociedade Tudo se Sabe”. Tancredo nos revelou a grandeza da bela figura humana que foi Zuri e exaltou a sua alta importância para a consolidação dos valores humanos e solidários que são inerentes ao espírito “manezinho”.
Manuel Bandeira, ao falar da morte, nos envolve com estes belos versos:
“A vida é um milagre.
Cada flor,
Com sua forma, sua cor, seu aroma,
Cada flor é um milagre.
Cada pássaro,
Com sua plumagem, seu vôo, seu canto,
Cada pássaro é um milagre.
O espaço, infinito,
O espaço é um milagre.
A memória é um milagre.
A consciência é um milagre.
Tudo é milagre.
Tudo, menos a morte.
? Bendita a morte, que é o fim de todos os milagres.”

A vida de Zuri Machado foi milagre de Deus.
Um forte e fraterno abraço maranhense e renovador.
Georgino Melo e Silva”

Comentários

comments

Não é possível comentar.