Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A tragédia e o avião sem dono do PSB

25 de agosto de 2014 8

Do blog de Reinaldo Azevedo:

“Hoje é dia 25 de agosto. Eduardo Campos morreu no dia 13. Até agora, ninguém sabe a quem pertence o avião. Marina, que voou muitas vezes naquele jatinho e que herda, pois, os instrumentos aos quais recorreu o PSB para fazer campanha, se nega a falar do assunto, como se ele não lhe dissesse respeito. Diz, sim!
Quem se pronunciou foi Beto Albuquerque, candidato a vice. Curiosamente, cobra explicações da Polícia Federal. Como? Aquele que era um dos homens mais próximos do presidenciável morto está exigindo respostas em vez de dá-las? O PSB, vejam vocês, inventou o avião sem dono.
Marina, a mais ética entre os éticos, não aceita doação, no caixa um — o oficial e registrado — de empresas disso e daquilo, mas faz ares de santa da floresta quando se questiona a quem pertencia um jatinho que custava alguns milhões. É essa a “nova política” de que tanto se fala? Vamos ver o que vem por aí: candidaturas e mandatos já foram cassados por muito menos. Que se apure tudo, mas há um cheiro fortíssimo de caixa dois na campanha, não é mesmo?”

Comentários

comments

Comentários (8)

  • gualberto cesar dos santos diz: 25 de agosto de 2014

    Espera-se que o Inquérito da PF seja logo encaminhado para o TSE e que em breve – antes das eleições – os eleitores tenham conhecimento – nos mínimos detalhes do que foi achado nesse nebuloso caso.

  • teco diz: 25 de agosto de 2014

    Sorte da Marina, que aquele dia,optou por viajar de vassoura.

  • Giffoni diz: 25 de agosto de 2014

    Duas óticas: (a) sim, essa Maria Osmarina e o tal Beto estão se saindo de uma hipocrisia a toda prova (fato que desmerece qualquer “nova política”; (b) pela origem da postagem, vê-se o desespero do Aécioporto e seus seguidores pelo 3º lugar “já” alcançado nas últimas pesquisas. Ou seja, nenhum dos dois “decola”. Houvesse TSE, com certeza, a Osmarina já estaria impugnada, tal qual o Aécio.

  • Diego diz: 25 de agosto de 2014

    bateu desespero nos Tucanalhas!

    Até ontem eram aliados na oposição. Ao descobrirem que os ex-coadjuvantes do PSB agora dão as cartas tendo a Marina à frente, mudou tudo. Com o PSB deixando pra trás, cheirando poeria (pun intended!) o criador de aeroportos familiares Neves, viraram inimigos…

  • mario diz: 25 de agosto de 2014

    Até onde sei o jatinho foi alugado a uma empresa. Se esta empresa vendeu para outra ou não isto não interessa. Se você entra numtáxi vai pedir toda a documentação do mesmo ?? Ou entra num onibus e vai pedir a documentação ?? Isto cabe sim aos órgãos competentes fiscalizar pois se você usa aeroportos tem que estar com tudo legalizado.

  • Lourival Afonso diz: 25 de agosto de 2014

    As futuras viúvas de Aécio já começaram a se manisfestar e desconstituir Marina, agora só resta a elas torcerem para Marina estagnar e Aécio crescer e ir para o segundo turno com Dilma assim ele poderá amealhar votos do PSB e ganhar a eleição, caso contrário, Aécio e Marina no segundo turno, adeus Aécio porque os petistas optarão por Marina. Essa campanha esta ficando atípica, tem aeroporto suspeito, avião sem dono, metrôs e trens superfaturados, CPIs de mentirinha, mensalão engavetado, e olha que esta só no começo. De real só a nova gasolina da Petrobrás. Por enquanto Dilma ainda esta no “GRID”, por enquanto.

  • Rogério Vieira diz: 25 de agosto de 2014

    O PSDB mostra, através de seu porta-voz, Reinaldo Azevedo, que está apavorado com a possibilidade de não chegar ao segundo turno das eleições e virou sua artilharia contra Marina. Aliás, lendo seu blog, todos perceberão que só existe, segundo ele, um candidato ético e capaz: Aécio Neves. A revista VEJA já teve tempos melhores. Propaganda eleitoral ainda bancada pelo leitor e eleitor. Meu dinheiro eles não levam mais, faz muito tempo.

  • Juca Mané diz: 26 de agosto de 2014

    Hilário mesmo, excetuando este caso que deve sim ser explicado pelos responsáveis, a postura dos patrulheiros do partido dos criminosos corruptos. Pois bem, tal posicionamento é tão tacanho, pois não afeta a “cumpañerada”. Além do receio de perderem as boconas nos primeiros escalões dos cargos comissionados da União, diretorias de estatais e agencias reguladoras, dentre outros.
    São tão previsíveis que, desta vez, não criticaram o blogueiro. Por que será?