Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bauer: "A gestão precisa ser mais eficiente"

26 de agosto de 2014 11

Diário Catarinense começou uma série de entrevistas com os principais candidatos ao governo do Estado. Nesta terça-feira, Paulo Bauer (PSDB) respondeu a cinco questões que serão feitas a todos os participantes. Acesse o vídeo abaixo e navegue pelo menu de perguntas e respostas:

Comentários

comments

Comentários (11)

  • Gerson diz: 26 de agosto de 2014

    Olha Moacir, até cogitei votar no Paulo Bauer no começo. Mas analisando várias posições dele na campanha (não tem argumento, só fala do Aécio, quer bater nos outros…) , acabei por mudar meu voto. Ele é fraco demais, não sei como se elegeu senador ( na verdade sei, só se elegeu nas costas de LHS) … Só fala do Aécio, acho que o Aécio perde votos com ele, e se a Dilma ganhar? Não posso votar num governador que dependa de presidente A ou B pra governar o estado.. Quer dizer que se a Dilma perder ele não vai conseguir governar Santa Catarina? E uma das coisas que mais valorizo no meu círculo é a amizade. Adoro meus amigos, e exlcuo os amigos da onça…. E depois que vi esse vídeo, concluí que o Paulo Bauer é MUITO AMIGO DA ONÇA;;;; Se tem uma coisa que esse cara nunca vai conseguir de mim é ser amigo… Porque amigo que fala uma coisa antes e depois por interesses muda, é gente que não pode ficar dentro da minha casa…Muito menos ganhar meu voto: https://www.youtube.com/watch?v=Y7B3wbjN3lk

  • Professora diz: 26 de agosto de 2014

    PAULO BAUER: o senador demagogo
    O posicionamento do senador Paulo Bauer (PSDB-SC) sobre o aumento de 15,85% no Piso Nacional do Magistério, anunciado pelo Ministério da Educação, feito durante entrevista à Rádio Senado, causou surpresa negativa ao SINTE/SC (Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Estadual de Santa Catarina).

    Primeiro, porque o discurso do senador, ex-secretário estadual da Educação de Santa Catarina, é demagogo. Durante sua gestão frente à Secretaria Estadual da Educação (SED), o senador não implantou o PSPN (Piso Salarial Profissional Nacional) aos professores da rede. Ao contrário, junto com outros estados, Santa Catarina entrou com uma ADIn junto ao Supremo Tribunal Federal questionando a legalidade da Lei do Piso. Um dos argumentados defendidos pelo então secretário estadual de Educação era de que, se implantado, o Piso traria ônus para o estado.

    Segundo, porque Paulo Bauer, enquanto secretário estadual da Educação, negou, sistematicamente, o diálogo com a entidade representativa da categoria para discutir a valorização do trabalhador em Educação na rede pública estadual de Santa Catarina.

    Ao contrário, implantou medidas que contribuíram para o efetivo sucateamento da escola pública, como a terceirização da merenda escolar, a terceirização de serventes e vigias, punição e descontos aos trabalhadores que defendem a gestão democrática nas escolas. Sem contar a defesa ferrenha para a municipalização do Ensino Fundamental.

    Lembramos, ainda, que, o estado de Santa Catarina, é um dos 10 entes federados que pagam o pior salário para os trabalhadores em Educação.

    O SINTE/SC, afirma assim, que a gestão do atual senador Paulo Bauer, foi uma das que menos assumiu compromisso com a Educação Pública, gratuita, de qualidade e democrática no estado de Santa Catarina.

    Fonte: SINTE SC, 02/03/11

  • José Mário da Silva diz: 26 de agosto de 2014

    Esquisito. E por que ele não melhorou a gestão quando foi vice-governador? E por que ele não falava em melhorar a gestão quando foi Secretário da Educação? E por que ele deixou o PSDB participar de todos os governos desde 1998 e nunca reclamou da gestão? É um cara muito esquisito este Bauer.

  • Manoel diz: 26 de agosto de 2014

    Se tem
    uma pessoa que eu nunca vou votar é nesse Bauer! Sabia que ele sorteava passagens pagas pelo senado para os amigos? Se faz isso com o publico, nunca podera ser governador! Nós que somos evangélicos somos contra quem age assim!

  • Adriano Pereira diz: 26 de agosto de 2014

    Esse era o mesmo discurso adotado pelo prefeito de Blumenau, que também é tucano, na campanha eleitora.

    Está sendo o pior prefeito da história da cidade. O mesmo aconteceria com Paulo Bauer se fosse eleito. Mas Vignatti já está o alcançado, e vai buscar o segundo turno com Colombo

  • Irineu diz: 26 de agosto de 2014

    O candidato Bauer não se explicou o suficiente sobre as SRDs. Primeiro disse que as SDRs não tem mais razão de existir. Depois falou que os órgãos públicos tem que te autonomia para resolver, não presisando passar pelas SDRs. Depois disse que vai trocar de nome, não precisa ser mais SDRs. Não foi possível entender nada.

  • Augusto diz: 27 de agosto de 2014

    Oras, não me faça rir, senhor!!! Quem foi o secretário da educação que moveu uma Adin contra a implantação do piso nacional do magistério, alegando-o inconstitucional????? hein???

  • Francisco Carlos diz: 27 de agosto de 2014

    Paulo Bauer é um filho da ditadura, só pensa no poder e é um vendido. Foi o pior secretário da educação da história. Com certeza todos que pensam em votar nele precisa reavaliar seu votos. Uma pessoa inacessível, arrogante e sem caráter!!

  • Fátima diz: 27 de agosto de 2014

    Um candidato que só sabe atacar as pessoas, falar mal dos outros candidatos, sem falar no fato de que não é claro e muito menos objetivo quando questionado e não merece nosso voto. Se ele é assim na campanha, imagina no governo atuante.

  • Davi Perber diz: 28 de agosto de 2014

    O pessoal do Colombo deve estar desesperado, para fazer comentários tão infantis aqui no blog do Moacir, que com certeza merece um nível mais alto.

  • Victor Neladela diz: 28 de agosto de 2014

    Paulo Bauer é ficha limpa, coerente e confiável é so dar uma olhada em suas propostas para SC.

    Deem uma olhada no programa dele: https://www.youtube.com/watch?v=MBPMD55Jx9E&feature=youtu.be