Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Infraero: "Espaço Aberto executou apenas 7% do contrato do Aeroporto Hercilio Luz"

27 de agosto de 2014 4

Duas decisões estão sendo tomadas em Brasilia pela Diretoria Nacional da Infraero sobre o aeroporto Hercilio Luz: a assinatura de novo aditivo contratual com o consórcio aeroportos do Brasil para construção da pistas de taxiamento e estacionamento de veículos e aeronaves e a rescisão contratual com a Construtora Espaço Aberto sobre construção do novo terminal de passageiros.

Informações dadas pelo superintendente do aeroporto, Carlos Alberto de Souza, durante reunião da Câmara de Transporte e Logística da Fiesc, que se realiza neste momento. Ele revelou que a Infraero entrou com pedido de rescisão e que a Espaço Aberto apresentou sua defesa. Mas a diretoria já examina a contratação da segunda colocada na concorrência.

Indagado pelo presidente da Comissão, Mário Cesar de Aguiar, sobre os novos prazos, o superintendente deixou tudo no ar. Admitiu que a retomada dos serviços de pista ocorra dentro de 30 dias, mas sem segurança, eis que o assunto está sendo avaliado pelo Departamento Jurídico.

Revelação importante: a Espaço Aberto executou até agora apenas 7% das obras do terminal que, pelo contrato de 188 milhões de reais, deveria estar concluído no final deste ano.

Dois diretores da construtora que se encontravam na reunião, convidados a se manifestarem, optaram pelo silêncio.

Comentários

comments

Comentários (4)

  • ml madruga diz: 27 de agosto de 2014

    Vergonhoso, o povo catarinense deveria paralisar as contribuições ao governo federal, como protesto pelos descasos com relação as obras no estado. Inadimplência já.

  • gualter diz: 27 de agosto de 2014

    Num País ou em um governo sério, tanto o dono da empreiteira como os responsáveis ( Infraero), já estariam presos. Isso é um deboche, uma piada.

  • mario diz: 28 de agosto de 2014

    Duplicação da estrada para ingleses, reforma da ponte Hercílio Luz, construção do novo terminal do aeroporto, estrada de acesso ao novo aeroporto. Tudo isto ficou por conta da Espaço Aberto que pelo que se conclui não tinha condições de tocar estas obras. Então o que esperam para eliminar esta empresa dos processos de licitações para novas obras no estado ? Quem paga a conta é o cidadão e que vê seu dinheiro indo para o ralo com os constantes atrasos e inúmeros termos aditivos. Engraçado é que no governo de LHS esta empresa tocava tantas obras e ninguem reclamava, apesar de sempre receber termos aditivos. Interessante. Alguem pode explicar o que mudou nesta empresa de agora para aquela que prestava serviços no governo anterior ?

  • Rafael diz: 29 de agosto de 2014

    Fomos nitidamente lesados pela contratação desta empresa!
    Ninguém será processado?
    Contratante ou contratado, alguem tem q pagar por isso!