Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A tendência na eleição presidencial

28 de agosto de 2014 10

A candidata Marina Silva teve o melhor desempenho no debate da Rede Bandeirantes. Firme nas respostas, bateu pesado na polarização entre o PT de Dilma Rousseff e o PSDB de Aécio Neves. Presença forte, comunicativa e convincente. Consolidou a imagem de terceira via e pode continuar crescendo entre eleitores que querem mudanças.

Comentários

comments

Comentários (10)

  • Jânio Vieira diz: 28 de agosto de 2014

    Bom dia Moacir,

    gostaria de sua visão sobre este cenário, se tem influências para o Estado de SC.
    Vejo o Governador Raimundo Naufragando juntamente com Dilma, e o Sr?

    grato

  • Ramiro Diego Staudinger diz: 28 de agosto de 2014

    Prezado Moacir, creio que um tanto precipitado seu comentário, pois a mesma titubeou com relação ao pagamento do avião. Avião este que dramaticamente ceifou a vida de Eduardo Campos. Outras questões, como por exemplo, sua relação com o vice de sua chapa, Beto Albuquerque, também deixaram dúvidas. Com este meu comentário, quero complementar e deixar claro de que continuo indeciso sobre o voto dos presidenciáveis.

  • André de Mattos diz: 28 de agosto de 2014

    Olá Moacir,

    Convincente? Ela te convenceu sobre a ignorância dela sobre o dono do avião? Te convenceu sobre governar com o melhor do PSDB e do PT? Te convenceu sobre fazer uma aliança entre os trabalhadores e os banqueiros? Te convenceu sobre aliar ecologistas e o agronegócio???

    Se a Marina é convincente, eu realmente tenho que estudar novamente o significado das palavras! Não compreendo mais nada…

    Grande abraço,
    André

  • André de Mattos diz: 28 de agosto de 2014

    Olá Moacir,

    Desculpe mas achei que essa charge fez uma análise bastante consistente do que foi o desempenho da Marina no debate!

    http://charges.uol.com.br/2014/08/28/cotidiano-o-melhor-de-cada-lado/

    Abraço,
    André

  • Irineu diz: 28 de agosto de 2014

    Eu tenho a opinião diferente. Ninguém foi melhor. Foi um debate morno. Mais se pareciam dois times de futebol que jogam pelo regulamento. Nenhum pode levar gol. Se dependia de algum eleitor sair de cima do muro, com este debate continua encima do muro até o próximo.

  • Claudio diz: 28 de agosto de 2014

    Moacir, ontem você postou o seguinte: Para os internautas que não assistiram o debate dos presidenciáveis pela Rede Bandeirantes segue abaixo uma análise isenta no brilhante texto de Josias de Souza, no UOL. É longo, mas vale a pena ser conferido: “Realizou-se na noite passada, na Band, o primeiro debate presidencial de 2014. Antes de trocar o evento em miúdos, aqui vai a conclusão: como já se tornou comum em programas do gênero, domados por regras ditadas pela marquetagem, não houve um vencedor. Hipertreinados, nenhum dos três principais contendores protagonizou algo que possa ser chamado de um escorregão. É improvável que o embate resulte numa virada de votos. Serviu apenas para consolidar posições. Assim, foi mais útil para Dilma e Marina, que roçam o segundo turno.

    Houve ou não houve vencedor no debate?

  • Henrique Luz diz: 28 de agosto de 2014

    “Firme”, “bater pesado”, “presença forte” etc. – não vejo sequer um argumento aqui, e por argumento entendo algo da esfera racional. Isso está mais para um clima afetivo, para o despertar de certas emoções ou algo que o valha. A discussão política deveria ir além do modo pelo qual nós “convencemos” nossas crianças. E se é esse o comentário de um especialista sobre um debate político, lamento muito por nós, brasileiros, e pelo estado da nossa “política”.

  • artesão diz: 28 de agosto de 2014

    O Moacir deve ter assistido outro debate, na Al Jazeera!!! Mesmo assim já está fazendo declaração de voto ao invés de apenas se ater a informar. Não sabia que o termo Terceira Via significava falar em Nova Política e se aliar ao que se tem de pior, falar em democracia e se aliar aos resquícios da ditadura, falar em combater a corrupção e viajar em aviões de empresários investigados pela PF, falar em povo e se aliar a banqueiro, falar em desenvolvimento sustentável e ter um vice do agronegócio, fala que só quer um mandato, mas arrisca a vida por ele, fala que vai governar com todos os partidos (quem em sã consciência acredita que o PT e o PSDB irão fazer parte como coadjuvantes de um governo que não lhes pertence, quem acredita que o PMDB vai contribuir com a causa sem levar nada em troca!). Em política isso chama-se Populismo! Ou seja, fala exatamente o que o povo ignóbil quer ouvir e faz ao contrário sempre se passando por vítima. Por favor, meu caro Moacir, seus comentários estão contaminados por falácias, sua lucidez desapareceu de vez, volte à terra. Como um comentarista político tem coragem de chamar isso de Terceira Via??? O que menos nós precisamos na política brasileira é de aventureiros irresponsáveis. A nação não pode pagar para ver alguém tentar fazer uma experiência. A mídia deve ser mais responsável e menos ideológica em suas opiniões!

  • Giffoni diz: 29 de agosto de 2014

    Caro Colunista, como alguém pode ser “melhor” tergiversando em cada resposta titubeante e vazia de qualquer racionalidade? Som contar, obviamente, a questão do crime eleitoral do avião “fantasma”. Por favor.