Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ministério Público Federal quer acabar com poluição no rio do Brás

29 de agosto de 2014 2

A ação civil pública ajuizada pela procuradora Ana Lúcia Hartmann contra a Casan, para que regularize a Estação de Tratamento de Canasvieiras, atende antiga aspiração das comunidades e de milhares de turistas. A estação falha e pifa. Por isso, o rio do Brás, poluído, segundo os moradores, joga esgoto “in natura”, justamente no trapiche das escunas, em Canasvieiras, que registra o maior movimento de turistas nacionais e estrangeiros durante a temporada.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Arthur Coelho diz: 29 de agosto de 2014

    Se não houvesse calendário para ser consultado eu saberia que vamos adentrar no mês de Setembro. É que , no início deste mês, todos os anos, surgem este tipo de ação que nunca dá em nada. Isto porque, saneamento não está pronto numa prateleira, requer competência ,trabalho e , sobretudo, idoneidade de quem tem responsabilidade sobre isto. E tempo, algum tempo. Assim, não é levantando isto próximo do verão que se irá resolver alguma coisa. O que tem que ser fiscalizada é a execução dos projetos e o seu real funcionamento e, sobretudo, cobrança dos responsáveis, com demissão dos incompetentes. Ah, isto é o ideal inalcançável? Pois se pensam assim é porque já se acostumaram com isto que está aí. Então será só aguardar o ano que vem e , sem calendário, ler o jornal para saber que estamos adentrando Setembro

  • Nelson Jvlle diz: 29 de agosto de 2014

    Parabéns ao MPF. E, aproveitando a oportunidade, que tal fazer o mesmo aqui em Joinville, no rio Cachoeira? Tá certo que o rio não desemboca numa bela praia, mas polui uma cidade inteira, uma bela lagoa (Saguaçu) e toda a baia da Babitonga.
    Fica a sugestão…