Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

"Novo", outro partido sendo fundado em SC

12 de setembro de 2014 6

Bene Barbosa, responsável pelo Movimento Viva Brasil reuniu lideranças na OAB-SC para falar do projeto de criação do “Novo” o mais recente partido em fase de fundação no Brasil. Seu representante em Santa Catarina é Alexandre Paiva. A nova legenda já conta com 510 mil fichas de inscrição, entregues no TSE para registro.

Comentários

comments

Comentários (6)

  • Sérgio diz: 12 de setembro de 2014

    A palestra era sobre o Desarmamento e promovida pelo futuro Partido Novo, que não é a favor do Estatuto do Desarmamento. O Novo é o único partido brasileiro que defende abertamente essa bandeira. A sigla deverá ser oficializada pelo TSE, até o fim do ano, pois cumpriu todos os requisitos legais exigidos.

  • Ramiro Zinder diz: 12 de setembro de 2014

    Boa tarde! Na verdade, Bene esteve em Florianópolis para proferir palestra sobre o controle de armas no Brasil, a convite de apoiadores do NOVO-SC. A causa que Bene defende é alinhada aos valores do partido que é contra o estatuto do desarmamento por ferir as liberdades individuais. Abs!

  • Cláudio diz: 12 de setembro de 2014

    510 mil fichas??? Já possui 1/4 dos eleitores Catarinenses? A criança já nasceu mentindo e falsificando documentos.

  • Rafael Deggau Marques diz: 12 de setembro de 2014

    Parabéns pela divulgação desta importante informação. A palestra foi muito esclarecedora e tanto o Sr. Bene Barbosa quanto o representante do NOVO aqui em Santa Catarina, Alexandre Paiva, merecem uma entrevista pessoal.

  • gualberto cesar dos santos diz: 13 de setembro de 2014

    O NOVO tem gene que muda e fica velho?
    Se tiver é normal.

  • Ramiro Zinder diz: 15 de setembro de 2014

    Cláudio,
    creio que lhe falta informações sobre criação de partidos políticos no Brasil. As 510 mil fichas coletadas foram no âmbito nacional e não apenas em SC, ok?
    E caso tenhas dúvidas sobre o partido, recomendo acessar http://www.novo.org.br antes de postar comentários e acusações inadequadas.