Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dilma e Temer em SC

17 de outubro de 2014 12

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

Fato raro nas campanhas para presidência da República vai se registrar hoje em Santa Catarina: os dois candidatos a presidente e vice-presidente presentes no mesmo dia e nos mesmos atos na reta final da disputa.

Dilma Rousseff (PT) havia prometido vir a Santa Catarina. Chegou a agendar presença no primeiro turno, mas conversou com o governador Raimundo Colombo (PSD), que desaconselhou o programa. A candidata petista tinha dois palanques no Estado e Colombo considerou prejudicial e negativa sua vinda, pelas dificuldades operacionais de montar dois atos diferenciados. Não beneficiaria nem a candidata e nem os que a apoiaram no Estado. Ficou acertado, então, que aqui estaria no segundo turno, quando as forças do PT de Claudio Vignatti e do PSD de Raimundo Colombo estariam juntas. É o que se terá hoje no Centrosul.

A vinda de Michel Temer (PMDB) foi trabalhada num segundo momento. Tem objetivo definido: cobrar fidelidade dos líderes do PMDB que fazem corpo mole ou que já aderiram a candidatura do senador Aécio Neves (PSDB) agora no segundo turno.
Pela mobilização feita pelos dirigentes do PT e do PSD, mais o reforço do esquema do governo estadual, Santa Catarina passa a ser considerada estratégica no segundo turno. A disputa apertada entre os dois candidatos torna a posição do Estado ainda amais relevante no contexto da região Sul. Isto explica a concentração de forças no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná. Dilma e Temer saem daqui e vão direto a Curitiba, onde haverá concentração política às 13h.

Os tucanos e seus aliados prometem aumentar a vantagem de Aécio sobre Dilma. Os petistas e pessedistas lutam pela reversão da votação.

Comentários

comments

Comentários (12)

  • Jaison Franzen diz: 17 de outubro de 2014

    Acredito que o governador esteja pendendo para o lado errado.
    Aliás, acredito que o governador deveria ficar neutro, neste momento..

    Claro que politicamente é compreensível seu apoio ao PT, pois existe a possibilidade de Dilma vencer e a esmagadora votação contrária gerou uma estrutura de um apoio do tipo “minha parte eu fiz Srª”.

    Entendo, também, que o apoio a ela se torna “inócuo” pois, se ocorrer a vitória de Aécio, os “olhos” do novo presidente se voltarão ao Estado como tendo sido o seu MELHOR desempenho dele no Brasil, o que poderá gerar ações em agradecimento.

    Contudo, o que me entristece é perceber o Governador, cujo voto depositei pela atenção dada a minha instituições aos meus colegas, sendo representante de um Partido Social Democrático, apoiar ideologias deste tipo.

    Sentimento é de decepção.

  • Marcelo Fidallgo diz: 17 de outubro de 2014

    Primeiramente gostaria de cumprimentar o Moacir pela coluna de ontem, quando destacou que ficamos abandonados pelo governo federal que só fez algumas (poucas) coisas andarem um pouco antes das eleições. Segundo acho um absurdo uma candidata a presidente apoiar dois candidatos a governador no mesmo estado, terceiro o Sr. Vice presidente não tem moral nenhuma para cobrar nada de ninguém do PMDB pois é um partido que vai ao sabor do vento etão que deixe cada um seguir sua vontade e seu desejo e por último, a própria Dilma assume que o governo dela não deu certo pois está anunciando um novo governo, então se é pra ser novo que seja com TUDO novo.

  • Lorival Roeder diz: 17 de outubro de 2014

    Eu tenho quase 40 anos de MDB/PMDB e se depender de mim e meus amigos aqui em SC a Dilma vai levar uma surra ainda maior. Será que só agora eles descobriram que SC existe ? E o Temer , o que fez por SC nos 4 anos como vice ? Ele não tem votos nem para vereador em Pindamonhangaba. O Colombo não teve coragem de pedir votos no primeiro turno para a Dilam pois sabia que isto não o levaria ao segundo turno e escondeu isto dos seus eleitores. infelizmente eu votei neste safado

  • Claudenir diz: 17 de outubro de 2014

    Prezado Moacir,
    Sou funcionario Publica .
    Bato ponto todos os dias e tenho que trabalhar 8 horas/dia. Nao tenho aviao e nem carro oficial. Nao tenho batedores e nem seguranças. Nao tenho cartao corporativo sem lemites e meu chefe me azucrina 8 horas por dia. Onde esta a Senhora PRESIDENTA durante o expediente daquela que deve dar o exemplo????????
    Quanos funcionarios do Governo foram obrigados a ir ao Centrosul??Qual a finalidade oficial da visita? e o vice?

  • Antonio diz: 17 de outubro de 2014

    Já deu p/Dilma, ela já sabe que vai perder a eleição, anda nervosa e abatida, achava que levaria mais uma vez na conversa. O povo já não aguenta mais tantas mentiras e enganação. Os eleitores até que em fim sabem que tem q. haver alternância no poder, pois o que aí está nada mais é que uma ditadura vermelha. O PT com outros partidos formaram uma quadrilha, aliás o PT não sabe administrar um País, só serve para ser oposição.

  • Wilson Miranda diz: 17 de outubro de 2014

    Na minha inocencia achava que viria para inaugurar ou o aeroporto, ou a duplicação da BR en Blumenau, ou a inauguração do ferrovia do frango, ou do pinto de tão pequena que esta. Ah, estou esquecendo ela vai inaugurar a duplicação da BR 101 totalmente concluida. que boooom para os catarinenses.

  • Irineu diz: 17 de outubro de 2014

    Pelo que a mídia mostrou um encontro de grandes proporções. Com esta vida de Dilma e Michel, não temos dúvidas que as urnas vão bombar no dia 26 pró Dilma e Temer. O povo trabalhador sabe quem é o melhor candidato. Não venha de papo furado e de pesquisas, que o povo já decidiu, é Dilma mais 4 anos.

  • hENRIQUE diz: 17 de outubro de 2014

    O bom é que a RBS não influencia mais ninguém.Veja o caso do Rio Grande,onde o Tarso está levando uma sova de guasca do Sartori e a RBS não apita mais em nada.

  • joão diz: 17 de outubro de 2014

    Vão levar uma das maiores derrotas de todos os tempos em SC…

    Raimundo Colombo e Luis Herinque apostaram muito mal, jogaram no lixo a a tendência e preferência dos Catarinense e de seus eleitores.

    Terão que ir de Joelhos a Brasília amparados pelos governadores do Rio Grande do Sul e do Paraná para pedir perdão e desculpas .

    Não tem sentido, não combina com nada do que aqui aconteceu no primeiro turno da votação presidencial. vejam os resultados de Blumenau, Brusque, Criciúma, Joinville, Florianópolis, Ibirama, Rio do Sul, Lages e outras tantas cidades de gente trabalhadora que sabe o verdadeiro sentido da alternãncia de poder , da democracia fortalecidade com um mínimo de ética…

  • Isabelle diz: 17 de outubro de 2014

    para alguém que só ataca, acoberta a corrupção, não traz nada de proposta (acredito que não as tem, pois se não conseguiu fazer nada em 4 anos, não será agora que fará!), e não deixa que o adversário as apresente, e ainda simula um mal estar, que notadamente ela estava era desnorteada com o fiasco que foi seu debate, ela delira se pensa que as pessoas vão acreditar que tem alguma moral para falar de quem quer que seja! Está na hora do PT colocar sua viola no saco e nos deixar em paz!!!

  • Andrei Coelho Schmidt diz: 17 de outubro de 2014

    Funcionários públicos sendo dispensados e/ou obrigados a prestigiarem o evento da Dilma. Como me arrependo de ter votado no Sr. Raimundo Colombo.

  • Joe Picanso diz: 17 de outubro de 2014

    A Dilma ficou maravilhada com o povo meigo de SC. Ela deve ter ficado triste junto com O Temer pelas lideranças do PMDB em SC, nem todas estarem lá. Agora vamos se respeitar. Que falta de educação de Luiz Henrique e Pinho Moreira, sair da cidade neste dia a proposito para não prestigiar a Presidenta e o vice Temer. Que coisa feia. Aí em janeiro o Luiz Henrique vai lá em Brasilia pedir cargos de ministro para a Dilma. A Dilma tem que meter o pé na poupança deles.