Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ibope: Dilma assume liderança

24 de outubro de 2014 11

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

Pela primeira vez no segundo turno, a candidata Dilma Rousseff (PT) assumiu a liderança na disputa presidencial, segundo a última rodada Ibope. Está agora com 53% contra 47% atribuídos a Aécio Neves (PSDB). Portanto, desapareceram os chamados empates técnicos na corrida presidencial.

::: Acompanhe a apuração do 2º turno em tempo real
::: Tudo pronto para as eleições de domingo no Estado

Em Santa Catarina, lideranças dos dois partidos partem hoje e amanhã para os esforços finais de mobilização. O coordenador do comitê de Dilma, prefeito Paulo Eccel, disparou instrução a todos os aliados e militantes do PT para a orientação nacional de uma caminhada hoje no final da tarde. Será um sinal de motivação para o último debate a ser realizado hoje, às 22h, pela Rede Globo. No sábado também serão realizadas carreatas em vários municípios. O PT fará o “trabalho formiguinha”, no contato pessoal com eleitores.

Os tucanos e seus aliados também programaram vários eventos em diferentes municípios, segundo o presidente estadual Paulo Bauer. A diretriz é concentrada em bandeiraços, caminhadas e carretas nas ruas centrais das cidade. O PSDB conta com o mesmo esquema no PP, PPS e no PSB, seus maiores parceiros agora no segundo turno.

Comentários

comments

Comentários (11)

  • Aloisio Antoni diz: 24 de outubro de 2014

    No primeiro turno comentei neste blog, quatro dias antes das eleições que estas pesquisas de intenção de voto eram furadas e/ou tendenciosas. Acertei em cheio. E agora? Há um conhecido camelô em nossa cidade, com uma clientela invejável, tanto em compras como em centro de fofocas.Pois bem:pegou um caderno e registrou os palpites de seus clientes durante dois dias e resultado foi o seguinte:272 pessoas “entrevistadas”, dando 215 para o AÉCIO, 41 para Dilma , 16 nulos e brancos . Há indício que o Camelô vai ganhar do IBOPE …

  • Kepler Chaves diz: 24 de outubro de 2014

    Kurt Neuer, economista

    Li nos últimos dias que a presidente do Brasil corre o risco de não ser eleita e fiquei chocado com a notícia. Nos últimos 10 anos o governo atual mudou a maneira como o Brasil é visto na Alemanha. Se antes víamos apenas um país de terceiro mundo, agora nós sabemos que o Brasil é uma potência econômica.

    Para os brasileiros eu diria 7 simples motivos para reeleger o atual governo.

    1. Durante a crise mundial (2008-2013) a economia brasileira cresceu quase 5 vezes mais que a alemã.

    2. A taxa de desemprego na alemanha duplicou durante a crise mundial enquanto a brasileira surpreendentemente abaixou. Na Itália, por exemplo, 12.3% das pessoas estão desempregadas e na Espanha 24.5%. O atual governo brasileiro protegeu o emprego das pessoas enquanto as nações europeias protegeram o dinheiro dos bancos.

    3. Apesar de a Alemanha ter um bom governo, em 2014 a economia brasileira vai, de novo, crescer mais que a alemã.

    4. Durante a crise mundial (2008-2014) o IDH alemão diminuiu de 0.940 para 0.911. EUA diminuiu de 0.950 para 0.914, o espanhol de 0.949 para 0.869. Enquanto as maiores economias do mundo sofreram esses efeitos, Brasil aumentou seu IDH de 0.710 para 0.744. Ainda distante do primeiro mundo? Sim. Mas no caminho certo de ascensão.

    5. A desigualdade social cresceu em todos os países europeus enquanto diminuiu no Brasil. Continuando no mesmo caminho, em apenas 10 anos o Brasil alcançará o nível de desigualdade dos EUA.

    6. O discurso de Roussef nas Nações Unidas inspirou o mundo inteiro contra a espionagem dos EUA. Depois disso, nossa primeira-ministra Merkel e outros líderes nacionais se pronunciaram contra Obama. Pela primeira vez um país de terceiro mundo teve coragem para enfrentar o governo estadunidense.

    7. O atual governo de Lula e Roussef mudou a maneira como o Brasil é administrado. Se antes era um país de terceiro mundo trabalhando para os EUA e o mercado financeiro, hoje trabalha para as pessoas.

    A alemanha tem corrupção. Na europa temos corrupção assim como nos EUA e no Brasil e, infelizmente, isso nunca vai mudar, não importa quem esteja no governo. Mas se há um país que enfrentou a crise mundial e melhorou a vida das pessoas como nenhum outro no mundo, esse é o Brasil. E isso deve ser levado em conta.

    Kurt Neuer, economista

    Gesucht: http://epp.eurostat.ec.europa.eu/tgm/table.do?tab=table&init=1&plugin=1&language=en&pcode=tec00115

    http://data.worldbank.org/indicator/NY.GDP.MKTP.KD.ZG

    traduzido por Plantão Brasil

  • Marcia Vinhas diz: 24 de outubro de 2014

    Já saiu na Sensus, Aécio lidera com 9 pontos a frente.

  • Antônio Carlos Martins Júnior diz: 24 de outubro de 2014

    Aqui em Santa Catarina o PT não tem voz nem vez. O catarinense sabe o quanto é importante para mudar a realidade do país. Precisamos de alternância no governo federal.

    Vamos juntos com Aécio. Somente ele é a mudança e a força que o Brasil precisa.

  • Zenir Krieger diz: 24 de outubro de 2014

    Aécio aparecia em terceiro lugar nas pesquisas do primeiro turbo e chegou encostado na Dilma para a disputa no segundo turno.

    Vai acontecer isso novamente. Eu não responderia a verdade numa pesquisa. Se me perguntassem eu diria que voto na Dilma, só para dar o troco nas urnas, votando em Aécio.

  • Adilson Machado diz: 24 de outubro de 2014

    So acredito vendo o resultado das urnas, o povo esta cansado de barbaridades… Mudança se faz necessária, muda Brasil com Aécio 45.

  • Maicon Mello diz: 24 de outubro de 2014

    O povo ta cansado desse PT na liderança de um país que esta indo para a falência. Muda agora Brasil.

  • Carine diz: 24 de outubro de 2014

    Aécio ganha com mais votos ainda em SC. Essa pesquisa errou todas, a pesquisa que acertou no primeiro turno , a única, Veritá, dá 8 de diferença pra Aécio. 45

  • Irineu diz: 24 de outubro de 2014

    Sr blogueiro, onde está meu comentário?. Gostaria saber porque da demora para ser filtrados os comentários?.

  • André diz: 24 de outubro de 2014

    Sugiro divulgar pesquisa ISTOÉ/Sensus ( que mostra Aécio na frente) e fazer uma análise do porquê de tanta diferença entre os institutos. Abraço.

  • Maria Ofélia diz: 24 de outubro de 2014

    Acredito que os eleitores do PMDB, não vão com Dilma.
    Não é porque votamos em Colombo, vamos votar em Dilma.
    E não acreditamos nessas pesquisas.