Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Dilma, SC e a reeleição

27 de outubro de 2014 14

00a6e154

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

Com a reeleição de Dilma Rousseff (PT) sai fortalecida a posição do governador Raimundo Colombo (PSD). Ele já mantém há anos uma relação de amizade sólida com a presidente da República. E, embora Aécio Neves (PSDB) tenha ampliado a vitória sobre Dilma em Santa Catarina, Colombo sai com novos créditos. Impediu goleada maior.

O encontro político, reunindo os prefeitos e depois os líderes e militantes dos partidos que apoiavam o projeto de reeleição, no Centrosul, em Florianópolis, teve um significado singular para a presidente. Além da forte emoção que marcou o evento suprapartidário, foi a partir daquele encontro que Dilma começou a subir nas pesquisas na corrida contra Aécio.

Saem como vencedores o presidente estadual do PMDB, Eduardo Moreira, que abriu o voto em Dilma, o presidente do PSD catarinense, Gelson Merisio, o senador eleito Dário Berger (PMDB) e o coordenador do comitê suprapartidário, prefeito de Brusque, Paulo Eccel (PT). E entram na lista dos perdedores o senador Luiz Henrique da Silveira e o deputado federal Valdir Colatto, ambos do PMDB.

Dilma terá múltiplos desafios antes da posse. Precisa indicar nomes para a área econômica que restabeleçam a credibilidade e a confiança dos investidores e consumidores. Terá que se preparar para as graves revelações do petróleo, envolvendo grandes empresas e uma lista com 50 políticos.

Colombo, por sua vez, passa a compor o secretariado, com a missão de concluir ou agilizar obras federais que são vitais para o desenvolvimento de Santa Catarina.

Comentários

comments

Comentários (14)

  • observador diz: 27 de outubro de 2014

    Cumprimentando o jornalista pela excelente cobertura e analises durante as eleições, pelos números finais do segundo turno o governador Raimundo Colombo , Gelson Merisio bem como o coordenador da suprapartidário quase ou nada tiveram haver com o resultado. Como já havia relatado o candidato Claudio Vignatti tem que usar régua pra medir o que fizeram.
    Ao andar pelas ruas e ou conversando com as pessoas os votos dados a Dilma são exclusivamente simpatizantes da esquerda.
    Em SC se houve um vencedor foi a vontade do povo em demonstrar a falta de reconhecimento do governo federal , de um estado aonde seu povo trabalha e deseja infraestruturas de qualidade pra escoar nossa produção.

  • joão batista evangelista diz: 27 de outubro de 2014

    EDUARDO NOREIRA E LUIS HENRRIQUE FICARAM NA MITA.NÃO ADIANTA DECLARARA APOIO AOS 45 MINHUTOS DO SEGUNDO TEMPO,É MUITA CARA DE PAU DESTE PMDB TRÁRA ANTI PT DE SANTA CATARINA.DILMA JA SABE QUEM É O PINHO MOREIRA O BEGGUER E OTAL DO TRAÍRA QUE SEGUROU A MILITANCIA DO PMDB PRA NÃO PUCHAR VOTO PRA DILMA.É MUITA CARA DE PAU!!!

  • joão batista evangelista diz: 27 de outubro de 2014

    LUIS HENRRIQUE DA SILVEIRA E EDUARDO MOREIRA FICARAM NA MOITA PUCHANDO VOTO PRO AÉCIO!!!

  • Irineu diz: 27 de outubro de 2014

    Que eu não ouça por aí as cúpulas do PMDB de SC em dizer que ‘NÓS AJUDAMOS ELEGER DILMA” Porque aí sou obrigado a descer o camboim. O mínimo, tanvez 0,1% das cúpulas do PMDB não só em SC bem como no Brasil, pediram votos para Dilma. Nós do PT sim podemos dizer que elegemos o Timer deles. Quem votou do PMDB em Dilma e Temer foram as bases do partido e não as cúpulas. Parabenizo uma boa parte do PSD, incluindo o governador, que trabalharam para Dilma, isto sem ter ministérios nas mãos. O PMDB tem 08 ministérios e dezenas de diretorias. Para mim o PMDB é JUDAS que traiu Jesus.

  • Décio diz: 27 de outubro de 2014

    Prezado Moacir Pereira
    Me permite discordar sobre os que saem ganhando com a eleição da Dilma em Santa Catarina:
    01 – Raimundo Colombo, se tivesse abrido o voto favorável a Dilma no 1º turno a história seria diferente.
    02 – Paulo Eccel ? Na cidade no qual é Prefeito o resultado foi 79,22% pró AÉCIO no segundo turno.
    03 – Dario Berger, este não vale a pena comentar pois a lista de várias paginas de processos que responde na justiça falam por si só.

  • Sandra Maria diz: 27 de outubro de 2014

    Tomou uma FUMADA por aqui – isso sim.

  • Orlando Rosa Jr diz: 27 de outubro de 2014

    Equivocada a análise de que Dilma teria o apoio de PMDB, do Merisio ou até mesmo do Colombo. Ela apenas contou com a força da militancia de esquerda (PcdoB de Angela Albino, Psol, PDT e PT). O discurso do Governador não se traduziu em voto, basta comparar os dois turnos de votação em Lages. Berger sequer postou uma mensagem no fecebook. Os vereadores do PMDB da grande Florianópolis estavam TODOS com Aécio.
    Ano que vem Santa Catarina sequer terá um ministro (quanto mais dois como te hoje). Pode escrever.
    A parte boa é que Dilma poderá limpar a casa e quicar o PMDB e o PP catarinense do Governo Federal.

  • ml madruga diz: 27 de outubro de 2014

    Caro Moacir, sejamos honestos, em SC, só tivemos perdedores, os únicos que se acham vencedores são os traidores do estado, estado esse que não tem recebido a atenção necessária revertida em obras de infraestrutura concluídas, chega de enganação e de assinatura de convênios que nunca saem do papel. Vide: acesso Xanxerê, duplicação da via expressa 282, aeroporto HL, BR 101, BR 470 e muitas outras.

  • Gigias diz: 27 de outubro de 2014

    Faltou nas lista dos perdedores:
    Esperidiao (careca) Amim
    Jorge Konder Bornhausen
    Todo o Tucanato
    Eduardo Pinho (traira) Moreira
    E na lista dos vencedores:
    TODO o PT
    Paulo Afonso(PMDB)

  • Roberto diz: 27 de outubro de 2014

    Moacir, meu caro.

    Como assim, colombo ganhou? acho que há um equivoco da sua parte pensar assim. Ora, no Estado que governa, impediu goleada maior? posso estar enganado mais a Dilma tomou uma surra aqui em SC da ordem de: 80%x20%, a maior diferença pró Aécio em todo Brasil e o Sr. vem me falar em impedir derrota maior? Sinceramente não concordo com a sua leitura, sinceramente. Outra discordância, em Brusque outra surra de Aécio em Dilma e o Sr. vem enaltecer a figura do prefeito local, Sr. Paulo Eccel, colocando-o na relação dos vencedores?

  • Carlos diz: 27 de outubro de 2014

    Não entendi por qual aritmética ou matemática saiu fortalecida a posição do governador Raimundo Colombo (PSD) com o resultado da eleição !
    Ficou numericamente demonstrado que o eleitor de Santa Catarina não comungou com a posição adesista que ele adotou no 1º turno e comprovado pelo resultado do 2º turno, com o aumento da diferença contra Dilma.

  • Daniel – Laguna diz: 27 de outubro de 2014

    Que análise governista, pelo menos no que diz respeito a “evitar goleada maior”. O desgovernador não se empenhou em momento algum. No primeiro turno escondeu dilma, no segundo muito, mas muito timidamente, apoiou a presidente. Não agregou nada com isso. Os votos obtidos por dilma dizem respeito aos de esquerda como já foi comentado, seja militante ou simpatizante. Deixe a retórica e propaganda para o centro de comunicações dos comitês eleitorais.

  • Juliano diz: 27 de outubro de 2014

    Eu vejo que o indicativo de colocar o nome em favor da Dilma no segundo turno ja foi um ato de muita coragem em um estado que mostrou no primeiro turno votação expressiva para Aecio. Transferir votos realmente foi pouco, mas algo veio, certamente a derrota dela seria maior sem o apoio dos nomes relatados pela reportagem. Penso que devemos esquecer a eleição agora, focamos no Brasil e no trabalho. Na midia positiva, na esperança. Nos melhores serviços publicos e na mudança, a começar pelo fim da reeleição de todos os cargos. Tudo, até vereador. Só um mandato.

  • Cesar diz: 27 de outubro de 2014

    Caro Colunista,

    O senhor sabe da força e credibilidade de Luiz Henrique da Silveira, sua trajetória. Não perdeu nada, vai ficar mais forte do que nunca, pois é um vencedor. Ele e até o Amim estarão na base aliada de Dilma no Senado e Congresso, pois sem estes ela não faz nada.

    E indo pela lógica ambos foram vencedores, afinal o povo já deu bem claramente quem deseja e em quem vota definitivamente em Santa Catarina.

    Ela Dilma, deverá se aproximar mais destes dois grande políticos, para poder reverter a negatividade de sua sigla por estas bandas.