Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tesouro de SC vai economizar 12 milhões por mes

28 de novembro de 2014 7

A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei do novo indexador da dívida dos Estados e Municípios com a União. Com isto, Santa Catarina deixará de transferir para Brasilia 12 milhões de reais por mês. E, com o efeito retroativo a janeiro de 2013, terá direito a uma indenização de 250 milhões de reais.

Comentários

comments

Comentários (7)

  • André diz: 28 de novembro de 2014

    Como muito bem lembrado através de carta de leitor nesse periódico, uma excelente oportunidade de vincular o empenho deste valor ao pagamento de precatórios.
    Ao término da satisfação de todos os créditos devidos, o dinheiro, ai sim , poderia ter outra destinação.

  • Irineu diz: 28 de novembro de 2014

    Para aquelas lideranças do PMDB catarinense, que embora sendo da base aliada do governo Dilma, votou em Aécio Neves, com a pretensão de receber um cargo, se o tucano vencesse ou com a desculpa que a Dilma não estaria ajudando SC, só com esta economia que o Estado de SC vai ter, devido a sanção de Presidenta, já teria valido apenas ter apoiado a petista.

  • odir caldas diz: 28 de novembro de 2014

    Dá para pagar muitos precatórios.

  • observador diz: 28 de novembro de 2014

    Esperasse que esse dinheiro não vá pra pagar salários/agregações e outros pirundicalhos.
    SC precisa de investimentos !

  • Sergio diz: 28 de novembro de 2014

    O que vale economizar 12 milhões e jogar fora 300 milhoes com as sdr’s, que pena que nosso povo catarinense são escravo desse sistema, na sdr grande florianópolis gostaria que o Jornalista Moacir sei que não é sua função, mas pra ver a verdade que as pessoas colocam aqui sobre a sdr grande fpolis, só funciona com tereirizado e estagiario, exemplo na cojur tem um terceirizado e um estagiario que fazem analise de processo e parecer juridico , isso é desvio de função onde o consultor nem aparece. Os gastos são totalmente desnecessario, o governador anunciou que iria fechar pois fica a menos de 3Km das secretarias setoriais, agora que ganhou não vai mexer mas, o povo é muito passivo, também com estes sindicatos sinte e sintespe politiqueiros não se mexem pra nada, fizeram um abaixo assinado pra fechar as sdr o que deu em nada.

  • Paulo Roberto diz: 28 de novembro de 2014

    Em 2018, com certeza, neste blog estaremos lendo SC não tem recursos, porque tem dívida com a União (BNDES) que cobra juros exorbitantes. Só lembrando, os 9 bilhões de reais do empréstimo que financia todos os projetos denominados “pactos” de agora, começarão a ser pagos em 2018 Na maior cara de pau teremos que lê que a UNIÃO estará sangrando os cofres de SC.

  • Curió diz: 30 de novembro de 2014

    Que socialismo é esse de meia-tigela, que raça de gafanhotos é essa, que aves de rapina… que só quer socializar os ônus tributários e capitalizar os bônus para ” investimentos ” que precisam… ? PQP ! Desde pequeno sei que a atividade empresarial é que investe mediante o retorno de lucro. Ultimamente só escuto coisas do arco da velha. É para pagar precatórios sim e atualizar o piso dos professores sim. O Chamado investimento do Estado recebe esse nome apenas por uma questão contábil assim como qualquer outra despesa, a despeito de ser de ” custeio “. Ora, ora, ora, e labora, o investimento do Estado deve ser primordialmente no seu funcionamento e infraestrutura na saúde, educação e segurança.
    - Precisou a Dilma vetar o túnel de escoamento da renúncia fiscal não é mesmo ? Se não além dos investimentos que eles querem raspariam o tacho da tributação, empreendedores. Hoje em dia vocês não correm mais risco algum ? PQP ! No meu tempo… Sou capitalista até debaixo d´água rapinada mas… carcarás sanguinolentos! E o Colombo á capaz, credo em crucis.