Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de novembro 2014

Lava Jato e a corrida por imóveis no Vale

30 de novembro de 2014 4

Operação Lava Jato está movimentado o mercado imobiliário de Santa Catarina. Diretores de fundos de pensão, temendo novas ações da Polícia Federal e bloqueios da Justiça Federal estão tentando adquirir imóveis no Vale do Itajaí. Para quem acompanha a movimentação, em ritmo de urgência, pura tentativa de lavagem de dinheiro.

Desembargador Lédio Rosa autografará "Contos Fora da Lei"

30 de novembro de 2014 Comentários desativados

Desembargador Lédio Rosa, do Tribunal de Justiça do Estado, vai autografar na quarta-feira, dia 3, na Associação dos Magistrados Catarinenses, o livro “Contos Fora da Lei”. É obra de ficção inspirada na realidade e na experiência profissional do autor. A capa foi produzida pelo artista Rodrigo de Haro. Lédio é também professor da Ufsc.

Ministério Público lançará livro sobre ex-deputado e professor Osni Régis

30 de novembro de 2014 Comentários desativados

O Memorial do Ministério Público de Santa Catarina, em parceria com Academia Catarinense de Letras Jurídicas (Acalej), lança no dia 12 de dezembro, às 19 horas, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em Florianópolis, o livro “Osni de Medeiros Régis: Artigos e Discursos”. O evento faz parte da série Memória Viva de Santa Catarina e das comemorações do Dia Nacional do Ministério Público, comemorado em 14 de dezembro.
O livro sobre a vida e obra de Osni de Medeiros Régis reúne ensaios acadêmicos e discursos do político, publicados e proferidos entre 1955 e 1971. A obra é organizada pelo consultor do Memorial do MPSC e historiador, Gunter Axt, pelo jurista Cesar Luiz Pasold, pelo professor Antonio Carlos Wolkmer e pela Promotora de Justiça Helen Cristyne Corrêa Sanches. A obra contou ainda com a colaboração das duas filhas de Osni Régis, as professoras Regina Iara Régis Dittrich e Maria Isabel Régis.

Sonegação no Brasil perto dos 500 bilhões de reais

30 de novembro de 2014 3

A sonegação fiscal no Brasil este ano está chegando no patamar de 500 bilhões de reais, segundo levantamento do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional. O dado – estarrecedor e constante do Sonegômetro – foi divulgado no 14º Encontro Nacional de Procuradores da Fazenda Nacional, realizado em Florianópolis.

Empresáro Carlos Amastha recebe segunda condenação criminal

30 de novembro de 2014 1

O empresário Carlos Amastha, ex-proprietário do Floripa Shopping, foi condenado pelo Tribunal de Justiça a indenização moral de 50 mil reais. Julgando apelação cível do ex-vereador Demósthenes José Machado, a 1ª Câmara de Direito Civil aprovou, por unanimidade,voto do desembargador Cesar Evangelista. Amastha ofendeu D. J.Machado sem provas.
Reincidente
A apelação foi impetrada pelo escritório André Melo Filho Advogados, de Florianópolis. O mesmo escritório processou Carlos Amastha por calúnia e difamação contra o ex-secretário de Obras, engenheiro Odilon Furtado Filho. O empresário, atual prefeito de Palmas, no Tocantins, foi condenado a pagar 100 mil reais a Furtado, a título de indenização por danos morais.

O novo piso salarial regional de SC

30 de novembro de 2014 1

Será realizada nesta segunda-feira a primeira reunião de negociação entre as federações empresariais e de trabalhadores sobre a definição dos novos índices do piso salarial regional em 2015. Os empregados estão pleiteando 15% de reajuste. O INPC fica entre 6% e 7%. Há quatro anos que o piso é fixado após negociação. 2015 está sendo considerado o mais difícil.

Os 35 anos da Novembrada

30 de novembro de 2014 Comentários desativados

Causas políticas e econômicas estão na origem do confronto histórico entre estudantes e o presidente Figueiredo quando de sua visita oficial a Florianópolis no dia 30 de novembro de 1979. O episódio teve graves consequências políticas e passou para a história como “Novembrada”.
Figueiredo foi o último presidente militar. Praticou atos que resultaram no fim da ditadura, culminando com a eleição de Tancredo Neves para a presidência da República.
Executava a nova política fixada pelo ministro da Comunicação, Said Farhat. Nas visitas as cidades frequentava os pontos mais populares. Aqui foi tomar cafezinho no histórico Ponto Chic. Deu-se mal.
A presença de Figueiredo foi marcada por uma sucessão de equívocos: aumento de 58% da gasolina, negativa de autorizar a tão sonhada Usina Siderúrgica, despesas exageradas na recepção, aumento do custo de vida, a declaração de que “preferia cheiro de cavalo ao cheiro de povo”. E, para completar, enviou dias antes uma placa de bronze para homenagear Floriano Peixoto. Um despropósito a revelar ignorância do Planalto sobre as atrocidades praticadas na Ilha pelo cel. Moreira Cesar, a mando Floriano no final do século XIX.
Os estudantes protestaram na frente do Palácio Cruz e Sousa. Figueiredo irritou-se e desceu as escadarias para enfrentar os manifestantes, depois de fazer um gesto interpretado como obsceno.
Atropelos, empurrões, peteleco em ministros e muita confusão. O pior viria depois com a prisão de sete estudantes e seu enquadramento na Lei de Segurança Nacional. Novos protestos com uma forte adesão da população, ampliando a crise e dando-lhe até repercussão internacional.
Santa Catarina deu um basta. A Novembrada foi considerada um marco no fim do autoritarismo e início da redemocratização.
-
Os internautas que desejarem maiores informações e farta ilustração sobre o histórico episódio estão convidados a ler: “Novembrada-um relato da revolta popular”, que a Editora Insular publicou há 10 anos.

Câmara celebra 45 anos da Aurora

29 de novembro de 2014 1

Câmara Municipal de Chapecó realizou sessão solene para homenagear os 45 anos de atuação da Aurora, a maior cooperativa agropecuária de Santa Catarina, com previsão de faturar este ano 6,6 bilhões de reais. O presidente Mário Lanznaster fez emocionado discurso, destacando que a Aurora tem 21.249 colaboradores, emprega 62 mil famílias em 12 cooperativas.

Tupy economiza energia com programa de eficiência

29 de novembro de 2014 Comentários desativados

A Fundição Tupy, de Joinville, passou a economizar 17,28% de energia elétrica, depois que implantou o sistema de eficiência energética. De comum acordo com a Celesc e a WEG, trocou 297 motores antigos por novos e desenvolveu um programa educativo com funcionários e seus filhos. Outros projetos de economia foram executados com sucesso por empresas catarinenses e apresentados em Seminário na Fiesc.

Camboriú ressente-se de segurança e atenção

29 de novembro de 2014 4

Balneário Camboriu continua criticando com veemência a falta de segurança. Além da carência de policiais, a Delegacia Regional de Policia funciona apenas no período vespertino. Dirigentes de entidades empresariais denunciaram em reunião do Fórum que pedem audiência ao secretário Cesar Gruba há dois anos e até agora não foram atendidas.