Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Justiça autoriza retomada das obras de restauração da Ponte Hercilio Luz

30 de dezembro de 2014 7

Decisão do Desembargador Francisco Oliveira Neto, do Tribunal de Justiça do Estado, suspendeu a liminar que impedia o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) de retomar as obras de restauração da Ponte Hercílio Luz, na Capital.
A decisão, desta terça-feira, 29, atendeu ao pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE) que, em nome do Deinfra, ingressou com recurso de agravo de instrumento contra liminar deferida pela Vara da Fazenda Pública da Capital que proibia qualquer tipo de obra até a realização de uma perícia técnica.
Esse levantamento era exigido pelo Consórcio Florianópolis Monumento e pela Construtora Espaço Aberto, responsáveis pela reforma até agosto, quando o Deinfra rescindiu o contrato após constantes atrasos no cronograma das obras.
Com a decisão judicial, o Deinfra poderá celebrar contrato emergencial com nova empresa para a continuidade das obras e a reforma poderá ser reiniciada em janeiro.

Comentários

comments

Comentários (7)

  • Engenheiro diz: 30 de dezembro de 2014

    Moacir,
    É brincadeira cara é perigosa a forma que o poder público está tratando o assunto da ponte. A Golden Gate aqui em San Francisco na Califórnia tem uma equipe de manutenção permanente. É cobrado um pedágio que é devidamente repassado para o objeto: manter a ponte. Essa estrutura velha é condenada tem que ser substituida por uma nova de tecnologia adequada

  • Rogério diz: 30 de dezembro de 2014

    quando a HL ficar pronta, não vai adiantar nada pois Floripa precisa de mais duas pontes maiores, essa HL só para pedestres mesmo, eu acho. Mas, enfim, já gastaram uma fortuna nessa HL que já daria pra fazer duas outras muito melhores.Qualquer reformazinha já falam em bilhões…

  • Cláudio diz: 30 de dezembro de 2014

    A Justiça não deveria impedir a reforma ao invés de autorizar? Mal pagamos uma reforma e já vai começar outra?

  • Fernando diz: 30 de dezembro de 2014

    Gostaria de saber como que o DEINFRA vai contratar uma empresa para fazer obra emergencial se já passaram 5 meses da rescisão contratual com o Consorcio Florianópolis Monumento e a contratação emergencial devera ser concluído os serviços no maximo em 6 meses. Nenhuma empresa do mundo consegue fazer aquele serviço em menos de 1 ano.

  • Irineu diz: 31 de dezembro de 2014

    Olha conheço Florianópolis desde 1973. Naquela época a famosa ponte Hercílio Luz servia a todos os catarinenses, só tinha esta para ser usada, para entrar na ilha. Em seguida, foi construída a Colombo Sales, a Hercílio Luz foi desativada para reforma. Foram inciadas dezenas de reformas, com construtoras estrangeiras e até hoje, foi gasto bilhões e nada foi terminado. Vergonhoso isto.

  • odircaldas diz: 31 de dezembro de 2014

    “É desmanchar para ter segurança e evitar mais desperdício do dinheiro público ou se desperdício de impostos à população. Deveria ser realizado um estudo para aterramento das cabeceiras insular e continental reduzindo o canal para mais ou menos 400 metros. Aí sim, a cada necessidade poderia ser construída rapidamente uma nova ponte. Abraço. Será que a atual resiste há mais uma temporada de fogos e rojões de dezoito toneladas e vinte minutos de explosões?”.

  • Curió diz: 31 de dezembro de 2014

    Vai que… ela caia na passagem do ano e… já está formada a rede de irresponsabilidade ! tendesse ? Ninguém viu, ninguém sabe, ninguém…
    Essa sorte não temos!
    Depende dos foguetes… 20 minutos, impactos comparados a ventos de…( ver no Deinfra ) … não tem mais ninguém… mesmo para que calcular!