Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2015

Lava-Jato: Empreiteiros ameaçam denunciar Lula e Dilma

31 de janeiro de 2015 5

De Josias de Souza, no UOL:

“Pilhados na operação Lava Jato, executivos de empreiteiras discutem reservadamente com advogados a hipótese de identificar o que chamam de verdadeiros mentores e grandes beneficiários da corrupção na Petrobras. Dizem ter provas capazes de acomodar no centro do escândalo Lula e Dilma Rousseff.
Em notícia veiculada na última edição de Veja, os repórteres Rodrigo Rangel, Robson Bonin e Bela Megaele relatam detalhes de uma conversa ocorrida há duas semanas na carceragem da PF em Curitiba. Envolveu quatro executivos presos da OAS com seus advogados. O presidente da construtora, Léo Pinheiro, e os executivos Mateus Coutinho, Agenor Medeiros e José Ricardo Breghirolli discutiram os desdobramentos do caso do petrolão.

Frustradas todas as tentativas de deixar a cadeia ou de desmoralizar as investigações, os detentos ilustres cogitam colaborar com a Justiça em troca de redução das penas. A certa altura, Agenor Medeiros, diretor Internacional da OAS, desabafou: “Se tiver de morrer aqui dentro, não morro sozinho”.

Num eventual acordo de delação, os empreiteiros terão de apresentar dados ainda ignorados pelos investigadores da Lava Jato. “Vocês acham que eu ia atrás desses caras [os políticos] para oferecer grana a eles?”, disse Léo Pinheiro, o presidente da OAS. Ele se queixa de ter sido abandonado por Lula, de quem se considera amigo.

O grupo decidiu que, se prosperar a ideia de firmar acordo com a Justiça, o delator será José Ricardo Breghirolli, responsável na OAS pelos pagamentos de propina a políticos e partidos.

Outro empreiteiro que coça a língua é o dono da UTC, Ricardo Pessoa, apontado como coordenador do cartel da petrorroubalheira. Em privado, ele conta que, a oito dias do segundo turno da disputa presidencial de 2014, reuniu-se em São Paulo com o presidente do BNDES, Luciano Coutinho. Tentava obter um financiamento bancário. Segundo a versão de Pessoa, Coutinho disse que ele seria procurado pelo tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva.

Edinho não tardou a fazer contato. Pediu uma doação para o comitê eleitoral de Dilma. Ouvido, Luciano Coutinho confirmou a reunião com o empreiteiro. Mas negou que tenha mencionado o nome do gestor do caixa da campanha petista. Depois da conversa com Edinho, o dono da UTC borrifou mais R$ 3,5 milhões na caixa registradora do comitê de Dilma e nas arcas do diretório do PT. A cifra somou-se aos R$ 14,5 milhões que a empresa já havia doado no primeiro turno.”

Luiz Henrique: "Renan adota politica velhaca"

31 de janeiro de 2015 8

De O Globo sobre a disputa para a presidência do Senado neste domingo:

“O candidato avulso à Presidência do Senado, Luiz Henrique (PMDB-SC), disse que o presidente da Casa e candidato à reeleição, Renan Calheiros (PMDB-AL), utiliza métodos da velha política. Para Luiz Henrique, Renan dá “sinais de desespero” ao tomar algumas atitudes, como acionar o suplente de Jader Barbalho para assumir a vaga e poder votar na eleição deste domingo.

O candidato ainda ironizou a atitude do adversário de procurar o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), para conversar.

— Ele (Renan) está atrás do Aécio e eu que sou o candidato de oposição? O documento de posse do suplente do senador Jader chegou às 20h e ele tomou posse no mesmo horário. Tem sinal de desespero, não tem? Evidente que estão praticando atos de desespero, dando posse a suplente na noite de sexta-feira, mas não vai adiantar. Ninguém é capaz de segurar o vento da mudança. Há um processo de velha política, que o Doutor Ulyssses Guimarães chamava de velhaca — disse Luiz Henrique momentos antes de ir à reunião da bancada do PSDB no Senado.

O senador catarinense declarou também acreditar que todos os 15 senadores que assinaram apoio ao candidato governista, na reunião da bancada do PMDB desta sexta-feira, votarão efetivamente em Renan.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/a-um-dia-da-eleicao-no-senado-luiz-henrique-diz-que-renan-adota-politica-velhaca-15210128#ixzz3QRBJQdTN
© 1996 – 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Assembleia terá posse dos 40 deputados neste domingo

31 de janeiro de 2015 Comentários desativados

A posse dos 40 deputados estaduais eleitos em 5 de outubro de 2014 para a 18ª legislatura (2015-2019) será neste domingo (1º), a partir das 9 horas, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A solenidade será realizada no Plenário Deputado Osni Régis e terá transmissão ao vivo da TVAL e da Rádio AL, com cobertura completa da Agência AL.
De acordo com o Regimento Interno da Assembleia, a sessão preparatória para a posse e a abertura da legislatura será presidida pelo deputado Narcizo Parisotto (DEM), que será, no dia 1º de fevereiro, o mais idoso entre os de maior número de legislaturas estaduais em Santa Catarina. Após a execução do Hino Nacional e a proclamação dos deputados diplomados pelo presidente, os 40 parlamentares farão o juramento e assinarão o termo de posse, o que oficializa a instalação da nova legislatura.
Para estar apto à posse, conforme o Regimento Interno da Assembleia, até sábado (31), cada deputado eleito tem que entregar à Mesa Diretora o diploma eleitoral, a cópia da declaração de bens e renda, além de escolher o nome parlamentar, aquele que utilizará durante o mandato.
Novo presidente e Mesa
Ainda no domingo, ocorre a sessão preparatória para a eleição do presidente da Assembleia para o biênio 2015-2017. A eleição se dará em dois turnos, também sob o comando do deputado Narcizo Parisotto. Após a escolha do presidente, ocorrerá, na sequência, uma nova sessão preparatória, já sob a presidência do eleito, para a escolha, também em dois turnos, dos demais componentes da Mesa Diretora.
Fim do recesso
Na próxima segunda-feira (2), com o fim do recesso parlamentar, a Assembleia Legislativa retoma seu expediente normal, das 7 horas às 19 horas, de segunda a sexta-feira.
Para a terça-feira (3), é esperada a posse dos primeiros suplentes, que ocuparão o lugar dos deputados que vão se licenciar para ocupar pastas no primeiro escalão do governo estadual. Também na terça, ocorre a primeira sessão especial da nova legislatura, a partir das 14 horas, para a leitura da mensagem anual do governador.
A primeira sessão ordinária está marcada para o dia 4 de fevereiro, uma quarta-feira, também a partir das 14 horas.

Renan Calheiros pede voto de Dário Berger na disputa pela presidência com Luiz Henrique

31 de janeiro de 2015 4

O senador Luiz Henrique continua recebendo manifestações de apoio de senadores de vários partidos em sua candidatura a presidência do Senado neste domingo, a partir das 15 horas.
Algumas iniciativas de seu adversário, Renan Calheiros, o preferido da bancada do PMDB, revelam que o cenário da disputa é apertado. A primeira veio com apelos veementes de Calheiros para que o senador catarinense Dário Berger apoie sua candidatura, abandonando Luiz Henrique. A segunda, com a decisão do alagoano de convocar o suplente do senador Jader Barbalho, que está hospitalizado.
O ex-governador catarinense continua confiante, especialmente, depois que recebeu declarações de toda a bancada do PDT, de todos os senadores do PSDB e também de alguns do PT.

Luiz Henrique confiante na vitória no domingo

31 de janeiro de 2015 3

Luiz Henrique (PMDB-SC) está muito confiante com a vitória para a eleição de amanhã. O senador catarinense disputa neste domingo (1º), a Presidência do Senado, e à medida que o tempo se aproxima, a onda positiva e o clima de vitória tomam conta da sua candidatura.

- Estou recebendo a confirmação de votos de muitos colegas e estou convicto da nossa vitória!

A bancada do PMDB formalizou o nome do atual presidente do Senado para a disputa. Luiz Henrique, no entanto, manteve a candidatura, que segundo ele “é irreversível”. Luiz Henrique tem o apoio de sete partidos.

A eleição da Mesa (que inclui ainda duas vice-presidências e quatro secretarias, além de vagas de suplentes) ocorrerá depois da posse dos 27 senadores eleitos em outubro passado.

Composição

De acordo com o art. 58, § 1º da Constituição, na composição da Mesa, “é assegurada, tanto quanto possível, a representação proporcional dos partidos ou dos blocos parlamentares que participam da respectiva Casa”, o que, tradicionalmente, garante ao partido de maior bancada a indicação do presidente. No entanto, até o dia da eleição, outros senadores, independentemente de partido, podem apresentar candidatura. O presidente é escolhido por maioria simples, desde que estejam presentes pelo menos 41 senadores.

Sopelsa assume Agricultura na terça-feira

31 de janeiro de 2015 1

O deputado estadual Moacir Sopelsa assume como secretário estadual de Agricultura e Pesca na próxima terça-feira (3), às 17 horas, no auditório da Epagri, Na mesma tarde, o governador Raimundo Colombo estará na Assembleia Legislativa, onde às 15 horas fará a apresentação de sua mensagem anual, a primeira do novo período de governo. Em seguida, prestigiará a posse a Sopelsa.

O parlamentar participa, neste domingo (1º), a partir de 9 horas, da cerimônia de posse dos 40 deputados estaduais na Assembleia. Em outubro ele conquistou seu quinto mandato estadual consecutivo, com 39.041 votos. Na segunda-feira irá se licenciar do Poder Legislativo, em função do convite feito por Colombo para ser o secretário da Agricultura.

Entre 2003 e 2006, Sopelsa foi secretário da Agricultura durante o primeiro governo de Luiz Henrique. Na ocasião, ele priorizou ações em defesa da sanidade do rebanho catarinense que resultaram, adiante, na elevação do status sanitário estadual para área livre de febre aftosa sem vacinação. Também incentivou a expansão das bacias leiteiras e a qualificação dos quadros técnicos da Secretaria da Agricultura.

O deputado que retorna à Secretaria da Agricultura tem origem familiar no campo e sempre manteve proximidade com as atividades agropecuárias. Foi presidente do Núcleo de Criadores de Suínos em Concórdia, o primeiro secretário municipal da área em seu município de origem, é assíduo em feiras e eventos agrícolas e sua família mantém granja produtora de suínos, ovinos e leite.

Cesar Souza Junior inclui PMDB na Prefeitura da Capital

31 de janeiro de 2015 12

O vereador Deglaber Goulart foi convidado pelo prefeito Cesar Souza Junior(PSD) para ocupar a Secretaria do Continente de Florianópolis. Já aceitou e visitou as instalações da pasta. O prefeito articula o apoio dos 4 vereadores do PMDB à base do governo. Passaria a contar com 16 vereadores, maioria tranquila.

Jailson Lima da Silva disputa presidência da Eletrosul e critica nota do PT

31 de janeiro de 2015 9

Deputado estadual Jailson Lima da Silva tem respaldo de várias lideranças e parlamentares do PT para ser o escolhido o novo presidente da Eletrosul. O deputado federal Décio Lima vai submeter seu nome ao ministro Pepe Vargas e defender a escolha no Planalto. O PT também indicou Cláudio Vignatti, o presidente do Diretório Estadual.
Contestação
O Diretório Estadual do PT divulgou nota sobre a indicação de Jailso Lima, contestando a fonte de informação e a própria escolha. Jailson Lima não gostou e declarou: 1. A nota do PT foi infeliz na forma; 2. Não concordo com a forma das indicações para cargos federais em Santa Catarina, por tendências. 3. Nunca pertenci a tendências; 4. O momento exige pragmatismo, racionalidade e responsabilidade.

Energia: o apagão e a racionalização

31 de janeiro de 2015 Comentários desativados

Durante exposição na primeira reunião da Diretoria e do Conselho da Fiesc, o presidente do Instituto Acende Brasil, Cláudio Salles, fez prognósticos sombrios sobre o sistema elétrico brasileiro. O diagnóstico já é conhecido: a demanda de energia tem crescido e o governo não planejou o aumento da geração e de toda a cadeia de transmissão.
O apagão que aconteceu no dia 19 de janeiro deste ano evitou o pior. Havia o risco de, por excesso de carga, o consumo acima da geração causar um colapso em todo o sistema elétrico. A decisão do Operador Nacional do Sistema (ONS) foi correta e preventiva.
O engenheiro Cláudio Salles fez uma análise, também, sobre os graves equívocos e omissões do governo federal no setor elétrico e suas danosas consequências. Ele previu que o reajuste de energia elétrica este ano fique ao redor de 38%. Seria o resultado de 10% do impacto dos financiamentos de 28 bilhões de reais, mais 8% da “bandeira vermelha”, outros 4% a 5% do aumento tarifário da energia de Itaipu, outros 8% referentes a subsídios não pagos e acumulados e, finalmente, os 7% da inflação. Pior: “Ninguém sabe como virá o aumento da energia elétrica”.
Outro problema mais grave: o abastecimento. O Brasil está hoje sem reserva técnica. O apagão de 19 de janeiro poderá se repetir. A energia armazenda, que já foi de 40%, está hoje em 16,9%. Se a seca continuar há grave ameaça ao sistema.
Cláudio Salles defendeu um sistema de racionalização. Ele evitaria o racionamento e, sobretudo, os riscos de apagões.

Procurador enaltece ação do senador Luiz Henrique

30 de janeiro de 2015 1

“Querido amigo Moacir,
Joaquim Nabuco diz que a proclamação da República na França agitou o nosso mundo político em suas profundezas, acrescentando: “Todas as nossas revoluções foram, dir-se-ia, ondulações começadas em Paris”.
O povo catarinense, ao longo da história, tem demonstrado a sua vocação republicana. Essa veneração pela res publica fez de Santa Catarina o Estado mais desenvolvido da Federação.
Ora, A República foi criada para dar expressão à justiça pública. Ela nem sempre faz isso, mas a verdade é que a norma da justiça precede pública como uma instituição diferenciada na sociedade.
Na atual quadra de nossa história, presenciamos uma profunda crise de legitimidade de nossas instituições republicanas.
A questão da legitimidade do poder político e da presença e participação dos cidadãos nos processos de decisão política perde-se no tempo. Para Platão o Estado ?nasce das necessidades dos homens?. Aristóteles, Rousseau, Hobbes, Maquiavel, etc. teorizaram acerca do Estado.
Em sua magistral “Democracia na América” ,Alexis de Tocqueville aborda, com muita sapiência, a participação dos cidadãos nos processos de tomadas de decisões políticas. Tocqueville procura demonstrar como a efetiva participação dos cidadãos na vida da comunidade pode ser decisiva para expurgar a tirania. Tocqueville faz uma análise e avalia que o Estado e o poder político tem como fonte o pacto realizado entre os homens com o propósito de promover o bem-estar de todos.
O Estado de Santa Catarina sempre teve presença marcante na história da representação política brasileira. No Senado Federal, os Senadores catarinenses sempre pontificaram com coragem, inteligência, cultura , espírito público e são intransigentes na defesa dos interesses e dos valores do bravo povo de Santa Catarina. Senadores da estirpe de Nereu Ramos, Antônio Carlos Konder Reis, Jaison Barreto, Jorge Bornhausen, Esperidião Amin, Ideli Salvatti, Raimundo Colombo , Paulo Bauer e tantos outros da mesma estatura, marcaram a história do Parlamento. A candidatura do Senador Luiz Henrique da Silveira é um resgate da tradição parlamentar de nosso povo e o grande início para a construção de um novo renascimento dos valores republicanos, ora em abissal crise. É um fato político de alto significado, sobretudo pela história do ilustre parlamentar, e representa o grande início de reconstrução do pacto político e do restabelecimento da harmonia entre a vontade do Estado e da vontade soberana do povo.
O Ex-Governador catarinense é uma figura de grande prestígio no cenário político brasileiro e tem consciência que a compulsão por fazer, o ethos do político, e a paixão por entender se entrelaçam. Luiz Henrique sabe que os grandes desafios dos caminhos da política é não ceder e nem aceitar à tentação do Doutor Fausto e não vender a alma para o demônio.
A eleição do Senador Luiz Henrique da Silveira para presidir a nossa mais alta Casa Legislativa honrará Santa Catarina.
Diz a canção que, num dia claro, pode-se ver para sempre. “On a clear day you can see forever.”
Relembrando o imortal Luis de Camões: “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”.
Receba um forte e fraterno abraço maranhense e renovador.
Georgino Melo e Silva.”