Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

João Rodrigues nega candidatura a prefeito e mira 2018

28 de março de 2015 5

Pressionado para concorrer novamente à prefeitura de Chapecó e sair do páreo das vagas majoritárias para 2018, o deputado federal João Rodrigues (PSD) deu uma demonstração de força política e de que não vai aceitar que decidam por ele. Em seu aniversário, reuniu 49 prefeitos, 35 vices e 150 vereadores de todo Estado. Como convidado de honra, Gilberto Kassab — ministro do planejamento e presidente nacional do PSD.

Rodrigues aproveitou o evento para dizer em alto e bom som que não é candidato a governar Chapecó pela terceira vez e também para alfinetar o governador Raimundo Colombo (PSD). Isso ficou claro em dois momentos. Primeiro, quando relembrou a decisão do governador de não trazê-lo de volta para a Secretaria de Agricultura, que comandou na maior parte do primeiro mandato e para onde esperava retornar após ser o segundo deputado federal mais votado em 2014.

— Me tiraram a enxada, mas me deram um canhão — afirmou, referindo-se ao mandato em Brasília que pouco aproveitou na legislatura anterior.

O parlamentar foi ainda mais contundente quando lembrou que Colombo preferiu receber Kassab em Joinville, também ontem, cidade do senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e do prefeito Udo Döhler.

— Em vez de receber o ministro aqui em com PSD, ele preferiu receber em Joinville com a turma do PMDB — afirmou.

É do grupo do PSD de Chapecó que deve sair o maior forte nome do partido para sucessão de Colombo. Presidente da Assembleia, Gelson Merisio vinha despontando praticamente sozinho nos últimos. Tentando emplacar reformas, o secretário Antonio Gavazzoni corria por fora. Ontem, Rodrigues deixou claro que não vai fugir da briga.

(Upiara Boschi, interino)

Comentários

comments

Comentários (5)

  • OSVALDO PEIXOTO diz: 28 de março de 2015

    Em política, a comunhão de ódios é quase sempre a base das amizades.
    (Alexis de Tocqueville – França
    29 Jul 1805 // 16 Abr 1859
    Historiador/Escritor )

  • João dos Santos diz: 28 de março de 2015

    Se for para atrapalhar a vida do PT, o João é candidato até a síndico de prédio. João tem ódio de morte contra o PT. Um dia o amigo dele quis me convencer que o João votou na última eleição na Dilma. Eu ri tanto que chegou dar em mim diarreia.

  • João dos Santos diz: 28 de março de 2015

    O João Rodrigues não deveria comparecer nestes eventos, onde envolve o governo federal, pois em todas as suas aparições diante de um microfone, fala muito mal dos governos do Lula e da Dilma. Seria menos hipocrisia não aparecer nestes eventos iguais a estes.

  • JUCA diz: 28 de março de 2015

    Diarreia é para os fracos e idiotas esquerdistas úteis! E quem não é contra esse partideco que virou uma quadrilha organizada para assaltar os cofres públicos. Queres o que cara pálida?

  • João dos Santos diz: 28 de março de 2015

    Falando em prefeito. Veja esta. O prefeito de Chapecó o Sr Caramori foi absolvido de um processo que tinha na justiça por abuso de poder econômico em sua campanha a prefeito. O Prefeito de Brusque, Sr Eccel, foi cassado com o mesmo tipo de acusação, por abuso de poder econômico. Estas coisas não dá para entender. O mesmo motivo e um absolvido e outro condenado. Dois pesos e duas medidas. Este é o nosso Brasil.