Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

UFSC define futuro do Hospital Universitário

29 de abril de 2015 3

O futuro do Hospital Universitário de Florianóolis está sendo decidido hoje através de consulta pública. Estudantes, professores e funcionários definem se o HU deve aderir ou não a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. Este órgão foi criado pelo Ministério da Educação criado para dar mais flexibilidade e agilidade às decisões administrativas do Hospital.
Dos 46 hospitais universitários existentes no país, apenas 8 até agora não aderiram à empresa, entre eles o HU da Universidade Federal de Santa Catarina.
A comunidade está dividida. Os médicos, estudantes de medicina e a coordenação do curso de medicina, majoritariamente, defendem a adesão a Empresa do MEC. Alegam que, assim, virão os recursos para tirar o Hospital da crise em que se encontra. O HU tem hoje mais de 100 leitos fechados exatamente porque não houve adesão à Empresa Brasileira.
O Sindicato dos Servidores politizou o debate, afirmando que haverá privatização do Hospital. Lideranças sindicais ligadas ao PT e partidos de esquerda defendem que seja rejeitada a adesão a nova empresa do MEC.
O funcionamento do Hospital Universitário é fundamental para a politica de assistência médico—hospitalar da Capital e de todo o Estado. Além de ser hospital escola atende todos os segmentos da população pelo SUS. Ali são realizados também transplantes de alta especialidade.
A votação terminará as 21 horas.

Comentários

comments

Comentários (3)

  • JUCA diz: 29 de abril de 2015

    Bom dia Moacir! Dou outro nome a esse descaso a população catarinense, incompetência de gestão ou total falta de pulso e determinação dela. Esquerdopatas irresponsáveis! Consulta pública??? Se a representante do ministério foi clara ao afirmar que não existe possibilidade de contratação por meio de concurso e o caminho optado é via OS ou seja lá que denominação se dê a logística para botar em funcionamento aquela ala do HU. Sempre uma consulta a mais, enquanto isso a população morrendo nos corredores. Esquerda irresponsável no poder é isso,tanto lá como cá, muito discurso e nenhuma gestão.

  • Fabrício B. Aguirre diz: 29 de abril de 2015

    Até agora não entendi os prós e os contras, o próprio sindicato deveria ser mais claro.

  • Gabriel diz: 29 de abril de 2015

    Como sempre os comunistas prestando um desserviço à sociedade. Dizer que o HU vai ser privatizado? Como se a EBSERH é uma empresa de capital 100% da União e está vinculada DIRETAMENTE ao MEC?

    Dizer que a CLT vai precarizar as relações de trabalho? Isso chega a ser absurdo, a discussão que se trava hoje é de flexibilização da CLT por ela ser muito rigorosa, e ai me vem esses caras e vem falar que contratar via CLT vai precarizar a relação de trabalho…

    Fora todas as outras MENTIRAS que essa turma fala, não me surpreenderia se a maioria dessa corja tenha votado na Dilma.