Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dalirio Beber, do PSDB, 66 anos, assumirá cadeira no Senado

10 de maio de 2015 1

O advogado e empresário de Blumenau, Dalírio Beber, do PSDB, vai assumir cadeira no Senado, completando até 2018 o mandato do senador Luiz Henrique da Silveira, do PMDB, hoje falecido em Joinville. Beber é o primeiro suplente, eleito em 2010 com Luiz Henrique, na composição da tríplice aliança que elegeu Raimundo Colombo. O segundo suplente é o secretário da Fazenda, Antônio Gavazzoni.
Dalirio Beber tem 66 anos, natural de Massaranduba, formado em Direito e empresário no Vale do Itajaí.
Já presidiu o PSDB de Santa Catarina. No primeiro mandato de Colombo foi presidente da Casan.
Aliado de Luiz Henrique desde as primeiras negociações do PSDB com o PMDB em 2002, foi um dos líderes tucanos a atuar na eleição do senador ao governo catarinense, juntamente com o deputado Marcos Vieira, Marco Tebaldi e o falecido professor Jacó Anderle.
A escolha de Dalirio Beber para primeiro suplente ao Senado foi uma decisão pessoal de Luiz Henrique da Silveira, enfatizado no PMDB e no PSDB. Quando assumiu o governo do Estado em 2003, o primeiro ato de Luiz Henrique foi assinar a nomeação do tucano Marcos Luiz Vieira para o cargo de Secretário da Administração, em gesto de gratidão pelo que os lideres do PSDB fizeram para celebrar a coligação. Outros tucanos estavam fechados com o governador Esperidião Amin.
Dalirio Beber fez a opção pela presidência do PSDB catarinense no primeiro mandato de Luiz Henrique. E só no segundo é que aceitou convite para presidir o Badesc.
Definido candidato ao Senado em 2010, Luiz Henrique fez a escolha pessoal do nome de Dalirio Beber, também em gratidão pelos apoios em oito anos de aliança.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • José Fernando Pangratz diz: 10 de maio de 2015

    Santa Catarina perde a maior liderança política , articulador e conciliador por natureza, fica uma lacuna no senário político estadual e porque não até mesmo nacional.