Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gavazzoni e a reforma da previdência

13 de julho de 2015 9

Por Upiara Boschi, interino

Em artigo publicado domingo no jornal A Notícia, o secretário Antonio Gavazzoni (PSD) voltou a defender a reforma da previdência estadual. Lembrou que o gasto para cobrir a insuficiência previdenciária com 50 mil servidores é equivalente a todo dinheiro aplicado em saúde. Relatou que a discussão com os demais poderes está em andamento e que não serão apresentadas fórmulas mágicas, mas que “alguns privilégios precisam ser corrigidos”.

– Se, sabendo do problema, não fizermos nada, no futuro seremos tachados de loucos ou, no mínimo, irresponsáveis.

Comentários

comments

Comentários (9)

  • PROFESSOR diz: 13 de julho de 2015

    O governo não conseguiu emplacar o duodécimo com o judiciário, agora começa a perseguir mais uma vez o funcionalismo público. vergonha.

  • Cláudio diz: 13 de julho de 2015

    Mesmo tendo maioria na Assembleia, eles não conseguem aprovar nem uma fusão de agências, imaginem uma reforma previdenciária.

  • henrique diz: 13 de julho de 2015

    Uma medida constitucionalmente prevista que ajudaria e muito a resolver o problema: corte da aposentadoria integral para novos servidores. A União já o fez!

  • Carlos Henrique diz: 13 de julho de 2015

    Prezado Henrique,

    Antes de falar bobagem: Aposentadoria “integral” não existe desde a PEC 41/2003.

    E mesmo assim o servidor público contribui sobre o valor máximo que recebe.
    O problema não é o servidor público, e sim anos e anos de desprezo e má gestão dos recursos previdenciários..

  • Laura Machado diz: 13 de julho de 2015

    Por falar em Previdência, cálculos minuciosos dizem que o rombo na Fundação Celos é de muito mais de R$330.000.000,00 . Esse seria só o valor histórico do furo. Atualizado chegaria a mais de R$1.000.000.000,00 . A Previc analisa tudo com lupa chinesa.

  • Leonidas Silva diz: 14 de julho de 2015

    A Administração atual está mostrando a que veio: terceirizar!
    Assim fica mais fácil fazer o caixa sem levantar suspeita. É mais fácil eliliminar os funionários efetivos que não devem nada a estes sangue sugas, e escolhem apenas comissionados que servem de testa de ferro para trabalhar com suas empresas. Corte nas regionais? vejam os quadros de funionários das secretárias centrais, já estão ficando lotadas, falta espaço. Exemplo da secretária de sáude, criaram cargos e colocaram somente comissionados apadrinhados, inclusive de outras secretarias. É só ver e comprovar. Reforma de mentira!

  • Klodir diz: 14 de julho de 2015

    1 bilhão? eu não li direito !
    a turma do sindicato conseguiu essa proeza?
    que turma de ligeiro.

  • Embarrigando diz: 14 de julho de 2015

    Não era da Celos que saia a eleição do dep. Licio?

  • Gabriel diz: 15 de julho de 2015

    Já passou da hora de fazerem uma previdência complementar para servidores públicos e acabarem com essa farra das aposentadorias de funcionários públicos nos moldes de hoje. Pois o sistema é totalmente deficitário e quem acaba bancando tudo isso é a população catarinense.