Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alcides Abreu: a despedida

23 de julho de 2015 1

Professores, autoridades, políticos, líderes empresariais e ex-governadores compareceram no Jardim da Paz para se despedirem do professor Alcides Abreu. No sepultamento, várias homenagens, com oradores representando várias instituições. O professor Fernando Marcondes, que trabalhou ainda jovem durante 7 anos com Abreu resumiu: “Não conheci ninguém mais inteligente e ético do que o Alcides”.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Armando de Melo Lisboa diz: 24 de julho de 2015

    Caro Moacir,

    As informações s/o prof. Alcides Abreu que circularam na tua coluna correspondem ao seu valor.

    Quando estudante (lá nos anos 70), e depois ainda por muito tempo, utilizei o material mimeografado do “Seminário sócio-econômico” que ele dirigiu nos anos 50, gênese da pesquisa e do planejamento catarinense, o qual, grosso modo, vai assentar as bases do nosso tão louvado “modelo catarinense” de desenvolvimento.

    Sempre de branco, da cabeça aos pés, literalmente, era uma figura exótica mas sempre radiante em brilho e simpatia, sem soberba ou arrogância.

    Sem desqualificar a importância do saber, sua vida é a encarnação da afirmação de Einstein: “A imaginação é mais importante que o saber”.

    Marcado jovem pela Sorbonne (Especialista em Economia), de forma contínua foi um visionário, sempre modelando o futuro, exercitando c/maestria o planejamento, dimensão hoje tão vilipendiada.

    Abs,
    Armando Lisboa (CNM?UFSC)