Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Senador José Serra em SC: "O governo está perdido"

11 de agosto de 2015 7
Senador José Serra em passagem por Santa Catarina. Foto: Felipe Carneiro / Agência RBS

Senador José Serra em passagem por Santa Catarina. Foto: Felipe Carneiro / Agência RBS

Durante sua passagem por Santa Catarina, o senador José Serra (PSDB) foi muito cauteloso em relação ao processo de impeachment da presidente Dilma, mas crítico sobre a crise econômica. Respondeu a algumas questões:

 
O senhor consegue ver uma saída para a crise?
Senador - Se você perguntar o que fazer com a economia eu poderia indicar caminhos. Se quiser saber sobre corrupção, moral, é levar a Operação Lava-Jato até sua conclusão. O problema é que há uma soma de problemas na política, na moral e na economia muito complicada. Estamos diante da maior encruzilhada da história moderna brasileira.

 
Na economia, o ajuste fiscal é o caminho?
Senador – Não é só o ajuste fiscal. O governo precisa parar de errar. Por exemplo, o drama dos juros. Tivemos um aumento de juros na semana passada totalmente despropositado. Vai custar em despesa pública por ano 15 bilhões de reais. Você só aumenta juros reais quando a economia está muito aquecida, pegando fogo, com inflação de demanda. O cenário é o contrário: este ano vamos ter um milhão e duzentos mil empregos destruídos, empresas fechadas, famílias endividadas. O governo está perdido. Este ajuste fiscal é irrealista. Fixaram metas que jamais seriam atingidas. E eles botam a culpa no Congresso. O que o Congresso atrapalhou foi 20% do ajuste. 80% é culpa deles.

 
Na sua avaliação, o melhor para o Brasil é a renúncia, a cassação ou a permanência de Dilma na presidência?
Senador – A Dilma não vai renunciar. Uma eventual cassação vai depender de investigações que estão sendo feitas na Justiça Eleitoral e no Tribunal de Contas. Na Democracia, você não tira um presidente porque ele é ruim.Tem que tem motivos de falta de decoro, comportamento, etc.

Comentários

comments

Comentários (7)

  • Ausenir diz: 11 de agosto de 2015

    Mentir na campanha para se reeleger não é falta de decoro? Ou pode mentir? Existe na constituição alguma cláusula pétrea em que se pode mentir para se reeleger. Falta vontade política. Ou estão todos no mesmo barco?

  • Aguiar diz: 11 de agosto de 2015

    Caro jornalista, caberia uma pergunta sobre a tarja preta “JS” ?

  • Aldício Wiggers diz: 11 de agosto de 2015

    Irineu

    Não precisa ser político para ver que o governo está perdido. Até meu cachorro la em casa já esta vendo.

  • Gilson diz: 11 de agosto de 2015

    Caro Moacir tem tanta notícias de Santa Catarina que passam em branco por este jornalista e vc dá crédito a esse cara quer faz parte da quadrilha do PSDB, quadrilha que até hoje não explicou o quanto Fernando Henrique gastou para aprovar a reeleição, o dinheiro do metrô de SP e o mensalão mineiro. Como estes caras cobram honestidade quando não explicam os seus roubos. Pessoas com José Serra, Eduardo Cunha e muitos outros só sabem mamar nas tetas do governo e quando perdem, fazem de tudo para voltar ao poder.

  • César diz: 11 de agosto de 2015

    Este Irineu deve ser um petista de carteirinha e mancomunado com este desgoverno Lulo-Petista.

  • Henrique diz: 11 de agosto de 2015

    O PSDB é o PT de gravata.O Zé Serra é mais esquerdista que o Zé Dirceu.Nenhum político presta.O Povo só está esperando os militares tomarem conta,é o único jeito.Agora,mais perdido que o governo Dilma está o GRUPO RBS.Não bastasse estar quebrado e nem ser mais controlado pelo Sirotksi,o grupo RBS agora tenta colocar nos advogados a culpa pelo roubo no CARF descoberto pela Operação Zelotes.Ou seja, a RBS pagou 15 milhoẽs de propina para abater uma multa de 150 milhões.A saúde do RS está falida.Os militares vão prender todo mundo.Viva as FFAA.

  • Cidnei diz: 11 de agosto de 2015

    Quem é José Serra para falar de desgoverno.Você fez parte do governo que vendeu o Brasil;eu não esqueci.