Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Doleiro Yousseff: "Dilma e Lula sabiam do esquema Lava-Jato"

25 de agosto de 2015 11

Do portal UOL, sobre a reunião da CPI da Petrobrás, que acontece neste momento em Brasília:

“O doleiro Alberto Youssef, um dos principais delatores da Operação Lava-Jato, disse nesta terça-feira (25) que a presidente Dilma Rousseff (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tinham conhecimento do esquema de desvios de recursos públicos da Petrobras investigado pela Polícia Federal e pelo MPF (Ministério Público Federal). A declaração foi feita durante a acareação entre Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras na Câmara dos Deputados.

Youssef e Paulo Roberto Costa foram questionados pelo deputado André Moura (PSC-SE) sobre se acreditavam que Dilma tinha conhecimento do esquema de corrupção investigado pela operação Lava Jato durante o período em que ela foi presidente do Conselho de Administração da Petrobras, entre 2003 e 2010.

“No meu entendimento, quando o Paulo Roberto, nas discussões e nas brigas do partido, ele pedia um sinal do Palácio do Planalto … No meu entendimento, [Dilma] tinha conhecimento”, disse Youssef.

Paulo Roberto Costa, por sua vez, disse que não poderia confirmar se Dilma tinha conhecimento ou não do esquema operado junto à Petrobras. “Como eu já mencionei nos meus depoimentos, nunca conversei com ela sobre esse tema. Agora, não posso afirmar uma coisa que eu não tenho esse conhecimento”, afirmou.

André Moura então continuou a pergunta feita a Youssef perguntando se ele acreditava que Costa tinha o aval do ex-presidente Lula e de Dilma para operar o esquema de corrupção junto à Petrobras.

“O Paulo Roberto tinha sinalização do Palácio do Planalto, tinha sinalização de quem comandava e presidia o conselho de administração, no caso o ex-presidente Lula, a presidente Dilma, seja enquanto presidente, seja enquanto ministra, seja como presidente do conselho de administração, mas que obviamente, qualquer passo dado do seu Paulo Roberto para roubar os cofres públicos a Petrobras tinha a sinalização de quem comandava o país ou a Petrobras, o ex-presidente Lula, a presidente Dilma. É isso?”, indagou Moura. “É isso”, disse Youssef.”

Comentários

comments

Comentários (11)

  • Gabriel diz: 25 de agosto de 2015

    Pelo visto só quem não sabe disso é o Procurador Geral da República.

  • Carlos Antônio Siqueira Júnior diz: 26 de agosto de 2015

    PT, Dilma e seus seguidores: ideologias cegas e carência de verdades.
    O brasileiro não merece continuar aturando isso!

  • Professor diz: 26 de agosto de 2015

    Curiosamente o Diário catarinense não apresenta nada sobre a revelação do repasse de dinheiro para o Aécio Neves.

  • TECO diz: 26 de agosto de 2015
  • pedro paulo diz: 26 de agosto de 2015

    Engraçado né senhor Moacir,o doleiro também disse na cpi que o senador Aécio Neves também recebeu propina,mas esta parte o senhor esqueceu de colocar ne.
    Pedro

  • Lilian diz: 26 de agosto de 2015

    O que está bobando nas redes sociais é sobre a patética tentativa da mídia de esconder a delação de que Aécio Neves recebeu propina em Furnas.

  • RODRIGO CORDEIRO diz: 26 de agosto de 2015

    Prezado Moacir,

    Mesmo sabendo que poderei ser apagado, acho que o Brasil deve ser passado a limpo sim! Mas conhecendo nossa política, que conheces bem nobre jornalista, deverias dar a mesma atenção para notícia do mesmo site que saiu minutos depois:

    Nem tudo é culpa SÓ do PT, Brasília está longe de ser um Vaticano, cheio de santos, probos e doutos senhores, E ainda o senador Aécio Snows, não é o Sasá Mutema “O Salvador da Pátria”:

    “… Dois dos principais delatores da operação Lava Jato, o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, mencionaram nesta terça-feira (25) que políticos do PSDB receberam recursos desviados de empresas estatais como a Petrobras e Furnas. Entre os beneficiados estariam o ex-presidente nacional partido Sérgio Guerra e o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

    As declarações de Costa e Youssef foram feitas durante uma acareação realizada nesta terça-feira na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras na Câmara. Costa e Youssef disseram que Sérgio Guerra recebeu R$ 10 milhões para “abafar” uma CPI no Congresso Nacional para investigar irregularidades na Petrobras em 2009. O dinheiro, segundo a dupla, teria sido pago pela empreiteira. Segundo Youssef, o dinheiro foi pago pela empreiteira Camargo Correa, uma das investigadas pela operação Lava Jato.

    Costa disse que foi procurado por Guerra e pelo deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) para que o dinheiro fosse encaminhado ao líder tucano. “De minha parte, posso dizer que eles receberam”, afirmou Costa. Sérgio Guerra morreu em março de 2014.

    Deputados do PT seguiram questionando os dois delatores sobre suspeitas de pagamento de propina a líderes tucanos. Jorge Sola (PT-BA) perguntou a Youssef se ele tinha conhecimento das informações de que o senador Aécio Neves teria recebido dinheiro de propina relativa a contratos da estatal Furnas. “O senhor confirma que Aécio recebeu dinheiro de corrupção de Furnas?”, indagou Sola. Youssef disse ter ouvido sobre isso do ex-deputado José Janene, morto em 2010: “Eu confirmo por conta do que eu escutava do deputado José Janene, que era meu compadre, e eu era operador dele”, disse Youssef. Janene é apontado como o responsável pela indicação de Paulo Roberto Costa à direção de Abastecimento da Petrobras…”

  • Paulo Vendelino Kons diz: 26 de agosto de 2015

    Caro Moacir, prezada Juliana e leitores – Paz e Bem,

    Com a satisfação de cumprimenta-los, lembro aos senhores
    Charles Harnack, Sérgio Brasil Nunes Caldas e Marco Antonio Modanese – que questionam o blog sobre o senador Aécio que, smj, o doleiro Youssef repetiu as mesmas declarações que deu, há meses, à Polícia Federal, e elas já FORAM CONSIDERADAS IMPROCEDENTES TANTO PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL QUANTO PELA PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA.

    O doleiro afirmou que “OUVIU DIZER” do envolvimento, da boca de Janene, já falecido, e, após investigações, o caso foi arquivado. O questionamento na CPI, foi feito pelo deputado Jorge Solla (PT/BA), ex-secretário estadual de Saúde da Bahia, alvo de ação do Ministério Público do Estado (MPE) por improbidade administrativa em desvio de R$ 202 milhões.

    Assim, pelo que percebemos, parece ser mais uma tentativa oportunista de desviar a atenção dos brasileiros sobre os graves problemas do país.

    Fraternalmente,

    Paulo Vendelino Kons
    Brusque/SC

  • Hanibal Silva diz: 26 de agosto de 2015

    Ele disse que Lula e Dilma tinham conhecimento do esquema. E disse também que Aécio RECEBEU PROPINA. Esta segunda parte não merecerá um tópico à parte?

  • Desesperados! diz: 29 de agosto de 2015

    Os canalhas do PT, ao invés de defender os pixulequeiros (claro, é impossível), limitam-se a atacar as lideranças da oposição.

    Esta PALHAÇADA inventada por pixulequeiros de que o Aécio recebeu dinheiro de Furnas tem o mesmo fedor nauseabundo das “denúncias” sobre o Aeroporto de Cláudio/MG e do rebebimento de propina pelo Antônio Anastasia.

    Tudo invenção da máfia petista, devidamente recusadas pelo MPF.