Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

CPI dos Fundos de Pensão investiga roubalheira na Petrobrás

08 de setembro de 2015 7

Integrante da CPI dos Fundos de Pensão, o deputado João Rodrigues (PSD) está escandalizado com os primeiros dados. A Sete Brasil, por exemplo, empresa constituída para viabilizar sondas de perfuração em águas profundas, recebeu injeção de 10 bilhões de reais dos fundos de pensão, apenas um ano depois de ser criada.
O fato é considerado inédito pela CPI e absolutamente inusitado no histórico das grandes empresas. Sem experiência no mercado, sem especialização e sem garantias, a Sete Brasil – envolvida até o pescoço no escândalo da Petrobrás – teve um aporte bilionário dos fundos de pensão controlados pelo PT.
O deputado João Rodrigues recebeu outra informação impactante: das 20 sondas de responsabilidade da Sete Brasil 19 foram contratadas pela Petrobrás.
A CPI promete novas revelações sobre fraudes nos fundos de pensão. Elas viriam a se somar a outros fatos graves revelados durante o feriadão. O ministro Teori Zavaski, do STF, autorizou inquéritos contra os ministros Edinho Silva e Aloisio Mercadante, os dois mais próximos da presidente Dilma, ambos do PT; e contra o senador Aloisio Nune Ferreira, do PSDB, todos acusados de recebimento de propinas da Petrobrás.
Já a Procuradoria Geral da República está investigando os senadores Renan Calheiros, Edison Lobão e Romero Jucá, todos do PMDB, acusados de recebimento de propinas nos contratos de Angra 3 pela Eletronuclear.
Tem razão o ministro Teori Zavaski: puxa uma pena e vem uma galinha. Uma roubalheira interminável no bojo da Lava-Jato.

Bauer integra CPI do Fundo de Pensões

3 deputados de SC na CPI dos Fundos de Pensão

Comentários

comments

Comentários (7)

  • Carlos diz: 8 de setembro de 2015

    Os fundos de pensão foram criados para garantir a aposentadoria digna aos funcionários das empresas e fomentar a economia através de investimentos produtivos.
    Onde estão os sindicatos que, além de não defenderem os aposentados do INSS, ainda compactuam com a promiscuidade dos fundos de pensão que são dos empregados e não para fazer a política do governo ??
    Esse é que é o verdadeiro “peleguismo” !

  • Wilson Miranda diz: 8 de setembro de 2015

    Diante desta roubalheira o pagamento efetuado pelas lanchas do Ministério da Pesca, ação arduamente defendida como legal pela Ideli é troco. Embora se a turma que está no poder realmente tivesse investigado como madame afirma duvido que tanta roubalheira teria existido. Existiu porque os cabeças sabiam e nada faziam, deu no que deu, quebraram o país. Roubaram demais, e não suportou.

  • Adelino Renuncio diz: 8 de setembro de 2015

    No último comentário que fiz na tua matéria classifiquei o PMDB como a prostituta do governo brasileiro…. Pelos nomes que acabas de citar, diga se estou enganado! Isso que o Sarnei já está fora. Onde estão os conselheiros que representam os contribuintes dos fundos de pensão?? Não bastava a vergonha de ter um presidente analfabeto, bêbado mal educado, precisava ainda ser imoral e ladrão…e o povinho o reelegeu! É o país dos “macunaimas”

  • Carlos Henrique diz: 8 de setembro de 2015

    Reduzir a Sete Brasil a uma “empresa sem especialização, experiência e garantias” é má-fé.
    A Sete Brasil é um consórcio envolvendo algumas das maiores empresas brasileiras, como Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão e a própria Petrobrás, além de vários estaleiros nacionais.
    Se o deputado não entende da área de engenharia, ao menos deveria estar melhor assessorado.

  • naldo diz: 8 de setembro de 2015

    Se a roubalheira fosse SÓ NA PETROBRAX E FUNDOS DE PENSÃO, todos nós brasileiros deveriam ficar MUITO SATISFEITOS. Mas em qualquer empresa publica, autarquia, estatal ou Órgão ligado diretamente ao governos dos terrorista, que se investigar, vai achar um TREMENTO E BELO ESTRAGO feito pelas gangues e quadrilhas que estão no poder!!

  • Ausenir diz: 8 de setembro de 2015

    Aí eu me pergunto. Como eles conseguem?

  • nelson diz: 8 de setembro de 2015

    Moacir, espero que essa CPI esclareça os DESVIOS da fundação CELOS e coloque na CADEIA, toda a CORJA do PT e seus ALIADOS do SINDICATO que estão ALOJADOS em nossa fundação. Os aposentados da CELOS já começaram a descontar mensalmente, 11% de seus vencimentos, para pagar o ROMBO de nossa Fundação. Serão LONGOS 15 (QUINZE) anos, 180 (CENTO E OITENTA) prestações, descontadas de TODOS os APOSENTADOS para pagar a IRRESPONSABILIDADE e a MÁ FÉ da turma do PT/SINDICATO que instalou-se na CELOS. Em todas as Diretorias em que não houve o dedo do PT/SINDICATO, ao longo de seus 45 anos, passando por diversos planos econômicos, a CELOS jamais deu prejuízo. CADEIA para essa CORJA.