Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alemães reiteram confiança no futuro do Brasil

21 de setembro de 2015 1

“Aproximadamente 1.200 pessoas participaram da abertura do 33º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA) esta manhã na Expoville, em Joinville. Autoridades dos dois países destacaram o evento como uma oportunidade de estreitar os laços e fortalecer as parcerias. O encontro prossegue nesta segunda e terça-feira (22), com painéis, fóruns e rodadas de negócios bilaterais.
Com o tema “Cooperação para Superar Desafios”, a sessão de abertura do EEBA 2015 foi uma oportunidade para representantes dos dois países abordarem temas em evidência na macroeconomia mundial, suas deficiências e oportunidades. A colonização alemã em Santa Catarina, a reestruturação da economia brasileira e as possibilidades de negócios permearam os discursos das autoridades presentes.
O vice-ministro de Economia e Energia da Alemanha, Matthias Machnig, destacou três assuntos que considerou indispensáveis nas abordagens do encontro: “A digitalização da economia, que vai proporcionar saltos em inovação; a política energética, onde o futuro nos mostra alternativas renováveis e a qualificação da mão-de-obra, cujo modelo dual alemão pode contribuir para novas experiências”, citou.
O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) Glauco José Cortes, citou a importância do evento no cenário econômico do Estado e do País. “É estratégico para fortalecer as relações e para o estreitamento das negociações industriais e comerciais”, disse.
O prefeito da maior cidade catarinense destacou a sustentabilidade, a inovação tecnológica e a busca de fontes de energia renováveis como temas a serem abordados e discutidos durante as negociações. “Recebemos o encontro como uma chance de superar desafios”, disse o prefeito Udo Döhler.
Para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), entidade promotora do evento, Brasil e Alemanha devem se unir e iniciar, ainda este ano, as negociações do acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia. A troca de ofertas de bens, serviços e investimentos entre Mercosul e UE é importante para aumentar a competitividade da indústria brasileira e fortalecer as relações econômicas entre os dois países.
“O momento é próprio para a busca de alternativas nas parcerias econômicas e para a discussão assuntos importantes, como uma solução para a bitributação existente hoje no comércio entre os países”, disse Armando Monteiro, Ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
O governador Raimundo Colombo fez questão de exaltar a colonização alemã em Santa Catarina como elemento essencial no progresso e sucesso da economia locais. “Principalmente na educação e no empreendedorismo tivemos modelos que deram certo graças à colonização alemã”, afirmou.
Enquanto ocorria a abertura do Encontro na Expoville, outro grupo de alemães, liderados pelo vice-ministro da Agricultura da Alemanha, Robert Kloos, realizava visitas a setores agrícolas em Pirabeiraba. O grupo foi recepcionado pelo presidente da Fundação 25 de Julho, Valério Schiochet e pelo gerente regional da Epagri, Onévio Zabot.
No roteiro, os alemães conheceram a estrutura da Fundação 25 de Julho, da Epagri e da Cidasc, e conversaram sobre temas voltados à agricultura. No final da visita estiveram na Sociedade Rio da Prata e os clubes que praticam tiro alvo e tiro seta no local.”

(Da assessoria de Imprensa da Prefeitura de Joinville).

Veja fotos do evento

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Irineu diz: 21 de setembro de 2015

    É só a Mídia Brasileira, a burguesia, a elite, a oposição, que acreditam que o Brasil não tem mais futuro. Falam isto para somente denegrir o governo Dilma.