Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Moacir Entrevista: Colombo envia em outubro reforma da previdência à Assembleia

22 de setembro de 2015 5
Foto: Marcos Quint

Foto: Marcos Quint

Governador Raimundo Colombo (PSD) vai remeter no início de outubro à Assembleia Legislativa o projeto de lei sobre previdência complementar dos servidores públicos. Confirmou a iniciativa em Joinville no 33º Encontro Econômico Brasil-Alemanha:

 
O senhor já decidiu fazer a reforma da previdência pública em Santa Catarina?
Raimundo Colombo – Já está decidido, sim! Vamos enviar à Assembleia Legislativa projeto de lei de previdência complementar para os novos servidores públicos estaduais. Pretendemos regularizar a situação daqui para a frente. Existe um passivo e precisamos reduzí-lo. Os estudos estão praticamente concluídos. Vamos encaminhar o projeto no início de outubro.

 
Qual é a real situação da previdência pública?

Raimundo Colombo – É uma situação totalmente insustentável. Não apenas em Santa Catarina, mas em todos os Estados do Brasil. A Constituição de 1988 criou regras que são absolutamente inviáveis, insustentáveis. Isto vai comprometer o futuro, o equilíbrio e a situação das pessoas que já estão aposentadas. Além disso, os que vão se aposentar agora não terão provisão para o pagamento. Este é o maior problema hoje dos governos e nos setores públicos em todo o Brasil.

Comentários

comments

Comentários (5)

  • Professor diz: 22 de setembro de 2015

    Mais maldades contra o funcionalismo público, que foi escolhido como o responsável pela crise dos Estados. Que tal mandar projeto com a extinção das SDRs

  • Pablo diz: 22 de setembro de 2015

    Prezado e Ilustre Governador:

    Ninguém que tenha apenas 01 neurônio sabe que a previdência irá estourar!

    Culpa minha? Não…

    Culpa de quem?

    O Sr. já viu quantas aposentadorias espetaculares o Estado tem?

    Dos poderosos do Estado é proibido mexer… mas quem está lá embaixo tem de pagar a conta de quem está acima.

    Fazer reforma pela metade não fuçando em tudo é piada de mau gosto.

    Olhe para o seu lado Governador… comece de cima pois aí quem está logo abaixo não vai reclamar…

    Mais do mesmo não! Chega de trapaças!

  • Fernando diz: 22 de setembro de 2015

    “Raimundo Colombo – É uma situação totalmente insustentável. Não apenas em Santa Catarina, mas em todos os Estados do Brasil. A Constituição de 1988 criou regras que são absolutamente inviáveis, insustentáveis.”

    Se foi a constituição que criou, como ele vai criar uma lei que vai contra a constituição?

    Ele que comesse fazendo a reforma nas SDR, que já comprovaram por A+B que não servem pra nada e só gastão MILHÕES anualmente.

  • Simone diz: 22 de setembro de 2015

    Ele deveria começar pela aposentadoria vitalícia dos governadores.
    Aliás gostaria de ouvir sua opinião sobre isso Moacir pois até agora não ouvi opinião de nenhum membro da imprensa

  • Mário César Koslow diz: 29 de setembro de 2015

    Sou professor da rede pública SC. Efetivo desde fevereiro/2000 e ACT desde Fevereiro/1993. Averbei setor privado 20 anos, início agosto/1973. Resumindo: hoje conto com 42 anos de serviço. Mas a lei previdenciária de SC, me concederá aposentadoria integral, somente ao 60 anos de idade, tenho 56 anos, ou seja, terei que contribuir 46 anos. Isso é justo?