Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

José Boiteux: "O Semeador de Ideias"

06 de outubro de 2015 Comentários desativados
Foto: Reprodução / Internet

Foto: Reprodução / Internet

A Assembleia Legislativa realiza hoje, às 19h, sessão solene comemorativa do sesquicentenário de nascimento de José Arthur Boiteux, personagem maior da história de Santa Catarina. Jornalista, deputado, escritor, magistrado e secretário, foi o pioneiro na ideia do catarinensismo, da preservação dos valores, tradições riquezas do Estado.
Deve-se a sua genial e patriótica atuação a criação do Instituto Histórico de Santa Catarina, da Academia Catarinense de Letras, do Instituto Politécnico, da Faculdade de Direito e do Clube de Imprensa, a semente que resultou na Associação Catarinense de Imprensa. Credite-se à sua visão futurista a preservação das principais praças no centro histórico de Florianópolis, urbanizadas e humanizadas com a construção dos principais monumentos aos heróis catarinenses.
São exemplos maiores a Praça XV de Novembro com o histórico Monumento aos Heróis da Guerra do Paraguai, a Praça Fernando Machado, e a Praça Getúlio Vargas, com estátuas criativas eternizando Anita Garibaldi e Bulcão Vianna. Ou o notável Fritz Müller, medidativo, na Praça do mesmo nome, em Blumenau. Não fossem estas estátuas e as preciosas áreas em praças públicas que acolhem toda a população hoje nem mais existiriam.
Pensador brilhante, visionário, conviveu e colaborou com vários governadores, a começar com Lauro Müller, na implantação da República. Tinha, então, apenas 26 anos. Fundou jornais que resguardaram a história catarinense. Criou e manteve revistas que estimularam os jovens à pesquisa histórica e ao aprimoramento intelectual.
Sem dúvida, um dos maiores e mais brilhantes intelectuais de Santa Catarina. Tijucano, nasceu em 9 de dezembro de 1865.

Comentários

comments

Não é possível comentar.