Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Ministro sugere renúncia tripla

21 de outubro de 2015 2
Foto: Nelson Júnior / STF

Foto: Nelson Júnior / STF

Ministro Marco Aurélio Melo defendeu, durante participação no Roda Viva, da TV-Cultura, a renúncia da presidente Dilma Rousseff (PT), do vice Michel Temer (PMDB) e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB). Acha que isto não deve acontecer, mas está certo de que seria uma excelente saída para a grave crise, sem traumas.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • JOSÉ AFONSO COSTA diz: 21 de outubro de 2015

    Caro amigo Moacir, boa tarde.
    Valho-me novamente de tão democrático espaço para, com grande felicidade, parabenizar o nobre Ministro Marco Aurélio Melo, tanto pela lucidez quanto pela coragem de expor publicamente, o que em minha opinião, mesmo não sendo a solução para o gravíssimo momento pelo qual passa nosso país, seria um grande primeiro passo na tentativa de recuperarmos parte da credibilidade nas figuras políticas, nas instituições, bem como, trazer certa calmaria ao mercado financeiro, tão inseguro e arredio.
    Lamentavelmente é apenas uma voz clamando no deserto ( que falta nos faz Joaquim Barbosa ).
    E também como ele, não acredito que esse cenário aconteça, porque não espero atitude tão nobre das pessoas acima citadas.
    Grande Abraço.
    JOSÉ AFONSO COSTA – Professor
    Rio Fortuna SC

  • Luis Felipe Lima diz: 21 de outubro de 2015

    Mas e sobre a Ave de Rapina, caso de corrupção em Florianópolis, nada a declarar? Mas é muita seletividade na hora da indignação (e da informação) dentro da “imprensa” de SC! Isso é constrangedor!