Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Marina e Dilma se enfrentam em debate nesta segunda-feira

01 de setembro de 2014 0

Direto do Diário Catarinense

As candidatas à Presidência, Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB), vão se confrontar nesta segunda-feira, pela primeira vez após a pesquisa Datafolha mostrar ambas empatadas com 34% das intenções de voto no primeiro turno.

Juntamente com Aécio Neves (PSDB), que apareceu com 15% no levantamento, as presidenciáveis irão participar, às 17h45, de debate promovido pela Folha de S. Paulo, UOL, SBT e Jovem Pan, nos estúdios da emissora de televisão.

Os candidatos já estiverem frente a frente no debate realizado pela TV Bandeirantes, na última terça-feira. Naquele dia, porém, a pesquisa mais recente era do Ibope e apontava Dilma com 34%, Marina com 29% e Aécio com 19% das intenções de voto no primeiro turno.

Especialistas acreditam que Dilma e Aécio ampliarão ataques a Marina
Rosane de Oliveira: não será surpresa se Marina ganhar no primeiro turno
Ibope: Marina abre 10 pontos sobre Aécio e venceria Dilma no 2º turno

O evento, que será mediado pelo jornalista Carlos Nascimento, vai ser dividido em quatro blocos e terá duração total de 1h40 minutos. O primeiro bloco trará perguntas livres entre os candidatos, com réplicas e tréplicas. A segunda parte envolverá perguntas de jornalistas dos veículos que promovem o debate, que escolherão um candidato para responder e outro para comentar. O terceiro bloco terá o mesmo formato do primeiro e o quarto será de considerações finais dos presidenciáveis.

Também participarão do debate os candidatos Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL) e Levy Fidelix (PRTB), cujos partidos têm representação na Câmara dos Deputados.

Comments

comments

Debate entre os candidatos a governador na UFSC

01 de setembro de 2014 0

O Diretório Central dos Estudantes e o Centro Acadêmico do curso de Direito da UFSC realizam nesta segunda-feira, a partir das 19h, um debate entre os candidatos ao governo do Estado. O evento será no Centro de Cultura e Eventos do campus. Os interessados podem enviar perguntas aos candidatos a serem sorteadas em um dos blocos do debate, por meio de um formulário.

Comments

comments

Primeiro compromisso de Nelson Martins

01 de setembro de 2014 0

010914_posse_nelson_nelsonschaefer_FQ21

O primeiro compromisso do desembargador Jorge Schaefer Martins, que assumiu como governador do Estado nesta segunda-feira, foi viajar a Brasília em companhia do prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Junior (PSD). Ambos foram pessoalmente convidar o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, para participar do Encontro Nacional do Judiciário, que acontece em novembro, em Florianópolis. O evento, organizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reúne todos os presidentes dos Tribunais de Justiça do. O governador em exercício e o prefeito ainda participam, nesta segunda, da posse do ministro Francisco Cândido de Melo Falcão na presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Leia também: Colombo transmite governo a Nelson Martins

Comments

comments

Tércio da Gama expõe no Espaço Cultural do BRDE

01 de setembro de 2014 0

Será aberta hoje, as 19h, no Espaço Cultural Celso Ramos, do BRDE, a exposição do artista Tércio da Gama “O sabor da cor”.

Comments

comments

Henrique Córdova apoia Bauer e Bornhausen

01 de setembro de 2014 0

O ex-governador Henrique Córdova (PPS) manifestou apoio aos candidatos Paulo Bauer, que disputa o governo, e Paulo Bornhausen, que concorre ao Senado.

Comments

comments

Colombo transmite governo a Nelson Martins

01 de setembro de 2014 0

Ao transmitir o governo estadual ao desembargador Nelson Martins, presidente do Tribunal de Justiça, o governador Raimundo Colombo destacou a importância desta relação elevada e institucional entre os Poderes. Para ele é bom para o Estado que os poderes conheçam melhor sua estrutura e seu funcionamento.

Colombo confirmou que se licencia até as eleições para se dedicar à campanha e também porque a lei eleitoral tem zonas de sombra sem definir claramente o que é possível e o que é vedado para impedir privilégios ou benefícios aos candidatos.

Destacou as qualidades do desembargador Nelson Martins, com quem trabalhou em 1979 na Fucadesc, Fundação Catarinense de Desenvolvimento Social no governo Jorge Bornhausen, juntamente com o ex-deputado Cláudio Ávila da Silva.

O ato contou com a presença de magistrados, secretários de Estado, servidores do Judiciário e lideranças empresariais.

Comments

comments

Gabriel Chalita: "A política só melhora com educação"

01 de setembro de 2014 0

chalita

Professor, educador, escritor e deputado federal Gabriel Chalita esteve em Santa Catarina falando no 33º Encontro Estadual do Ministério Público. Falou sobre a importância da educação para como princípio da dignidade humana. Foi aplaudido de pé. Foi o mais votado nas eleições de 2010, mas desistiu de concorrer. Convidado, fará a conferência de abertura da Feira do Livro de Frankfurt, em outubro. Depois, vai a China tratar da tradução de três de seus livros. Em Balneário Camboriú, concedeu a seguinte entrevista:

Moacir – Por que o senhor não concorre à reeleição
Gabriel Chalita – A minha vocação é a educação e a literatura. Acho que cumpri meu papel como deputado federal, elaborei o Plano Nacional de Educação e agora quero me dedicar ao que mais gosto: falar de educação com professores, promotores de Justiça, com magistrados. Acho que ajudo mais o Brasil na literatura e na educação. Não estou abandonando a política, que é um espaço importante. Mas neste momento que estou dando tantas palestras fora do Brasil, não seria um deputado de corpo inteiro no Congresso.

Moacir – O senhor tem enfatizado muito a formação dos professores
Chalita – Exatamente. Quando a gente olha os países que estão com boa avaliação no Pisa, em primeiro lugar está a China, depois a Finlândia e em seguida a Coréia. Você olha estes países e todos eles tem uma forte politica de formação e valorização de professores. Um professor tem que estudar o tempo todo e tem que ter um bom salário. Há uma pesquisa do MEC indicando que apenas 2% dos alunos do ensino médio querem ser professores. Isto é uma tragédia. Temos apenas 18% dos professores dando aula de Física com diploma de Física. Com Química é igual. Se a gente não valorizar o professor não melhoramos a educação. Enfatizo que temos de valorizar o professor em três lugares: na cabeça, no coração e no bolso. Cabeça é formação, coração é respeito e bolso é um salário digno.

Moacir – Quais são as quatro prioridades para a educação
Chalita – Primeiro, formação de professores; segundo, escola com tempo integral(alunos mais tempo na escola); terceiro, um currículo adequado, mesclando teoria com prática, porque o aluno não tem paciência de coisas só teóricas; e quarto, a família. Por melhor que seja uma escola ela nunca vai suprir esta carência deixada por uma família ausente. Vamos fazer com que a escola cumpra este processo educativa.

Moacir – Como melhorar a politica brasileira.
Chalita – Temos que melhorar a educação. Quando você melhora a educação, as pessoas começam ater um posicionamento melhor sobre o que significa a política. Por isso, fico muito preocupado com o horário eleitoral. Há muitos candidatos que transformam o horário eleitoral numa palhaçada. Isso é muito ruim para a política. Política é coisa séria. A situação política no Brasil, com esta quantidade de partidos e estes escândalos todos, não é das melhores. Mas não dá para desistir.

Comments

comments

Centro de Convenções abandonado

01 de setembro de 2014 0

Centro de Convenções e Eventos de Canasvieiras está com as obras paralisadas. Os operários desapareceram do local. O governador havia prometido inaugurar aquela espaço em maio de 2014. Obra vital para quebrar a sazonalidade do turismo no norte da Ilha, pelo jeito, ficará para o próximo ano.

Comments

comments

Marina Silva grava depoimentos com Paulo Bornhausen

01 de setembro de 2014 0

DSC_0092

Durou mais de meia hora o encontro do deputado Paulo Bornhausen com Marina Silva no set de gravação da produtora do PSB em São Paulo. Os dois candidatos gravaram depoimentos para os programas de rádio e TV.

Candidato ao Senado, Bornhausen tratou com a presidenciável das prioridades de sua campanha, vinculada às ações que desenvolveu na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentável e na Câmara Federal. Discorreu sobre inovação, sustentabilidade e inclusão social.

Nesta segunda-feira, Paulo Bornhausen terá reunião com o deputado gaúcho Beto Albuquerque, vice na chapa de Marina Silva.

Comments

comments

Os cenários que favorecem Colombo

01 de setembro de 2014 0

Da coluna de hoje do Moacir Pereira:

Os coordenadores da campanha de Raimundo Colombo (PSD) avaliaram as duas últimas pesquisas – Ibope em Santa Catarina e Datafolha nacional – e concluíram que os números são favoráveis ao governador, na perspectiva de vencer a eleição no primeiro turno.

Entre os sinais positivos indicam: 1.O governador tem espaço para crescer mais, beneficiado pelos programas de rádio e TV, que costumam definir eleições, além de possuir a maior infantaria. 2. Tem uma rejeição baixíssima de apenas 13%; 3. Os números da economia brasileira, que estão afetando a candidatura Dilma Rousseff, não atingem Colombo. Santa Catarina tem na média mais investimentos, mais empregos e melhores índices econômicos do que os nacionais; 4. O principal adversário, senador Paulo Bauer(PSDB), está perdendo a força da candidatura Aécio Neves.

Há, finalmente, outro fator que poderá produzir dois fenômenos diferentes em Santa Catarina: 1. O provável crescimento de Marina Silva(PSB) na disputa presidencial, beneficiária do Plano de Governo que dá mais segurança à classe média e ao empresariado e a inexistência de um beneficiário deste avanço na corrida ao governo em Santa Catarina; 2. A oxigenação da candidatura ao senado do deputado Paulo Bornhausen, que ontem teve nova conversa em São Paulo com Marina Silva e com ela gravou depoimentos para a propaganda eleitoral no Estado.

A partir de hoje, Colombo mergulha de cabeça na campanha e joga toda a infantaria da poderosa coligação em campo para evitar riscos.

Comments

comments