Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

BLOG DE FÉRIAS

11 de novembro de 2014 1

A partir deste dia 12 de novembro e até o dia 23 de novembro, o blogueiro estará de férias. A atualização continuará normalmente a partir do dia 24 de novembro.

Comments

comments

Substituição tributária gera concorrência desleal

11 de novembro de 2014 4

Representantes comerciais e lojistas catarinenses estão sofrendo uma pesada e desleal concorrência das redes de varejo, em função dos critérios definidos na chamada Substituição Tributária. Além da disputa predatória, sofrem redução nas vendas e nos lucros. Os lojistas querem pagar apenas 7%, pois a cobrança de 4% para importados elevou a substituição tributária para 18%.

Comments

comments

Unisul: comemoração dos 50 anos

11 de novembro de 2014 2

Conselho Estadual de Educação realizará sessão solene no dia 18 de novembro, em Florianópolis, para comemorar os 50 anos de fundação da Unisul. A semente foi lançada em Tubarão com o decreto do prefeito de Tubarão, Dilney Chaves Cabral, criando a Faculdade de Ciências Econômicas do Sul de Santa Catarina em 25 de novembro de 1964.

Comments

comments

Novas emissoras no Vale do Itajaí

11 de novembro de 2014 1

O Grupo Vale Europeu de Rádio, detentor há anos da Rádio 92,7 FM, de Timbó, está expandindo suas atividades no Vale do Itajaí. Iniciou as atividades da Rádio Princesa, primeira da colônia germânico-trentina, e anuncia o funcionamento da Rádio Pérola, de Rio dos Cedros. O grupo é dirigido por Tiberio Valcanaia, pioneiro na radiodifusão no Vale.

Comments

comments

Jurerê Internacional terá Galeria Boiteux

11 de novembro de 2014 0

Bernardo Boiteux, sobrinho neto de José Arthur Boiteux, vai abrir em dezembro a Galeria Boiteux, especializada em obras de arte, em Jurerê Internacional. Pretende dar continuidade as atividades culturais dos Boiteux: José, Lucas e Henrique. No jardim de sua casa, exibe a escultura “Contorcionista”, de Alfredo Ceschiatti, fotografada por turistas.

Comments

comments

Inquérito da Operação Trato Feito vai a Procuradoria de Justiça

11 de novembro de 2014 1

Investigação do Ministério Público Estadual, que resultou na Operação Trato Feito, com denúncias de irregularidades na Prefeitura de Balneário Camboriú, foi remetida à Procuradoria Geral de Justiça. O promotor Jean Michel Forest identificou indícios de atuação do prefeito Edison Piriquito(PMDB), que detém foro privilegiado. Informação da assessoria do deputado Mauricio Eskudlark(PSD).

Comments

comments

Procurador de Justiça coloca contas a disposição da Assembleia

11 de novembro de 2014 4

Procurador Geral de Justiça, Lio Marcos Marin, vai a Assembleia Legislativa hoje para colocar a disposição da CPI da Casa Rosa todas as contas bancárias dos que prestaram depoimento na Comissão. Quer sepultar especulações e dar total transparência nas investigações do parlamento.

Comments

comments

A Justiça congestionada

11 de novembro de 2014 8
Foto: Cristiano Estrela/Agência RBS

Da esquerda para a direita, Luís Roberto Barroso, Nelson Martins, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Luís Inácio Adams no 8o Encontro Nacional do Poder Judiciário. Foto: Cristiano Estrela/Agência RBS

Da coluna de hoje do Moacir Pereira:

Ao saudar os 580 inscritos no 8º. Encontro Nacional do Poder Judiciário, no Centro de Eventos da ACM, em Florianópolis, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Nelson Martins, citou um dado preocupante sobre o volume de processos que congestiona e torna mais lenta a Justiça no Brasil. Só em 2013 foram protocolados mais 28 milhões de processos, o que evidencia a chamada “cultura da litigância”.

Em tempos recentes, os conflitos entre cidadãos costumavam ser resolvidos pelo diálogo e pela conciliação. Hoje, não! Às vezes, por motivo fútil, recorre-se a Justiça.

Pior: quando mais lerdos forem os julgamentos, mais os políticos inescrupulosos valem-se de decisões sabidamente ilegais para realização de seus objetivos. Eles nunca pagam a conta. Ela fica como herança para os sucessores.

O sistema financeiro e bancário, por exemplo, também provoca uma enxurrada de ações no judiciário por desrespeitar normas legais. Aposta no sucesso dos recursos sucessivos em instâncias superiores. As sentenças de primeiro grau não tem, no geral, eficácia, pela admissibilidade dos códigos de incontáveis recursos.

O experiente ministro catarinense Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça, fez outra revelação no Encontro: no mês de outubro recebeu 580 pedidos de habeas corpus. Além disso, terá que julgar outros 860 processos criminais que deram entrada em outubro.

Nos Tribunais de Justiça dos Estados o quadro não é muito diferente. Quer dizer: ou as leis e os códigos de processo são atualizados ou a demanda aumentará e a não se conseguirá a inadiável agilidade nos julgamentos.

Comments

comments

Instituto Histórico institui Medalha do Sesquicentenário de Lauro Müller

11 de novembro de 2014 0

Os deputados Décio Lima (PT) e Esperidião Amin(PP) serão agraciados hoje com a Medalha do Sesquicentenário de Lauro Müller, outorgada pelo Instituto Histórico e Geográfico. O ato ocorrerá na solenidade comemorativa dos 150 anos de nascimento de Lauro Müller, filho dos primeiros imigrantes alemães de São Pedro de Alcântara.

Comments

comments

Amin: "Deus, o Homem, o Universo e a Tolerância

10 de novembro de 2014 0

Este o título de artigo enviado pelo deputado federal Esperidião Amin, via e-mail, a este blog. Leia:

“Recente declaração do Papa FRANCISCO sobre a compatibilidade da teoria da evolução com a fé cristã causou grande repercussão. Nosso papa honra sua formação jesuíta ao derrubar tabus e varrer preconceitos com palavras simples, muitas vezes recorrendo ao método socrático de fazer perguntas para desmontar falsas premissas. É, realmente, um craque. A Igreja e a humanidade precisavam e precisam dele!

O mito que atribui à Igreja Católica obscurantismo, a meu ver, é alimentado pelos fatos associados à Inquisição. Meu avô materno, Pellegrino Marini, artesão italiano nascido em Verona, se converteu num “anticlerical” desbocado e ferrenho por ter trabalhado em restaurações de prédios que serviram às práticas inquisitoriais, cujos vestígios o horrorizaram.

Contudo, nem sempre foi assim e nem sempre será assim. A curiosidade – mãe das invenções e da inovação – me colocou aos 12 anos de idade diante de um livro extraordinário, intitulado “DEUS, o HOMEM e o UNIVERSO”. Meu pai me sugeriu que o folheasse (757 páginas.) e acabei levando quase um ano para ler e entender, ao menos em parte, seu conteúdo.

Algumas características do livro merecem ser registradas: a) editado pela Livraria Tavares Martins (Porto, Portugal), em 1956, integra a coleção Filosofia e Religião, coligindo trabalhos de 18 cientistas, foi traduzido do francês pelo Padre (jesuíta) Agostinho Veloso, b) compreende textos, que vão desde “A existência de Deus e o materialismo contemporâneo” a “O mundo, sua origem e estrutura à luz da ciência e da fé”. Detalhe sugestivo: contém o Imprimatur, ou seja, a autorização da autoridade eclesiástica (Bispo de Lisboa) para ser impresso e lido.

Não pretendo aqui resumir o livro. Quero, porém, destacar dois aspectos que ilustram sua produção.

O primeiro diz respeito à sua elaboração e organização. A primeira edição data de 1937, sob o clima que ensejou a encíclica Divini Redemptoris, o Papa Pio XI, que, solenemente, condenou o comunismo ateu. Ou seja, não “nasceu” inspirado pela tolerância.

O segundo é a afirmação, várias vezes repetida no livro, de que “criação não exclui evolução!”.

As recentes palavras de Francisco me fizeram imaginar a reação que seu conteúdo ensejaria à família de Charles Darwin. Consta que depois da publicação de “A Origem das Espécies”, ele deixou de ir às missas dominicais. Sua numerosa família (dos dez, sete filhos sobreviveram), liderada pela fiel companheira (e prima) Emma, ia ao culto dominical e ele ia passear. Com esse “convite” do nosso papa jesuíta, a família Darwin, apesar das controvérsias, poderia voltar a rezar unida.”

Comments

comments