Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "2014"

Termina prazo para prestação de contas da eleição 2014

04 de novembro de 2014 2

Termina nesta terça-feira o prazo para candidatos, partidos e coligações apresentarem extratos de recursos arrecadados e gastos efetuados com as campanhas eleitorais deste ano. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), em Santa Catarina apenas 21,93% completaram a tarefa.

Conforme explica a coordenadora de Controle Interno do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, Denise Goulart Schlickmann, nestas eleições a prestação de contas ocorre em duas etapas. “Primeiro, é preciso encaminhar as contas pela internet, com isso o sistema emitirá um documento chamado Extrato da Prestação de Contas. Segundo, com o Extrato impresso, assinado e, após juntados os documentos obrigatórios previstos na Resolução TSE n. 23.406/2014 (art. 40, II), ele deve ser entregue no protocolo do TRE-SC”

Executiva estadual do PMDB avalia resultado das eleições

03 de novembro de 2014 3
Foto: Simone Sartori, divulgação

Foto: Simone Sartori, divulgação

Na primeira reunião da executiva estadual após as eleições, o PMDB avaliou e destacou os bons resultados do partido em Santa Catarina: elegeu Dário Berger ao Senado e Eduardo Pinho Moreira vice-governador; 10 deputados estaduais e os quatro primeiros suplentes; cinco deputados federais e o primeiro suplente. Os peemedebistas compõem a maior bancada da Assembleia Legislativa.

Leia também: PMDB continua sendo o partido com mais mandatos em SC

As cidades catarinenses que mais votaram em Aécio e Dilma

27 de outubro de 2014 9

Por Luis Antonio Hangai

Em Santa Catarina – Estado em que Aécio Neves conseguiu novamente a maior vitória proporcional do país –, duas mesorregiões se destacaram entre eleitores do PSDB e do PT.

No Vale do Itajaí, três município concederam ao tucano os maiores índices porcentuais em todo o Estado: Benedito Novo (83,14% ou 5,6 mil votos), Timbó (82,94% ou 20,1 mil votos) e Brusque (82,01% ou 55,1 mil votos).

> Leia também:
:: Em mapa, veja como cada Estado votou para presidente
:: Eleição presidencial foi a mais acirrada desde 1989

Já Dilma Rousseff (PT) conseguiu no Oeste catarinense seus melhores resultados. Três cidades da região foram, em números porcentuais, as que mais votaram na petista em SC. São elas Entre Rios (70,88% ou 1,4 mil votos), Ipuaçu (67,18% ou 2,5 mil votos) e São Bernardino (65,96% ou 1,2 mil votos).

Dilma, SC e a reeleição

27 de outubro de 2014 14

00a6e154

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

Com a reeleição de Dilma Rousseff (PT) sai fortalecida a posição do governador Raimundo Colombo (PSD). Ele já mantém há anos uma relação de amizade sólida com a presidente da República. E, embora Aécio Neves (PSDB) tenha ampliado a vitória sobre Dilma em Santa Catarina, Colombo sai com novos créditos. Impediu goleada maior.

O encontro político, reunindo os prefeitos e depois os líderes e militantes dos partidos que apoiavam o projeto de reeleição, no Centrosul, em Florianópolis, teve um significado singular para a presidente. Além da forte emoção que marcou o evento suprapartidário, foi a partir daquele encontro que Dilma começou a subir nas pesquisas na corrida contra Aécio.

Saem como vencedores o presidente estadual do PMDB, Eduardo Moreira, que abriu o voto em Dilma, o presidente do PSD catarinense, Gelson Merisio, o senador eleito Dário Berger (PMDB) e o coordenador do comitê suprapartidário, prefeito de Brusque, Paulo Eccel (PT). E entram na lista dos perdedores o senador Luiz Henrique da Silveira e o deputado federal Valdir Colatto, ambos do PMDB.

Dilma terá múltiplos desafios antes da posse. Precisa indicar nomes para a área econômica que restabeleçam a credibilidade e a confiança dos investidores e consumidores. Terá que se preparar para as graves revelações do petróleo, envolvendo grandes empresas e uma lista com 50 políticos.

Colombo, por sua vez, passa a compor o secretariado, com a missão de concluir ou agilizar obras federais que são vitais para o desenvolvimento de Santa Catarina.

Maior porcentual de votos para Aécio foi em SC

06 de outubro de 2014 10

Por Luis Antonio Hangai

Aécio Neves (PSDB) conseguiu em SC obter o maior porcentual de votos totais em comparação aos demais Estados do país. O tucano recebeu 48,3% dos votos catarinenses frente aos 28,1% de Dilma Rousseff (PT). O número supera os registrados no Paraná (46,1% para Aécio) e Rondônia (41,9%), respectivamente segundo e terceiro colocados. O resultado é diferente do que foi apresentado pela última pesquisa do Ibope, que anunciou Dilma com 38% e Aécio com 28%.

Confira abaixo como foi a votação para presidente em cada Estado:

 

Confira agenda dos candidatos ao governo nesta última semana antes do primeiro turno

29 de setembro de 2014 1

Raimundo Colombo (PSD)
Segunda: Cumpre agenda em Blumenau e durante a noite se prepara para o debate da RBS-TV
Terça: Participa do debate da RBS-TV
Quarta: Faz caminhada em Florianópolis e Itajaí
Quinta: Faz caminha em Chapecó
Sexta: Faz caminhada em Joinville, Itajaí e São Bento do Sul
Sábado: Encerra com caminhada em Lages
Domingo: Vota em Lages

Claudio Vignatti (PT)
Segunda: Cumpre agenda em Florianópolis e São José
Terça: Participa do debate da RBS-TV
Quarta: Faz caminhada em Joinville, Jaraguá e Guaramirim
Quinta: Visita Itajaí e Blumenau
Sexta: Faz caminhada em Tubarão e Criciúma
Sábado: Passa o dia com familiares em Cunha Porã
Domingo: Vota em Chapecó

Afrânio Boppré (PSOL)
Segunda: Cumpre agenda em Blumenau
Terça: Participa do debate da RBS-TV
Quarta: Faz panfletagem em Biguaçu
Quinta: Agenda em São José e Palhoça
Sexta: Agenda em Florianópolis
Sábado: Caminhada no centro de Florianópolis
Domingo: Vota em Florianópolis

Paulo Bauer (PSDB)
Segunda: Caminhadas em cidades da Grande Florianópolis
Terça: Participa do debate da RBS-TV
(A agenda não está fechada para os outros dias)
Domingo: Vota em Joinville

Leia também
::: Site especial do DC terá apuração em tempo real
::: Outras notícias das Eleições 2014

 

Colombo e Dilma lideram em SC

25 de setembro de 2014 36

006e08d7

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

A nova pesquisa Ibope sobre intenção de votos em Santa Catarina confirma o favoritismo do governador Raimundo Colombo, candidato a reeleição pelo PSD. Conquistou mais três pontos, passando de 49% para 52%. O candidato Paulo Bauer (PSDB) perdeu um ponto, caindo de 17% para 16%. E o candidato Cláudio Vignatti (PT) também ficou sem um ponto e está agora com 6%.

Estes números refletem o poder da infantaria governista e o marketing de Colombo, com espaço muito maior e programas bem produzidos e editados. E alguns equívocos na estratégia de Bauer.

O tucano é beneficiário do esquema político que comanda o poder no Estado há quase 12 anos. Fazer oposição com esta marca é um grande desafio. Além disso, até seus correligionários admitem que deveria focar mais em oposição ao governo Dilma, apoiada por Colombo e adversária do tucano Aécio Neves.

Outra novidade nesta nova etapa é o empate técnico entre Dário Berger (PMDB) e Paulo Bornhausen (PSB) com leve vantagem para o ex-prefeito de Florianópolis. Dário passou de 22% para 24% e Paulo caiu de 25% para 22%. Milton Mendes (PT) ficou nos 7%.

Colombo tem dois outros fatores favoráveis. Venceria fácil de Bauer no segundo turno de 57% a 19%. E sua rejeição é muito baixa, de apenas 6%, próximo de Bauer, com 5%, e de Vignatti com 4%.
A presidente Dilma Rousseff perdeu um ponto, mas continua liderando com 36%, contra 25% de Aécio Neves, que subiu 5%, e 19% de Marina Silva, que caiu 5%.

Marina: "A política envelheceu"

24 de setembro de 2014 13

marina 1

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

A visita que a presidenciável do PSB, Marina Silva, fez a Florianópolis foi marcada pelo discurso da renovação política no Brasil e pelas fortes críticas contra a corrupção no governo federal. Começou reiterando prioridade para escola em tempo integral, citando seu exemplo heroico e vitorioso. Ela alfabetizou-se apenas aos 16 anos de idade.

– A educação fez um milagre na minha vida – proclamou, sob os intensos aplausos dos jovens e dos professores presentes. Renovou compromissos com a bandeira do Saúde 10, sobre a destinação de 10% da arrecadação para a saúde, dispositivo que está na Constituição Federal e que até hoje não foi regulamentado pelo Congresso Nacional.

Com uma retórica leve, bem articulada, homenageou o falecido Eduardo Campos para criticar os métodos políticos empregados hoje no Brasil.

– Quando a sociedade fica mais distante, a política piora. É o que ocorre hoje no Brasil. Corremos o risco até de perder o que conquistamos. Precisamos aproximar a política do povo brasileiro. Proponho a “nova política”, o reencontro da sociedade com a política. Porque esta política que está aí envelheceu – prosseguiu.

Marina fez generosas referências, em pelo menos quatro vezes, ao deputado Paulo Bornhausen, presidente estadual do PSB, destacando seu empenho com a ficha limpa, com a inovação, a sustentabilidade e outras bandeiras de seu plano de governo.

Confira reivindicações da Facisc para os candidatos ao governo do Estado

23 de setembro de 2014 Comentários desativados

A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) irá entregar uma cartilha com mais de 600 reivindicações para os candidatos ao governo do Estado nessa quarta-feira (24.09), no Hotel Majestic em Florianópolis.Confira abaixo a íntegra do documento:

 


>>> Leia também
::: Site especial do DC terá 
apuração em tempo real
::: Outras notícias das 
Eleições 2014

Eleição das campanhas milionárias

23 de setembro de 2014 11

Da coluna de hoje do Moacir Pereira

O deputado Edison Andrino (PMDB) desistiu de concorrer à eleição porque assustou-se com o orçamento. A previsão de despesas com a campanha era de R$ 2 a 3 milhões. Não recuperaria isso nem com dois mandatos. Nos comitês eleitorais dizem que candidatos à Câmara Federal e Assembleia Legislativa arrecadaram até R$ 5 milhões. Ficção ou realidade, o fato é que estes números nunca chegam à Justiça Eleitoral.

Esta campanha continua “sui generis”. Contam-se nos dedos os carros com adesivos de candidatos. Militantes portando bandeirolas sem ganhar um cachê, então, virou espécie em extinção. Todos levam seu dinheirinho pelo “serviço” eleitoral. Os próprios candidatos espinafram seus cabos eleitorais. Vereadores, líderes comunitários, via de regra, estão apoiando só em troca de boa grana.

Dois flagrantes dados pela Polícia Rodoviária Federal revelaram provas sobre abusos do dinheiro na atual campanha. Um, envolvendo Aires Bertollo, detido quando portava santinhos do deputado Ronaldo Benedet (PMDB) e R$ 105 mil. Não informou nada sobre a origem do dinheiro. Bertollo, cabo eleitoral de Benedet, já tinha sido seu assessor.

O segundo, o flagrante com os guardas da prefeitura de Florianópolis com R$ 100 mil reais e propaganda do deputado Vanderlei Agostini(PSD) no carro. Juliano Pereira Machado, diretor do IPUF, e Jean Carlo Viana Cardoso, comandante da Guarda Municipal, tinham viajado a Porto Alegre, onde se encontraram com dirigentes da Kopp, a empresa contratada para manter os radares de Florianópolis.