Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Claudio Vignatti"

Colombo, Dilma e Anita Garibaldi

20 de julho de 2015 4
Governador Raimundo Colombo (PSD) entrega imagem de Anita Garibaldi à presidente Dilma Rousseff durante inauguração da Ponte de Laguna. Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

Governador Raimundo Colombo (PSD) entrega imagem de Anita Garibaldi à presidente Dilma Rousseff durante inauguração da Ponte de Laguna (15). Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

Até os correligionários e aliados de Raimundo Colombo consideraram desconcertantes os elogios feitos à Dilma Rousseff na inauguração da Ponte Anita Garibaldi. O gesto de gratidão seria até justo e elogiável. Mas a comparação com a “heroína dos dois mundos” provocou reações e críticas pelo exagero. Afinal, Dilma foi rejeitada nas eleições por mais de dois terços dos eleitores catarinenses e seu governo tem aprovação de apenas um dígito. Além disso, e as outras promessas? O aeroporto Hercílio Luz está parado há cinco anos, a duplicação da BR-470 não tem um metro de asfalto, a BR-280 idem, a BR-282 coberta de buracos no Oeste. E por aí vai. Nos bastidores, defensores de Colombo justificam. Dizem que o futuro do Estado depende dos recursos federais. No primeiro mandato, Dilma viabilizou a reeleição de Colombo com empréstimos de 10 bilhões. E se Dilma sinalizar qualquer corte hoje, o governo Colombo despenca. Não pode prescindir dos empréstimos federais. Além disso, pelo perfil conciliador, o governador tem “teflon”. Assim, a bajulação presidencial não lhe traria prejuízos políticos. Outra alegação seria de ordem estratégica. Na eleição passada, quem liquidou a candidatura Cláudio Vignatti no PT foi o grupo de Ideli Salvati. Mas quem a sepultou foi Dilma Rousseff com os rasgados elogios a Colombo. Agora, o governador estaria neutralizando oposição de petistas radicais à sua gestão e enfraquecendo lideranças estaduais para campanha majoritária de 2018. Jogo de alto risco, sobretudo, pela crise que joga o governo Dilma no fundo do poço, corrupção que nunca acaba, e de futuro imprevisível.

Volta ao mundo em 80 dias

17 de julho de 2015 6

Por Upiara Boschi (interino)

Foto: Hermínio Nunes

Foto: Hermínio Nunes

Está consumado o cruzamento de sangue entre o PMDB e o PT na direção da Eletrosul. Na tarde de ontem, foram nomeados os ex-deputados federais Djalma Berger (PMDB) para a presidência e Claudio Vignatti (PT) para a diretoria financeira da estatal. Como o ex-governador Paulo Afonso Vieira continua à frente da diretoria administrativa, falta apenas a confirmação do nome do ex-deputado estadual Jailson Lima (PT) em outra cadeira do comando do principal posto federal no Estado. A articulação das bancadas federais dos partidos, visando 2018, venceu a predileção de Dilma Rousseff (PT) por Marcio Zimmerman – que permaneceu 80 dias no cargo.

Para assumir cargo na Eletrosul, Vignatti deixa presidência do PT-SC

14 de julho de 2015 2

Por Upiara Boschi, interino

O ex-deputado federal Claudio Vignatti pediu licença da presidência estadual do PT. Teria sido uma recomendação do Sistema Eletrobrás, para que ele não acumule função partidária e a diretoria financeira da Eletrosul – cargo em que deve ser confirmado na quinta-feira (16). Quem assume é o ex-deputado Milton Mendes. O estatuto do partido prevê nova eleição caso o afastamento seja superior a 120 dias.

A movimentação dos candidatos ao governo

15 de setembro de 2014 3

Apoios
Depois de receber declaração de voto do prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo, do PP, o governador Raimundo Colombo recebeu manifestação de apoio no encerramento do Congresso da Associação dos Despachantes de Trânsito de Santa Catarina, presentes cerca de 700 profissionais.

Foto: Daniel Conzi, Divulgação

Foto: Daniel Conzi, Divulgação


Adesões

Cláudio Vignatti, candidato do PT ao governo, realizou uma movimentada caminhada pelas ruas centrais da Capital no fim de semana, depois de participar de eventos políticos em Timbó, Indaial e Rodeio, no Vale do Itajaí. Em todos eles com incorporação de novos apoios.

Foto: Tatiana de Oliveira, Divulgação

Foto: Tatiana de Oliveira, Divulgação

Solidários
Senador Paulo Bauer, do PSDB, prestigiou com a esposa Débora o “Risoto Solidário” da Loja Macônica Lara Ribas, realizado no Lagoa Iate Clube. Seu vice, deputado Joares Ponticelli, foi um dos 60 “chefs” risoteiros. A esposa de Paulo Bornhausen, a dentista Ana, também atuou como voluntária.

Foto: Júlio Cancellier, divulgação

Foto: Júlio Cancellier, divulgação

Os candidatos e as CDLs

09 de setembro de 2014 Comentários desativados

O presidente da Federação das CDLs de Santa Catarina, Sergio Medeiros, encontrou-se com os candidatos ao governo do Estado Paulo Bauer (PSDB) e Claudio Vignatti para falar sobre segurança,  carga tributária, sustentabilidade ambiental e contrapartidas fiscais aos empresários. Medeiros reforçou que os assaltos, roubos e golpes se constituem no problema de maior dimensão do cotidiano do comércio. Para ambos os candidatos foi solicitado o compromisso de não elevar a carga tributária, inclusive com a manutenção do modelo atual de substituição tributária da aos micro e pequenos empresários. Os dirigentes lojistas também reivindicaram um mecanismo legal que ofereça redução nos impostos aos empresários que custearem parcial ou integralmente os estudos dos funcionários.

Sergio Alexandre Medeiros e Claudio Vignatti
Sergio Alexandre Medeiros e Paulo Bauer Foto de Diego Redel

Aliados na oposição

25 de agosto de 2014 4

Durante um encontro em Itajaí, os candidatos Cláudio Vignatti (PT) e Paulo Bauer – com seu vice Joares Ponticelli (PP) – aparecem lado a lado, embora sejam concorrentes ao governo do Estado nas eleições deste ano. Sinal de que ambos têm em comum a luta pelo segundo turno. “O adversário do meu adversário é meu aliado”, informou o tucano por meio de sua assessoria de imprensa.

Foto: J.L. Cibils

Foto: J.L. Cibils

TRE suspende inserções comerciais de Vignatti na TV

24 de agosto de 2014 3

Juiz eleitoral Fernando Vieira Luiz determinou hoje a suspensão das inserções comerciais de propaganda eleitoral do ex-deputado federal Cláudio Vignatti (PT). Acolheu representação da coligação Santa Catarina em primeiro lugar, do candidato Raimundo Colombo.

A alegação foi de prática ilegal em usar os espaços dos proporcionais para divulgar os majoritários.

A visita de Dilma a SC

24 de agosto de 2014 3

Prefeito Eliseu Matos (PMDB) recebeu informação de Brasilia de que a visita da presidente Dilma Rousseff a cidade de Lages deverá ocorrer no dia 6 de setembro. Ele fez o pedido ao governador Raimundo Colombo. A previsão inicial é de dupla visita presidencial: a segunda seria em Laguna, na Ponte Estaiada, Cláudio Vignatti (PT).

No segundo dia de propaganda eleitoral, campanhas apostam em apresentação dos candidatos

20 de agosto de 2014 17

Por Luis Antonio Hangai

No segundo dia de horário gratuito de propaganda eleitoral na televisão, os candidatos ao governo do Estado investiram seus minutos para se apresentarem e falar sobre propostas. Com discursos amenos – cujo objetivo geral foi fazer com que os eleitores comecem a conhecer os concorrentes –,  não houveram críticas mais duras. Eduardo Campos, que faleceu na última semana em um acidente aéreo em Santos, apareceu somente na publicidade de Paulo Bauer (PSDB) e Janaina Deitos (PPL).

Raimundo Colombo (PSD), seguindo a cartilha de candidato que busca reeleição, apostou seu tempo para falar sobre as obras realizadas em sua gestão. Reconheceu que 2010, ano em que assumiu, foi um ano de dificuldades, todas elas atribuídas à “crise econômica internacional que atingiu o mundo todo”. Com maior tempo de televisão, o governador deu ênfase ao seu Pacto por Santa Catarina e não deixou de fazer críticas à burocracia que, segundo ele, dificulta a realização de obras estruturais no Estado. Recontou também a história de Celso Ramos, dizendo que pretende governar da mesma forma que fez o ex-governador.

Candidato com postura mais crítica com relação ao governador, Claudio Vignatti (PT) não iniciou ainda um discurso  forte de oposição na TV. Optou, neste começo de propaganda eleitoral, por contar sua história de vida e falar sobre sua carreira política. Buscando estadualizar sua imagem, disse pertencer e conhecer cidades de todas as regiões de SC.

>>> Leia mais sobre Eleições 2014

A propaganda de Paulo Bauer (PSDB) também continua no ritmo de apresentações. Mas o tucano usou seu tempo não para falar sobre si ou suas propostas, e sim para reforçar o nome do presidenciável Aécio Neves e ceder espaço para que o vice Joares Ponticelli (PT) falasse sobre sua trajetória de vida a partir de sua origem, no município de Pouso Redondo. Ao final prestou homenagem a Eduardo Campos, afirmando que dará seguimento ao seu trabalho.

Pelo PSOL, o candidato Afrânio Boppré dividiu aparições com o vice Armindo Maria, do mesmo partido, e falou diretamente para os policiais. Apresentou propostas para a categoria, dizendo que pretende unificar as forças policiais, investir contra narcotráfico e implantar a carreira única para os policiais.

Janaína Deitos (PPL) dedicou todo seu tempo para homenagear Campos, imputando-lhe a imagem de “única alternativa viável” para o governo federal. Começou também a apoiar a candidatura de Marina Silva (PSB) à presidência da República.

Leia também:
Ferramenta simula votação com urna eletrônica

16 coisas a destacar do primeiro horário eleitoral de Santa Catarina

Entre os candidatos com menor tempo de TV, Elpídio Neves falou sobre si e sobre o vice Nilton José da Silva, ambos do PRP. Marlene Soccas (PCB), para quem o Estado precisa passar por grandes mudanças, disse que a via socialista não é “apenas possível, mas necessária”. Gilmar Salgado, candidato pelo PSTU, relembrou sua histórica como sindicalista e afirmou que esforço dos trabalhadores serve apenas para sustentar alguns poucos privilegiados.

A estreia(3)

20 de agosto de 2014 1

A ideia central do primeiro programa do PT é apresentar o ex-deputado Cláudio Vignatti, candidato ao governo. É o menos conhecido entres os principais postulantes. Beto Soares, o publicitário que comanda a propaganda, destacará as qualidades do candidato. Soares atuou nas campanhas de Décio Góes, Paulo Eccel e José Fritsch-Ideli Salvati.