Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2009

Nota de falecimento

26 de fevereiro de 2009 0
O Movimento Tradicionalista Gaúcho comunica com imenso pesar o falecimento do Conselheiro Benemérito, sr. Danilo Franzen, em Novo Hamburgo, no último dia 21 de fevereiro. Danilo é pai da ex-prenda Estadual, Daniela Fransen e por muitos anos fez parte do Conselho Diretor representando a 30ªRT. O MTG externa suas condolências aos familiares.

Mais Rodeios Clandestinos

26 de fevereiro de 2009 0
O Coordenador da 5ª Região Tradicionalista, Luis Clóvis Vieira, comunica que as entidades abaixo citadas não foram autorizadas pelo MTG e nem pela Coordenadoria a realizarem eventos por estarem em condições irregulares.
CTG Prazer de Gaúcho – 7° Distrito – Passo da Cavalgada – Rio Pardo
Piquete Estância do Passo – Rodeio Crioulo, nos dias 21 a 23 de março

Tradicionalistas gostam de cavalgadas, segundo enquete

23 de fevereiro de 2009 1
Tradicionalismo não se faz da boca pra fora. O fato é comprovado pela enquete “Tu já participaste de alguma cavalgada?”, que encerrou ontem, aqui no blog. Dos 35 participantes, 40% afirmaram que todos os anos enfrentam pelo menos uma cavalgada; 28% disseram que já participaram e 5% já se aventuraram no lombo do cavalo, pelo menos duas vezes. Um quarto dos respondentes afirmaram que nunca participaram.

Orgulho Gaúcho

23 de fevereiro de 2009 2
Que o gaúcho se orgulha do Rio Grande, disso ninguém duvida. Agora, a extensão desse sentimento é que muitas vezes assombra o mais incrédulo dos viventes. Bom exemplo é a história abaixo, contada pelo amigo Hilton Araldi. E quem vai dizer que não é verdade?
“Um gaúcho passeava por Roma quando, ao visitar a Catedral de São Pedro, ficou abismado ao ver uma coluna de mármore com um telefone de ouro em cima. Vendo um jovem padre que passava pelo local, perguntou a razão daquela ostentação. O padre então falou que aquele telefone estava ligado a uma linha direta com o paraíso e que para fazer uma ligação, era preciso pagar 100 dólares. O ga;ucho ficou tentado, porém declinou da oferta. Continuando a viagem pela Itália, encontrou outras igrejas com o mesmo telefone de ouro na coluna de mármore. Em cada uma das ocasiões, repetiu a pergunta sobre a razão da existência e a resposta era sempre a mesma: Linha direta com o paraíso ao custo de 100 dólares a ligação. Depois da Itália, voltou ao Brasil e foi direto para o Rio Grande do Sul. Ao visitar a Catedral de Porto Alegre, na famosa Praça da Matriz, se surpreendeu ao ver novamente a mesma cena: uma coluna de mármore com um telefone de ouro. Sob o telefone um cartaz que dizia: Linha Direta com o Paraíso – Preço da Ligação: R$ 0,25 ( vinte e cinco centavos ). Não se aguentou e lascou: “Padre, viajei por toda a Itália e em todas as catedrais que visitei vi telefones exatamente iguais a este, mas o preço da chamada era de 100 dólares. Por que aqui é somente R$ 0,25? O Padre sorriu e disse.
- Meu amigo, você está no Rio Grande do Sul. Aqui a ligação é local.”

Conselho Diretor

20 de fevereiro de 2009 0

Acontece amanhã, dia 21, nova reunião do Conselho Diretor do Movimento Tradicionalista Gaúcho.

Rodeios Cancelados

18 de fevereiro de 2009 0
O Coordenador da 5 Região Tradicionalista, Luiz Clóvis Vieira informa o cancelamento dos rodeios 6ª Festa Campeira – Piquete Estilo Campeiro, de Candelária e Rodeio Crioulo do CTG Coxilha Verde, em Rio Pardo, programado para o próximo dia 21 e 22 de fevereiro. Segundo o coordenador, os mesmos não estão regulamentos juntos a Região e ao MTG.

Logo da Semana Farroupilha 2009

18 de fevereiro de 2009 0
A logotipia da Semana Farroupilha 2009, que traz o tema “Os Farroupilhas e suas façanhas” já está disponível no site do evento, que tu podes acessar clicando aqui. A utilização é pública, podendo ser utilizada para fins de divulgação de ações relacionadas às comemorações setembrinas.

Inscrições encerram amanhã

17 de fevereiro de 2009 0

Amanhã, 18, é o último dia para realizar inscrições no Curso “Aprenda a Ser Peão e Prenda”. Saiba mais aqui.

CFOR Três Coroas

16 de fevereiro de 2009 0

Festival alerta para o problema da violência contra a Mulher

15 de fevereiro de 2009 0

Valorizar a presença da mulher, reafirmar direitos e ser um grito de alerta para a violência feminina. O maior festival de música nativista do verão 2009, realizado na noite de sábado (14), em Imbé, teve diversas conotações e provocou no público o repúdio em relação à violência. O RS Mulher em Canto foi um festival de músicas sobre mulheres, interpretadas exclusivamente por mulheres, e chamou atenção principalmente para a Lei Maria da Penha. Estatísticas mostram que a cada 17 segundos uma mulher é agredida no Brasil. Após a abertura do evento, ao som do Hino Rio-grandense, interpretado por Fátima Gimenez, Maria Helena Gonzalez, coordenadora estadual da Mulher, fez um alerta em seu discurso. “Esse festival não é apenas o reconhecimento da importância da mulher. Ele se constitui em um grito de alerta. É uma conclamação ao combate da violência contra a mulher, que não escolhe raça ou classe social. É hora de dar um basta”, enfatizou. Dos 167 inscritos, 12 finalistas foram julgados pela comissão julgadora formada por Geraldo Flach, Vera Pratini de Moraes, Maria Luiza Benitez, Victor Hugo, Cléia Gomes e Maria Helena Gonzalez. Dez participaram no tema “Mulher”, e duas com o tema “Lei Maria da Penha”. De acordo com Geraldo Flach, o festival primou pela qualidade musical. “As músicas estavam dentro do tema, bem apresentadas no palco. O tema da violência contra a mulher, com certeza, é muito oportuno”, afirmou. No tema “Mulheres”, o segundo lugar ficou com a música “Só consigo ser três”, interpretada por Greice Morelli. “Da mesma canção”, na voz da cantora Analise Severo, ganhou o primeiro lugar. A cantora Marlene Plastro ganhou o tema “Lei Maria da Penha”, com a canção “Grito de Maria”. “Este festival é um resgate da memória da mulher, que é uma história que deve ser cantada. Parabenizo a iniciativa do Governo do Estado, que provoca a discussão sobre o tema da violência”, disse. A vice-prefeita de Imbé, Nilza Godoy, agradeceu a realização do evento no município. “Acho de extrema importância que eventos como esse se multipliquem. Agradeço a iniciativa de grandes mulheres, como a governadora Yeda Crusius e a coordenadora da Mulher, Maria Helena Gonzalez, que estão, de uma forma diferente, trazendo o tema violência para a discussão”, disse. Também estavam presentes no evento, que integra o Verão Legal RS, a deputada estadual Zilá Breitenbach, o prefeito Darcy Luciano Dias e o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Manoelito Savaris.