Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2009

Esclarecimento

31 de março de 2009 2
A presença do diretor-executivo da Fundação Cultural Gaúcha, Rogério Bastos, em um espetáculo artístico durante o Rodeio Nacional da cidade de Porto Alegre, conforme divulgado no blog Roda de Chimarrao, em nada contraria alguma diretriz ou regulamento do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Há mais de 10 anos trabalhando pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho, Rogério Bastos mantém sua conduta de forma exemplar, assim como o fez no evento em questão. A matéria, apesar de um título inadequado, ressalta que o dirigente estava “dançando bem ao estilo gaúcho”, como preconizado pelo MTG.
Como manifestado em diversas oportunidades, o Movimento Tradicionalista Gaúcho nada possui contra nenhum estilo musical. A restrição se dá apenas em galpões de CTGs filiados ao Movimento e não é direcionado a nenhum estilo musical em particular, mas sim àqueles que não seguirem ritmos reconhecidamente gaúchos.

Mais tchê-music em CTG

28 de março de 2009 5

A coluna de Giovani Grizotti, no Diário Gaúcho, hoje, traz uma informação preocupante. Segue reprodução.

“O MTG não vai gostar, mas o CTG Sentinela da Querência, de Erechim, foi sede na terça-feira passada do lançamento do grupo Coração Gaúcho, do empresário Marcos Tamanini – o mesmo que liderou a cavalgada religiosa, punida pelo MTG. O perfil do grupo é tchê, tanto que a música de trabalho é uma regravação vanerada de Vira Virou, de Chrystian & Ralf.
Dadas as boas-vindas!
Em meio a gaúchos pilchados e outros à paisana, músicos de várias bandas subiram ao palco para dar boas-vindas ao conjunto. Pela estrutura de palco, que incluiu canhões de luzes coloridas e telão com efeitos de computador, parece que a turma veio para ficar.
Também animaram a noite integrantes de Os Monarcas, a banda Passarela (a do Bar da Esquina), a cantora country Giovana Texas e Chiquito & Bordoneio.”

Recuperação da história farroupilha

28 de março de 2009 0
Um pouco da história farroupilha acaba de ser recuperado, com a restauração de três obras de arte gigantes hoje expostas nas paredes do Instituto de Educação General Flores da Cunha, em Porto Alegre. As telas “A Tomada da Ponte da Azenha”, pintada por Augusto Luiz de Freitas e “Garibaldi e a Esquadra Farroupilha”, de Lucílio de Albuquerque foram restauradas após quatro anos de trabalho ininterruptos e investimento de R$ 500 mil para eliminação dos rasgões, cupins e infiltração. A terceira obra é “Chegada dos Açorianos”, também de autoria de Augusto Luiz de Freitas.
A informação é de Zero Hora. Uma bela iniciativa para o ano em que abordaremos as façanhas farroupilhas no temário da maior festa popular dos gaúchos.

Juízes da Campeira - Resultados

27 de março de 2009 0

O site do MTG publica os resultados dos aprovados no curso Juiz de Campeira, realizado durante a última edição da Festa Campeira do Rio Grande do Sul, em Santo Augusto, no último final de semana. Confira a relação aqui.

Canto Alegretense agora também é pop

27 de março de 2009 0
Eu já ouvi diversas versões do Canto Alegretense, praticamente um hino dos gaúchos. Já ouvi, inclusive, cantado em alemão e gostei. Hoje, o blog Roda de Chimarrão publicou uma versão pop rock, cantada por Neto Fagundes e Fresno, na última edição do Planete Atlântida. O que tu achas disso? Confira o vídeo clicando aqui.

Comissão da Semana Farroupilha inicia reuniões

27 de março de 2009 0
Por Mariana Mallmann
A Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas realizou na manhã desta quinta-feira, dia 26 de março, a primeira reunião de 2009, no Galpão Crioulo Jayme Caetano Braun, localizado no Centro Administrativo do Estado. Estiveram presentes os representantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), Secretaria Estadual de Turismo, Esporte e Lazer, da Cultura e da Educação, e Brigada Militar.
Durante o encontro, as entidades e órgãos apresentaram os seus indicados para integrar a Comissão. Não esteve presente, mas também compõe a equipe, a Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). Os participantes falaram sobre o Decreto nº 46.244, de 12 de março de 2009, que institui os festejos farroupilhas. Pelo documento, os integrantes da Comissão Estadual serão designados anualmente pela governadora do Estado e o presidente escolhido pelos próprios membros. Ele altera o Decreto nº 45.816, de 14 de agosto de 2008, que passava a responsabilidade à Secretaria da Cultura.
A próxima reunião está marcada para o dia 2 de abril, a partir das 10h. Na pauta está prevista a escolha do presidente da Comissão. No ano passado, o presidente do MTG, Oscar Fernande Gress, comandou os trabalhos, acompanhado pelo vice-presidente Manoelito Carlos Savaris, presidente do IGTF.

Fandango em Lajeado

25 de março de 2009 0

Acontece dia quatro de abril, no Clube Tiro e Caça, em Lajeado, o 25ª Fandango da Prenda Jovem do CTG Bento Gonçalves, da 24ª Região Tradicionalista. O início do evento está previsto para as 22h e conta com o apoio da Prefeitura Municipal, Jornal O Informativo, Rádio Tropical FM e Grupo Independente. Informações pelo telefone (51) 8204-4411.

Revolução Farroupilha em livro

25 de março de 2009 0
O Banrisul, a CEEE e a Sulgás patrocinam a reedição do livro “Tentativa de Independência do Estado do Rio Grande do Sul”, de Luigi Nascimbene, reedição da primeira história da Revolução Farroupilha, publicada em 1860. Organizado por Mário Rozano, será lançado nas comemorações do evento. (Fonte: Correio do Povo)

A Vanera das Façanhas

24 de março de 2009 0
A vanera “Façanhas por ideais de Farroupilhas Imortais”, escrito pelo poeta Albeni Carmo de Oliveira e música de Francisco Fighera e Clóvis Frozza, é a música-tema da Semana Farroupilha 2009. A canção seguiu o temário “Os Farroupilhas e suas façanhas” e relembra diversos episódios da epopéia farrapa, como a tomada da Ponte da Azenha, em Porto Alegre, a prisão de Bento Gonçalves, a tomada de Laguna e o encontro de Anita e Garibaldi.
Até o final de abril, a música deverá ser gravada em um CD e distribuída para emissoras de rádio e televisão. Os sites http://www.semanafarroupilha.com.br/ e http://www.igtf.rs.gov.br/ também irão disponibilizar o arquivo para download gratuito, com o objetivo de promover a maior festa popular do Rio Grande do Sul.
O concurso contou com mais de 20 composições inscritas. Primeiramente, o Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF) realizou uma triagem de todas as composições, avaliando a adequação ao Regulamento do evento. Na fase final, dez composições disputaram o prêmio de R$ 2 mil, em uma apresentação no parque Nercy Liberato da Conceição, em Santo Augusto, durante a realização da Festa Campeira do Rio Grande do Sul (FECARS), no último sábado, em Gravataí. A Comissão Julgadora foi formada pelo presidente do IGTF, Manoelito Savaris, pelo cantor Valdomiro Maicá e pelo repentista Volmir Martins, além de um representante de Santo Augusto.
A Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas, responsável pela organização do evento, é composta pelas secretarias de Cultura, Educação e Turismo, Esporte e Lazer, Movimento Tradicionalista Gaúcho, Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore e Brigada Militar.
FAÇANHAS POR IDEAIS DE FARROUPILHAS IMORTAIS

Autor da Letra: Albeni Carmo de Oliveira
Autores da Música: Francisco Carlos Fighera e Clóvis Frozza

Estribilho
Avante, não retrocedam,

Porque a luta tem suas manhas,
E só quem tem ideais
pode contar suas façanhas.
Depois da ponte da Azenha,
O grito de liberdade,
A República Riograndense,
Já era uma realidade,
Piratini, capital
Dos sonhos de igualdade,
E tremula a tricolor,
Com ventos de humanidade.
Estribilho
Depois da prisão em Fanfa,
Levado ao Rio e à Bahia,
Bento fugiu pelo mar,
Com a ajuda da confraria,
Barro Vermelho em Rio Pardo,
Estratégia e valentia,
E aos acordes da vitória,
O nosso hino nascia.
Estribilho
A epopéia dos lanchões,
que Garibaldie empreendeu,
Com bois, cavalos e coragem,
O adverso venceu,
Na invasão de Laguna,
Anita ele conheceu,
E desta união de ideais,
O mundo nunca esqueceu
Estribilho
Na carta de Alegrete,
De idéias houve guerra,
Mas também ficou provado,
Que quem acerta não erra,
Com a paz de Ponche Verde,
A revolução se encera,
Mas escreveram façanhas,
Molduras pra toda a terra.
Declamado

Ninguém apaga as façanhas imortais,
Desses heróis que nos legaram liberdade,
Guerreiros natos na luta por ideais,
Buscaram luz na fonte da igualdade,
Fatos e nomes que ao povo são reais,
E exemplos para toda a humanidade.

Palestra

24 de março de 2009 0
O CTG República Riograndense, de Guaíba, promove a palestra “Centro de Tradições como meio de inclusão social”, dia 31 de março, a partir das 19h. O convite é da Prenda Mirim Andressa Silveira da Silva, e conta com o apoio da Coordenadoria da 1ª Região Tradicionalista, Subcoordenadoria da 1ª RT e Patronagem do CTG. Informações pelo telefone (51) 9901.3325, com Viviane Rodrigues, ou (51) 3491.5612, com Cláudia Silva.