Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2011

Tradição Reconhecida

26 de abril de 2011 0

Ontem, em Porto Alegre, foi realizado o anúncio oficial de encaminhamento do processo para tombar o tradicionalismo e suas manifestações como Patrimônio Imaterial. Isto significa que a possibilidade de um maior apoio e incentivo da administração municipal para as entidades tradicionalistas e para o Movimento Tradicionalista Gaúcho como um todo, por exemplo, na cedência de terrenos para instalação de CTGs. Antes, porem,  projeto deve preencher uma série de requisitos estabelecidos pelo Ministério da Cultura. No Rio Grande do Sul, apenas a Feira do Livro, a Festa de Navegantes e a Orquestra Sinfônica possuem tal denominação.

 A ideia para desenvolvimento deste projeto surgiu em julho de 2010, em audiência pública da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, realizada no CTG Vaqueanos da Tradição, quando se debateu a permanência da entidade em sua sede atual posto que esta deveria ser desocupada para a construção da Arena do Gremio.

 Segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, entende-se por patrimônio imaterial as práticas, as formas de ver e pensar o mundo, as cerimônias (festejos e rituais religiosos), as danças, as músicas, as lendas e contos, a história, as brincadeiras e modos de fazer – junto com os instrumentos, objetos e lugares que lhe são associados – que as comunidades, grupos e as pessoas reconhecem como parte integrante de seu patrimônio e que são transmitidos de geração pra geração.

Nativismo perde Rui Biriva

26 de abril de 2011 0

(EM Zero Hora, hoje) Em 17 álbuns, tradicionalista deixa um legado de talento e irreverênciaO Rio Grande perdeu um dos mais alegres representantes de sua tradição. Gaúcho de Horizontina, o cantor e compositor Rui Biriva morreu às 22h45min. no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, onde estava internado desde 14 de abril para o tratamento de um tumor no intestino grosso.

Ele tinha 53 anos, e deixa mulher e um filho. O corpo deverá ser velado ao longo da manhã de hoje, na Câmara Municipal de Porto Alegre. Nascido Rui da Silva Leonhart, em 1957, o artista era o caçula dos três filhos de Adalíbio e Malvina, casal de agricultores do distrito de Esquina Eldorado. O cantor viveu até os 10 anos em Horizontina, e teve contato com o tradicionalismo por intermédio do pai, músico e ligado ao Movimento Tradicionalista. Ganhou seu primeiro prêmio aos 14 anos de idade.

O próprio apelido “Biriva” foi ganho em decorrência de um festival, depois de o jovem intérprete vencer a Seara da Canção Gaúcha, em Carazinho, em 1982, com a canção Birivas, de Airton Pimentel. “Biriva” é uma designação para os tropeiros de gado das comunidades de cima da Serra. Rui voltaria a vencer o mesmo festival em 1984, com a música Santa Helena da Serra, parceria com José Luiz Vilela.

Depois de gravar o primeiro LP em 1987, Cantar (Continental), Rui rapidamente ficou famoso não apenas pelo sucesso popular de canções animadas e festivas como Tchê Loco, Festança, Pé na Estrada, Tonto de Saudade e Castelhana (esta, parceria com Elton Saldanha), mas pela irreverência:

– Ele era uma figura com um humor sempre para cima. Era muito emotivo. Ou ele estava sorrindo ou estava chorando de emoção – diz o amigo de longa data Daniel Torres.

30ª RT comemora 20 anos

26 de abril de 2011 0

A 30ª Região Tradicionalista está comemorando 20 anos de criação e para comemorar a data irá realizar um resgate fotográfico dos principais fatos, momentos, pessoas, e qualquer outro registro existente ligado à Região. A Coordenadoria também informa que se prontifica a coletar material de quem esteja interessado em colaborar. Atualmente, a Região atende aos municípios de Santa Maria do Herval, Morro Reuter, Dois Irmãos, Lindolfo Collor, Presidente Lucena, Ivoti, Estância Velha, Novo Hamburgo, Campo Bom, Sapiranga, Araricá e Nova Hartz. Trinta entidades tradicionalistas estão na área de abrangência da Coordenadoria.


História


Foi no 32º Congresso Tradicionalista, realizado na cidade de Pedro Osório, em 1991, a criação da 30ª Região Tradicionalista. Uma comitiva foi organizada para buscar o apoio de Coordenadores e Conselheiros à proposta. Pelos dois anos seguintes, a Coordenadora funcionou amparada no Regulamento Interno do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). Somente dez anos depois, em agosto de 2003, em um encontro de Patrões no CTG Porteira Velha, é que se estabeleceu uma minutas e as emendas necessárias para a criação do Estatuto, trazendo personalidade jurídica à Região.

Em março de 2005, conquistou-se junto ao poder público municipal o termo de permissão de uso das salas junto à Rodoviário Normélio Stabel, em Novo Hamburgo.

Cfor em Pelotas ainda tem vagas

20 de abril de 2011 0

Ainda há vagas para os interessados em participar do Curso Básico de Formação Tradicionalista (CFOR), em Pelotas, no próximo dia 30 de abril. Destinado a quem exerce ou pretende exercer funções de liderança no MTG, a iniciativa terá início às 9h, na sede do Colégio Municipal Pelotense, abordando temas como história do Rio Grande do Sul e do Tradicionalismo Gaúcho, objetivos e estrutura administrativa do MTG, a Tese “O Sentido e o Valor do tradicionalismo” e o “Sentido e o Alcance Social do Tradicionalismo”, carta de princípios, gestão de pessoas, liderança, relacionamento interpessoal e gerenciamento de conflitos.

As inscrições são no valor de R$ 35 e podem ser pagas através de depósito em nome do Movimento Tradicionalista Gaúcho (Banrisul. Ag: 0100, conta corrente: 06.066982.0-3). As vagas são limitadas e não serão feitas reservas. A comprovação será feita mediante o envio do comprovante de depósito para o e-mail cursos@mtg.org.br ou por fax para o número (51) 3223.5194. Patrões, capatazes, sota capatazes e agregado das guaiacas tem 50% de desconto

Jogo do Laço

20 de abril de 2011 0

O editor procura jogos tradicionalistas para computadores. Alguém conhece? Pois não seria uma ideia ruim criar, por exemplo, um tiro de laço no computador. Seria até uma forma para praticar e incentivar a prática entre os jovens.

Teste coletivo para Narradores será em maio

19 de abril de 2011 0

No dia 11 de maio, em Passo Fundo, o Movimento Tradicionalista Gaúcho realiza teste coletivo para credenciamento de novos narradores. Para se candidatar a uma vaga, o interessado deve ser alfabetizado e preencher a ficha de inscrição com assinatura de dez patrões de entidades filiadas e em dia com a anuidade, além de enviar anexo um parecer do Coordenador Regional. Os narradores serão avaliados por uma integrantes do Conselho de Vaqueanos do Departamento de Narradores do MTG.

Atualmente, há 178 narradores credenciados no Rio Grande do Sul, sendo que 11 destes são provisórios. Não há número limite de selecionados, sendo que serão aprovados todos aqueles que obtiverem parecer positivo do Departamento. É cobrada uma taxa de R$ 50 para a inscrição e as fichas estão disponíveis no site do MTG (www.mtg.org.br).

Os resultados serão anunciados em uma semana após o teste. Em caso de aprovação é expedida carteira provisória pelo período de um ano, estando apto a narrar somente acompanhado de um narrador já credenciado, sendo ainda avaliado por dois conselheiros escolhidos por ele próprio. Mais Informações pelo e-mail departamentodenarradores@bol.com.br ou dpdenarradores@yahoo.com.br ou ainda pelo telefone (54) 3238.2603

Peão Farroupilha é da Serra Gaúcha

17 de abril de 2011 1

Peão Farroupilha (C) junto ao casal presidente do MTG

É novamente da Serra Gaúcha o novo Peão Farroupilha do Rio Grande do Sul. Douglas William de Quadros da Silva, do CTG Sentinela da Serra, Garibaldi, 11ª Região Tradicionalista foi o grande vencedor do 23º Entrevero Cultural de Peões e Guris Farroupilha. Na categoria Guri, de 12 a 16 anos, o vencedor é Lourenço de Oliveira Nunes, do Piquete de Laçadores Timbaúva, 15ª Região Tradicionalista. Confira a relação de todos os vencedores abaixo.

 Durante dois dias, 29 concorrentes disputaram provas artísticas, campeiras e de conhecimentos gerais, com a finalidade de eleger os representantes da cultura, das habilidades e dos valores do peão gaúcho. Entre outras habilidades, são avaliadas Danças Tradicionais e de Salão, declamação, trova, e mesmo composição de poesias, além de desenvoltura e expressão.

 Já as provas campeiras, que mais somam aos candidatos, valem  30 Pontos. Nestas, os participantes realizam sorteio entre as seguintes modalidades: assar, charquear, cevar o mate, emalar poncho (1º sorteio) e ferrar, trançar, tosquiar, laçar, pealar, apartar, tosar e prova de rédeas (2º sorteio).

 Agora, os peões iniciam uma série de atividades como representantes do MTG, participando de palestras, oficinas e eventos oficiais do tradicionalismo.

 Categoria Peão

Peão Farroupilha – Douglas William de Quadros da Silva – CTG Sentinela da Serra – Garibaldi – 11ª Região Tradicionalista (RT)

Destaque Campeiro – Rodrigo de Oliveira Schneider – CTG Querência de Arroio do Meio – Arroio do Meio – 24ª RT

Destaque Artístico – Cultural – Luiz Antônio Pereira Machado Junior – CTG Sinuelo do Sul – Pelotas – 25ª RT


Categoria Guri

Guri Farroupilha – Lourenço de Oliveira Nunes – PL Timbauva – Portão – 15ª RT

Destaque Campeiro – Lucas Peres Amaral da Rosa – CCTG Lila Alves – Pinheiro Machado – 21ª RT

Destaque Artístico – Cultural – Nathan Santos Rolim – CTG Hermagoras Rolim – Inhacorá – 20ª RT

Vale tudo...

16 de abril de 2011 0

para se proteger da chuva e do frio durante as provas campeiras, aqui em Monte Belo do Sul, no 23o Entrevero Cultural de Peões e Guris Farroupilha

Sábado campeiro

16 de abril de 2011 0

O sábado nublado e de muita serração não está assustando os concorrentes do 23º Entrevero Cultural De Peões e Guri Farroupilha. Desde as 9h, os 29 jovens mostram suas habilidades em provas de galpão, no distrito de Santa Teresa. Igor Diovani Colombo, do CTG Passo dos Tropeiros, de Rolante, 22ª Região Tradicionalista é um dos competidores. Durante o dia de hoje, irá charquear, laçar, tosar e encilhar. Para ele, não há preferência pela parte artística ou campeira. “O verdadeiro peão gaúcho tem que ser campeiro e ser artístico”, afirma. Segundo o jovem, “o concurso é fundamental como resgate da cultura gaúcha, para mostrar a verdadeira tradição do nosso povo”, finaliza.

Vontade de fazer bem feito

15 de abril de 2011 0

“Morada”, de Lisandro Amaral, Marcelo Oliveira e Luciano Fagundes, foi a música escolhida pelo peão Felipe da Silva Pereira, do CTG Caudilho Guaíbense, de Guaíba, 1ª Região Tradicionalista em sua prova artística do 23º Entrevero Cultural de Peões e Guris Farroupilha, em Monte Belo do Sul. O participante ainda declamou Chico Facundo, de autoria de Gonçalves Calixto. Em sua prova oral, abordou o tema “O Tradicionalismo vivenciado fora do Rio Grande do Sul”. O jovem foi o quinto a se apresentar na categoria Guri. Felipe conta que não se sentiu nervoso ou mesmo ansioso até o momento de iniciar a sua apresentação. “Minha vontade era apenas fazer bem feito”, justifica. Para ele, que compete pela primeira vez no Estado, a participação no evento é importante principalmente para incentivar outros jovens a participarem, mas principalmente para estimular a vivência na entidade. “O CTG mantem o jovem ocupado. Isso é bom”, finaliza.